Postagens mais recentes

 

O.M. Aïvanhov - Parte 1A - Q/R - Maio 2017 - AQUI - (Com Áudio)

Maria - A Teofania Solar - AQUI - (Com Áudio)


Curva de Energia da Terra - Dia 22/05... IMPRESSIONANTE!!! - AQUI

Lembrete: Próxima 5ª Feira (25/05) : Maria (15h) +  Radiância Arcangélica (15h30 às 16h)

 


21 comentários:

  1. http://le6emetiroir.blogspot.com.br/2017/04/marie-jour-de-la-repentance-14-avril.html?m=1. URGENTE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aloisio, temos conhecimento e está sendo providenciada a tradução...

      Excluir
  2. Oi pessoal, ontem, 18/04, senti um choque intenso no ombro direito, e hoje também uma vibração correndo na perte direita do rosto, descendo no ombro e mais abaixo no mesmo horário, por volta das 13 horas. Posso dizer que sinto certos alinhamentos com a Terra, não vou dar detalhes disso. No final do ano passado, tive um sonho, alguém que eu não via rosto, disse: "Dia 06", foi apenas essas duas palavras, e nada mais. Eu não sabia o que era, espero que possa ser até antes disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz Antonio, super interessante mais este seu testemunho sobre suas intensas vivências de Luz Vibral. Quanto ao seu sonho com o "Dia 06", mesmo que tivesse sido com o "Mês 06", ainda assim continuaria sendo fantástico. Abraço!!!

      Excluir
  3. No site original francês já tem OMA - Q/R - Parte 2. Só pra ciência, irmãos.

    Luz,

    Alexandre
    👽

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O site francês, do qual recebemos as transcrições, costuma publicar tão logo sai a tradução espanhola no http://sabesquienerestu.blogspot.com.br, que por sua vez recebe as transcrições um pouco antes de nós. Esta é a sequência das publicações destas mensagens: 1º a francesa (original) e a espanhola (traduzida), publicadas quase ao mesmo tempo; e 2º, a do últimas Leituras (português). Informo isso apenas para conhecimento dos que aguardam a publicação desse blog. Isto está sendo apenas dito, e nada mais, e nada menos.

      Excluir
  4. Lindo de se ver.
    Entro no site dia 22/04 às 00h30 e o mapinha de visitantes online, do lado direito do blog (globinho), "bombando" de corações batendo fortes ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre grande alegria quando vejo suas aparecidas por aqui, André; além de sempre constarem providenciais chamadas de atenção para algo importante, como é mesmo este caso das expressivas visitas online recebidas pelo blog. Abraço querido amigo, e imprescindível colaborador!!!

      Excluir
  5. Vou reproduzir parte de um comentário que fiz em https://ultimasleiturasdaluz.blogspot.com.br/2017/04/bidi-qr-parte-1-abril-2017.html, por esta parte ser mais abrangente do que a uma mensagem específica, e estando mesmo presente e em permeio da maioria destas mensagens mais recentes, e daquilo que mais nos inquieta que é sair do que não somos.

    Eis a parte reproduzida:

    "Imaginemos que tudo é fruto de uma grande emanação, incessante, que gera tudo, desde o menor dos sussurros até ao mais astronômico dos ruídos, desde ao mais incolor ao mais colorido, desde o sem cheiro ao mais cheiroso, desde o indolor ao mais dolorido, desde a calma à maior das fúrias, desde o mais ausente até o mais presente, desde o impassível ao tempestuoso, desde o mais harmônico dos gestos ao mais estapafúrdio; enfim, que consigamos imaginar ser impossível que algo se manifeste, de qualquer forma que seja, em qualquer lugar que seja, pelo tempo que for, sem que seja proveniente dessa emanação única que jamais sequer pode cessar, sob pena do fim da própria existência.

    Então, imaginado isso, onde tudo, e tudo mesmo (incluindo o próprio nada), emerge sempre da mesma origem, sem qualquer exceção e não podendo ser de outro modo... Então, diante disso, até já daria para compreender que existe algo atrás de tudo; algo certamente imenso, algo que sequer poderia ser mensurável; algo que manifesta tudo, mas que não é nenhuma destas manifestações, até porque toda manifestação é limitada, por mais grandiosa que seja, e até porque, é impossível o manifestante ser o manifestado (e vice-versa).

    Assim, diante do já exposto, fica até fácil imaginar que tais manifestações são na verdade o que existe de mais original, e é o que vive acontecendo o tempo todo, desde sempre, perfazendo mesmo o que se pode chamar de cada instante. Aliás, para aqueles que percebem estas manifestações, mas sem lhes fazer qualquer acréscimos, ou lhes apresentar qualquer ação/reação, sendo mesmo apenas atravessados por elas, tais manifestações se mostram capazes de desdobramentos dos mais saudáveis. Claro que existe também o outro lado, daqueles que chegam até a se interporem a estas manifestações, o que as tornam aparentemente até desagradáveis ou conflituosas, esquecendo-se que eles próprios adulteraram a manifestação original, não permitindo que ela se desdobrasse, segundo sua própria natureza e realidade, e até por respeito a tudo que é".

    Disso tudo fica por fim a seguinte lição: aquele que não interferir no que acontece, deixando que o que acontece tenha seu próprio desdobramento, este estaria sendo um e o mesmo com o Absoluto, cuja característica fundamental é justamente a não interferência, dado que sua emanação é perfeita. Em outras palavras: todo aquele que interfere, no que quer que seja, deixa de viver o Absoluto que necessariamente ele é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria apenas de dizer que o termo "imaginemos" só foi usado porque não surgiu outra palavra minimamente razoável para o caso. Para quem já não imagina mais, isso pode ter parecido estranho, e por isso peço que o caso seja relevado, se por acaso essa escassez de palavras pareceu relevante.

      Excluir
  6. Imaginemos que a Vida seja tão grande que não caiba mais nenhuma outra; que a Vida seja a totalidade da existência; que ela seja tudo, a tal ponto que ela nem teria para onde ir, dado que não haveria outro espaço, ou tempo, que já não fosse o seu. Imaginemos também que a Vida quisesse olhar para o lado, ou para frente, ou para trás, mas nada disso lhe fosse possível, dado que sua abrangência, sendo total, não teria como ter deixado o que quer que seja fora dela. Imaginemos, enfim, que a Vida fosse a única Vida, a tal ponto incomensurável, que ela fosse a própria Vida do Único.

    Então, diante dessa Vida Única, Vida do próprio Único... como também não imaginá-la, por exemplo, sendo a própria imobilidade, a própria quietude, o próprio silêncio, dado que ela não poderia mesmo se mover, ou se mexer, em qualquer direção ou aspecto que fosse, dado que ela já preenche todos os limites do que possa existir. Então, seria possível imaginar a Vida se mexendo, ou fazendo algo, um átimo que seja, de qualquer coisa, já que ela é toda completude?

    Imaginemos agora que a Vida, essa Vida Única, a Vida do próprio Único (Absoluto), que é toda imobilidade em si mesma (até por não ter para onde ir), possua dentro de si, decorrente de sua própria essência, uma movimentação, ou emanação, tão colossal, que aí geraria o que se poderia chamar do seu próprio Viver Interior. É claro que nesse Viver, com um turbilhão de tantas coisas acontecendo, jamais se poderia imaginar um outro estado de vivência, nesse cenário, que não fosse aquele onde essas coisas todas se atravessassem mutuamente, como se cada uma delas, que seriam ao infinito, se vissem reciprocamente a si mesmas.

    Bem, quando essa descrição for uma visão direta, que obviamente transcende a mais rica das imaginações, então teremos aí todos os argumentos e evidências para compreender que a Vida é a Verdade e o Caminho, e que em realidade também é o que nós somos; conquanto, é claro, que aceitemos que essa vida de cada um de nós, plena de resistências como ela é, separada como sempre foi, efêmera por natureza, antídoto da transparência... não é e nem poderia ser a Vida, que é Única e Absoluta. Existe também isso de se poder escolher a Vida ou a nossa própria vida; mas aí já não se sabe até quando vai essa possibilidade escolha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra vez tive que usar o termo "imaginemos", pois não surgiu outra palavra minimamente razoável para o caso. Para quem já não imagina mais, isso pode ter parecido estranho, e por isso peço que o caso seja relevado, se por acaso essa escassez de palavras pareceu relevante.

      Excluir
  7. Permita-me ressaltar a importância da finalização de seu texto, caro irmão.

    "... a Vida é a Verdade e o Caminho, e que em realidade também é o que nós somos; conquanto, é claro, que aceitemos que essa vida de cada um de nós, plena de resistências como ela é, separada como sempre foi, efêmera por natureza, antídoto da transparência... não é e nem poderia ser a Vida, que é Única e Absoluta. Existe também isso de se poder escolher a Vida ou a nossa própria vida; mas aí já não se sabe até quando vai essa possibilidade escolha."

    Precioso lembrete, prezado irmão em UNIDADE!!!
    Sabemos que o tempo inexiste, porém urge o "já não se saber até quando vai a possibilidade de escolha" tão pertinentemente colocado por você.

    Ultimamente, a cada dia que passa, mais e mais, tenho sido visitada pela quietude e pelo silêncio interior; e, uma vez que ainda estamos em meio à matrix, confesso que o desafio tem sido gigantesco, posto que minha alegria reside na serenidade do abandono, mas minha audição ainda capta algum barulho do mundo; bem pouco, confesso, entretanto me distrai e rouba-me, às vezes, a felicidade de comungar com a PAZ do AQUI/AGORA... Tenho feito das leituras das mensagens o meu alento... E se, de fato pudesse, já não conversaria... Mas as minhas atividades ainda requerem de mim "muita escuta" e quando é absolutamente imprescindível eu "também falo"... Contudo, sei que tudo está por um fio e aguardo com meu coração leve e pleno de felicidade.

    Gratidão imensa SEMPRE e profundo respeito a toda essa EQUIPE de colaboradores em todos os âmbitos, que têm nos proporcionado possibilidades singulares de encontros e reencontros com a VERDADE.

    Paz e Bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rendo Graças ao seu comentário Célia!

      Excluir
    2. Que nas mãos do Ser Supremo/o Andrógino/ a UNIDADE PAI/MÃE possamos entregar com ALEGRIA o nosso ESPIRITO, acolhendo - cada vez mais- a LUZ do CRISTO!
      Cumpra-se em nós seguindo a TUA vontade, ó ETERNO!!!
      Amor e Gratidão!

      Excluir
  8. Meu coração está muito alegre de encontrar vocês e essa página.
    Encontro muitas dificuldades com cobranças da minha família com relação a minha vida profissional. Gera muita ansiedade em mim. Que bom encontrar vocês.
    É um sinal de certeza pra mim.
    Estou tentando me contentar com minhas pequenas ressonâncias e sensações..
    Sintam-se unidos a mim meu irmãozinhos.
    Alguém do Tocantins aí?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando estamos no coração, não existe mais País, Estado, Município, cidade, território, região... Somos apenas UM, nesse amor terreno universal, que une todos os seres humanos da terra e toda a criação de vida que habita nele... Portanto, somos de todos os lugares unidos de corações para corações. Lembrando meu irmão estelar e da luz, que muitos irmãos e irmãs terrenos(as) ainda dão muito valor ao efêmero e aos apegos, mas tudo isso passa. Paz e luz em seu coração.

      Excluir
    2. Somos o UM somos o TODO !!!

      Em União!

      Excluir
  9. A esta altura, gostaria de registrar a excelente qualidade dos comentários feitos neste blog, que demonstram predominantemente a profunda ressonância com os intervenientes e suas mensagens. É claro que isso torna o processo de liberação como dos mais fáceis e agradáveis. As exceções a isso são praticamente inexistentes, e ainda assim seriam casos não tão discrepantes, cujas não liberações foram apenas para evitar eventuais polêmicas, mesmo que diminutas. Portanto, gratidão do blog aos seus qualificados leitores, cuja frequência é de admirável constância, cujo número só tem aumentado, e cujos comentários são tão concernentes. É claro também que em se tratando de leitores da Luz, como é o caso, tudo isso não poderia ser diferente. Abraços de puro contentamento a todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Egídio e Cols.,:
      A Transparência captada pelo Coração, sustenta-se por si mesma!
      Prossigamos na vigilância e Oração, com o Cristo, dentro de nós!
      Abraços a Todos, TODOS!!!

      Excluir
    2. Belas palavras Artur!!!
      De Coração a Coração.

      Excluir