JESUS CRISTO - Junho de 2017


Jesus Cristo – Junho de 2017
Mensagem de 04 de junho de 2017 (publicada em 06 de junho)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio





Que minha Paz esteja em cada um de vocês.

Irmãos e irmãs em eternidade, recolhamo-nos um instante na Graça do coração. Eu abençoo cada um de vocês em sua chama eterna. Nesse dia de Pentecostes, que o Espírito de Verdade cubra-os de bênçãos. No Amor, eu honro cada uma de suas Presenças.

...Silêncio...

Como isso lhes foi dito, a ascensão da Terra propriamente falando teve inicio em 08 de março de 2017. Progressivamente, a Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres também como Maria lhes propuseram viver esta forma de comunhão com sua eternidade chamada Teofania, vindo lembrá-los o Juramento e a Promessa antes mesmo do Apelo de minha Mãe. Onde quer que vocês estejam sobre esta terra, e de qualquer origem que vocês venham sobre o plano do efêmero como sobre o plano de Eternidade, vocês são cada dia mais numerosos a viver a Verdade, lhes fazendo descobrir que seu Reino não é desse mundo, que seu Reino está dentro de vocês.

Nesse dia de Pentecostes, e pela Graça da Nova Eucaristia, eu deposito no coração de sua cabeça o Espírito de Verdade, o Paráclito. Enquanto primeiro termo da Nova Eucaristia, hoje, desde esse dia, o coração fusiona com sua cabeça, colocando em movimento em alguns de vocês, e cada dia mais numerosos, o veículo ascensional, lhes dando a manifestar, a viver no seio mesmo desse mundo, os carismas do Espírito aos quais, vocês sabem, não necessita se apegar, mas que são os testemunhos indeléveis de sua Presença eterna na superfície desse mundo.

Eu saúdo aqueles de vocês que ousaram atravessar as últimas portas, abandonando então todo conhecido e vivendo desde agora sua ressurreição. Nesse dia de Pentecostes, a pequena Coroa de sua cabeça, a joia se desenvolve no seio mesmo do efêmero, não dando mais somente a ver, não dando mais somente a entrar em relação com os mundos invisíveis aos seus olhos de carne. A descida do Espírito santo, do Espírito de Verdade vem magnificar a beatitude e a felicidade de seu renascimento na Eternidade.

Minha Mãe lhes disse há alguns dias, as tribulações humanas estão prestes a chegar à sua consciência, permitindo a revelação final se estabelecer. Cada um de vocês é chamado, pela Graça do Espírito santo para viver sua ressurreição. Onde quer que vocês estejam situados, mais ou menos longe de seu coração, a mesma Graça da descida do Espírito se realiza cada dia em um número mais e mais importante de irmãos e de irmãs. Muitos de vocês vivem desde agora a Teofania do Espírito, Teofania perpétua, vindo emergir de seu Coração do Coração no seio desse mundo. Aí está a Paz, a única que é verdadeira; aí está a felicidade, a única que é autêntica.

Eu venho nesse dia bater à sua porta, acompanhando o Espírito de Verdade e a Teofania. Como vocês sabem e como vocês vivem, o que se vive atualmente é o fim de um mundo e a Ressurreição nas Moradas de Eternidade, nas moradas de felicidade. Seu coração se eleva e ascensiona, lhes fazendo comungar neste Espírito de Verdade onde não pode subsistir a menor interrogação, o menor questionamento. Para muitos de vocês, os diversos carismas vão entrar em manifestação, lhes dando de alguma maneira a consolidar sua eternidade neste efêmero que se distancia.

Eu venho convidá-los nesse dia a entregar todas as armas do ego, a se inserir na doçura da Paz e na felicidade da Eternidade. Eu venho nesse dia, acompanhando o Paráclito, para libertar em vocês, se vocês me acolhem, o que pode restar de hesitação ou de incerteza quanto ao que vocês são em verdade. Porque em verdade eu lhes digo, o que eu fiz há dois mil anos, vocês farão o mesmo e bem maior ainda.

O conjunto das sociedades da terra, através das culturas diferentes, das origens diferentes, quaisquer que sejam as crenças, quaisquer que sejam as religiões, quaisquer que sejam os povos, eu dou a cada parte desse mundo a possibilidade de viver a libertação do confinamento, do sofrimento e da Ilusão. Eu venho dar-lhes isso desde o instante em que vocês aceitam a pequenez de todo efêmero, desde o instante em que vocês não olham mais atrás de vocês, nem diante de vocês, mas claro, exclusivamente no interior de vocês, a fim de descobrir sua majestade, sua grandeza, sua verdade.

O tempo é para a união mística com o que eu trouxe e realizei para cada um de vocês na superfície desse mundo. Em verdade, ninguém pode me conhecer se não nascer de novo em sua eternidade. Ser livre é já aceitar o princípio da Liberdade, aceitar a eventualidade de que nada que vocês vivem na superfície desse mundo é verdade, que nada que lhes é conhecido ou conhecível pode ser de alguma utilidade para viver o que vocês são. O que vocês são não tem necessidade nem de condições, nem de crenças, nem de uma forma, nem de um tempo qualquer. Viver e descobrir a Liberdade é estar permanentemente na felicidade e na alegria do coração, sem objeto e sem sujeito, sem intenção, e sem desempenhar nenhum papel na superfície desse mundo.

Cada dia daqui em diante, eu baterei às portas de sua eternidade, que isso seja pela porta KI-RIS-TI, que isso seja pela pequena Coroa de sua cabeça, que isso seja diretamente quando de certas Teofanias. Eu venho convidar cada um de vocês a lavar suas roupas, a se regenerar, a esquecer os sofrimentos, a esquecer os lutos, a esquecer as resistências, a esquecer as influências sofridas no curso de suas peregrinações neste confinamento.

Somente vocês que podem salvar vocês mesmos, desde o instante em que vocês se reconhecem e me reconhecem, não através dos rituais, não através dos dados históricos, mas simplesmente em seu coração, na Liberdade. Lembrem-se, sobretudo, que não há nada a salvar no seio da Ilusão, é necessário a vocês, efetivamente, como eu havia dito, se tornar como uma criança inocente e pura, quaisquer que sejam as nódoas presentes em suas vidas, quaisquer que sejam os desequilíbrios. Busquem seu Reino que está dentro de vocês, e todo o resto decorrerá daí.

Isso é necessário, para muitos de vocês, de não mais se interessar pelo vai e vem desse mundo, pelos jogos da sombra e da luz presentes desde muito tempo nesse mundo – que foi livre há muito longo tempo. É encontrando a verdade de seu coração que vocês se liberam e que vocês liberam o mundo. Reconhecendo-me, vocês se reconhecem, bem acima de minha presença sobre esta terra e de minha história, bem acima de sua primeiríssima vez em encarnação.

A Verdade é simples, tão simples que tudo foi feito no seio desse mundo para distanciá-los, para privá-los. Hoje não há mais nenhum álibi que permaneça no seio desse mundo, no seio da sociedade, como no seio de seu efêmero, para se opor ao Amor.

Eu convido vocês então a depositar seus últimos fardos aos meus pés, eu convido vocês hoje, pela Graça do Espírito santo a se aliviar voltando seu olhar em direção ao essencial. Isso colocará fim, se isso já não foi feito, à sua sede desse mundo, a sua sede de ilusões. É tempo de vocês se darem conta, se isso já não foi feito, de que estritamente nada que vocês possam conhecer das leis desse mundo, pode lhes permitir escapar dele.

As coisas são desde agora diferentes porque as Teofanias, quaisquer que sejam as etapas que vocês tenham podido viver até o presente, e isso desde trinta anos, vêm demonstrar-lhes a verdade do Amor, a verdade da Eternidade, e a falsidade do amor desse mundo. Na verdade, vocês não deveriam confundir o Amor da Vida e o amor desse mundo, mesmo que muitos de vocês tenham sido seduzidos pelas sirenes desse mundo através de uma espiritualidade alterada e incompleta, e com razão. É tempo de se descobrirem livres, não dependendo de nada que tenha feito sua pessoa nesse mundo, não dependendo de nenhuma de suas regras, de nenhuma de suas leis, a fim de se colocarem, o coração leve na lei do Um.

Em algumas semanas ocorrerá o que é chamado o solstício de verão (solstício de inverno no hemisfério sul), festa de São João, momento onde o sol entra, para vocês, no Ocidente e no hemisfério norte, em seu reino. Esse reino do sol chamado “verão” vai tomar um destaque durante esse verão do ano de 2017. Minha Mãe anunciou a vocês o início formal das tribulações humanas. Aceitem isso, mas como graça voltem, cada dia que vai passar até o solstício de verão (solstício de inverno), seu olhar em direção à Verdade, porque nenhum elemento desse mundo no seio desse efêmero é capaz desde agora de traduzir a vocês, de uma maneira ou de outra, esta Verdade.

A matriz Arcôntica, vocês sabem, toca seu fim – ele é irremediável e definitivo. Eu sei, é claro, que muitos de meus irmãos humanos estão desviados da finalização desse mundo, crendo ter que realizar alguma redenção na perpetuação desse mundo. A vida eterna – isso que vocês são – não poderá jamais estar de acordo com o que é falso, com o que é limitado.

O reino dos controladores está terminado. Quer vocês estejam conscientes ou não, quer vocês recusem ou aceitem não muda nada disso, porque vocês irão descobrir em verdade, se isso já não foi feito, que tudo está em vocês, em sua Morada da Paz Suprema, nessa Eternidade e nessa Teofania. Todo o resto é passageiro e vai se apagar definitivamente, trazendo-lhes a Alegria eterna e definitiva. Nenhum prazer desse mundo, nenhum ganho no seio desse mundo poderá jamais satisfazê-los além de sua vida efêmera.

O que eu venho lhes propor neste Pentecostes, é de não mais serem afetados por qualquer ilusão que seja, e de deixar o Amor florir em vocês em cada olhar, em cada palavra, em cada circunstância, mas não levando em conta nada do que pertence a esse mundo.

Eu lhes disse em inumeráveis repetições: vocês estão sobre este mundo, mas vocês não são desse mundo. Esqueçam assim toda culpa, toda retribuição chamada cármica; vocês são livres de toda eternidade. Muito poucos de vocês tiveram a ocasião, nesse ciclo, de verificá-lo e de vivê-lo. Hoje isso está relacionado a muitos, com um número crescente de irmãos e irmãs. Cada dia que passa, cada dia que decorre, lhes aproxima coletivamente da Liberdade.

As circunstâncias humanas desse mundo, nesse mês de junho, vão conduzi-los a deixar suas certezas de segurança de qualquer natureza que seja, vindo lhes mostrar e lhes demonstrar que a única segurança está em sua eternidade e isso não pode comprar com nenhum dinheiro, com nenhum sorriso, com nenhum papel, com nenhum apoio sobre sua pessoa e sobre as leis alteradas desse mundo dual.

O conjunto das religiões, o conjunto dos movimentos espirituais organizados nesse mundo não são mais do que simulacros; a única verdade só pode se apoiar sobre cada um de vocês e interiormente. Desde o instante em que sua consciência se apoia sobre qualquer elemento presente nesse mundo, vocês não são livres, vocês estão acorrentados à lei do carma, vocês são presos nessa matriz que se desfaz. A matriz Crística, e isso lhes foi dito, é a matriz da Liberdade, onde nada pode ser confinado – nem mesmo a Unidade -, de nenhuma maneira. Vocês são perfeitos de toda eternidade em sua eternidade; vocês serão sempre imperfeitos em qualquer pessoa que seja, que essa pessoa seja a mais santa possível, que esta pessoa me tenha desposado conscientemente, e algumas irmãs Estrelas lhes falaram. A única Verdade não depende de nenhuma circunstância desse mundo.

Neste Pentecostes, eu convido vocês a deixar florir as flores e as Graças do Amor, a deixar aparecer, transparecer e emergir, enfim, o Fogo Ígneo no seio desse mundo.

Isso que vocês chamam seus campos de energia vão se transformar, lhes dando a viver em consciência como na carne o que é ser o Caminho, a Verdade e a Vida, não como um ideal ou um objetivo, mas como uma verdade que golpeia a cada respiração de seu coração em vocês. Então eu lhes repito hoje com ainda mais firmeza: “Deixem os mortos enterrarem os mortos”. A única ajuda que daqui para frente vocês poderão trazer a esse mundo, na sua Liberação ou sua Ascensão, não pode vir de nenhum efêmero. Que isso seja um dinheiro, que isso seja um sorriso, que isso sejam as palavras, eles lhes parecerão bem insípidos e bem inúteis em face do poder de seu coração.

É tempo agora de colocar fim a todo jogo no seio do efêmero; é tempo, nesse dia, de finalizar sua liberdade; é tempo hoje de deixar aparecer o que vocês são. E o que vocês são não tem necessidade de sorrisos, o que vocês são não tem necessidade de palavras, o que vocês são não tem necessidade de justificações nem de demonstrações, porque vocês são a prova viva da Verdade. Mais nada poderá alterar esta Verdade desde o instante em que vocês a acolhem, porque são vocês mesmos, definitivamente, que se acolhem.

Em cada Teofania que vocês realizarem com uma intenção em direção a uma pessoa estarei em vocês, vindo magnificar e iluminar ainda mais a verdade de seu coração. Então eu repito hoje: “Amem-se uns aos outros, como eu vos amei”. O julgamento, vocês sabem, pertence à pessoa e a este mundo, e às leis desse mundo. Vocês não podem julgar e serem livres porque vocês não veem a Verdade além de seus sentidos e além de suas percepções.

Viver a Ressurreição nesse período abençoado de tribulações é uma esperança e uma chance inusitada, não em algum futuro, mas sim para viver essa felicidade não dependendo de nenhuma circunstância e, sobretudo, não de seus conhecimentos ou de suas aquisições no seio desse mundo, mesmo que lhes pareçam até esse dia os mais espirituais e os mais luminosos que sejam, porque todas essas experiências que vocês tiveram, todos esses reencontros que vocês viveram, foram apenas uma preparação para viver a Verdade que não é desse mundo.

Nesse dia de Pentecostes e nos dias seguintes mais nada poderá ser mascarado ou escondido, em vocês como no exterior de vocês, colocando abaixo todos os sistemas de defesa, de predação e de escravidão residual existentes.

O fim da Sociedade das Nações, o fim da pseudo-harmonia entre os povos que é somente feita com equilíbrio entre as ganâncias de cada um não terá mais segmento. O único recurso estará dentro de vocês. Eu convido vocês já nesse dia, por antecipação e de maneira solene, a integrar o que vocês são e que não passará jamais, porque todo o resto irá passar e se apagar, deixando o Amor nu, não dependendo de nenhuma forma, de nenhuma pessoa, de nenhuma história, nem mesmo de nenhum mundo.

A Teofania do Espírito e a Teofania perpétua, como as Teofanias com intenção, vão se juntar, como eu lhes disse, a sensibilidade de minha presença em seu coração, colocando fim de maneira forte a tudo que pode restar de crenças, de adesões, de esperanças presentes sobre este mundo.

A Verdade se revela não mais de maneira progressiva, mas para cada um de vocês, com uma forma de fulgurância, uma forma de evidência, onde não há mais lugar para a menor mentira. Ora, esse mundo é uma mentira permanente.

Vocês são a Vida, mas vocês não são esse mundo; vocês são a Vida, mas vocês não são nenhum apego a esse mundo, em qualquer laço que seja ou em qualquer prazer efêmero de suas peregrinações. Mas eu especifico também que cada um de vocês é livre de se estabelecer nesses mundos densos ou de viver o Absoluto, ou de viver o que vocês quiserem não mais nesse mundo, e não mais sobre esse mundo que voltará a ser o mundo da Luz desde o instante em que a Terra liberada será instalada em sua nova dimensão. A maioria de vocês não estará mais presente sobre esta terra, alguns de vocês ficarão como guardiões da Eternidade.

Eu sei, porque eu vejo, que um número sempre maior de vocês aspira só uma única coisa: é o retorno em sua eternidade. Eu lhes digo, aquele que está apegado a esse mundo não pode estar na Vida eterna. É necessário estar apegado à Vida, porque vocês são a Vida e quaisquer que sejam seus prazeres, quaisquer que sejam seus caminhos, quaisquer que sejam suas satisfações nesse mundo, definitivamente, para aquele que está liberado, isso não representa senão fantasias e perdas de tempo. Vocês estão fora do tempo.

Então eu lhes digo hoje: ousem romper os últimos apegos à Ilusão desse mundo, a fim de estar em Vida e em Verdade; não há outro caminho senão esse. Mas a Luz e o conjunto da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres, lhes devolvendo à sua liberdade, lhes deixando livres de se estabelecerem nas experiências que vocês desejarem, mas em nenhum caso elas poderão se desenrolar sobre o que vocês conheceram até o presente.

Muitos de vocês que estavam até o presente na negação e na raiva vão reencontrar o sorriso, porque essas negações e essas raivas, mesmo que elas foram angustiantes para alguns de vocês, se dissolvem com cada vez mais evidência para deixar lugar a isso que tem estado sempre aí.

Não mais estar apegado a qualquer cenário ou qualquer história, ou qualquer carma os isenta, hoje, das leis da matriz, das leis dos Arcontes. Quaisquer que sejam as aparências desse mundo, quaisquer que sejam suas sirenes, quaisquer que sejam suas posses, quaisquer que sejam suas experiências, qualquer que seja a intensidade do que lhes parece ter vivido, isso não representa nada ao olhar da eternidade que vocês são. Então eu convido vocês nesse dia, a se voltarem definitivamente na verdade de seu coração, na verdade da Vida. A vida na superfície desse mundo é possível, é claro, graças ao Amor, apesar do confinamento.

No momento em que muitos de nossos irmãos e irmãs encarnados dormem sempre, ignorando o que eles são, é tempo agora de vir abalar o conjunto da humanidade no seio de suas certezas, no seio de seus moldes espirituais confinados. Muitos ensinamentos lhes foram dados; esses ensinamentos não visavam senão uma única coisa: chegar a este instante o mais disponível possível, o mais autêntico possível, vocês são desde agora suficientemente numerosos a ter vivido isso, e vocês serão ainda mais numerosos a viver pela Graça das Teofanias nos dias e nas semanas deste mês de junho que chega.

Lembrem-se que em quaisquer circunstâncias que vocês tenham que atravessar no seio desse personagem efêmero, que a única coisa que poderá aplacar sua sede, como aplacar toda dor e todo sofrimento, será seu coração e sua eternidade.

Todas as interações chamadas relações sociais, relações afetivas, relações filiais, relações no sistema, qualquer que seja, terminam. Eu convido vocês então à Paz, a única Paz verdadeira e válida aquela que está dentro de vocês, não dependendo de nenhuma circunstância desse mundo, de nenhuma facilidade, de nenhum conforto como nenhum desconforto. Eu convido vocês à eternidade, esta Eternidade que não pode se acompanhar de nenhuma restrição, de nenhum nascimento como de nenhuma morte, onde nenhum sofrimento pode afligi-los, onde nenhuma dúvida pode se manifestar, onde todas as escolhas são possíveis, porque não há nenhuma escolha, senão for aquela de ser Amor e Luz. Todo o resto são apenas os jogos da consciência.

Nesse dia de Pentecostes, eu convido vocês à Paz, não mais somente à Redenção ou ao arrependimento, mas simplesmente para esquecer de tudo o que é passageiro e que passará definitivamente. Esse mundo passa, mas a Vida não pode passar, esse mundo se encerra, é o início da verdadeira Vida, o início da verdadeira Alegria, da verdadeira felicidade, o reino do contentamento. Ela é interior, ela não pode ser comparada a nenhuma alegria desse mundo e a nenhum amor desse mundo, que é apenas um simulacro da Verdade.

Então eu repito: “Eu vos dou minha Paz”, então eu repito: “Deixe o que é morto e o que vai morrer se desprender de você, porque nada do que é morto pode ser verdadeiro”.  É o mesmo para a sua forma, é o mesmo para todos os seus laços e todas as relações que vocês estabeleceram no seio desse mundo. A única relação verdadeira é, desde agora, aquela de seu coração a coração pela Teofania, pelo Caminho da Infância, pelo fato de desaparecer cada vez mais frequentemente nesse mundo. Isso não é triste, isso não é uma perda, mas isso é a Verdade que lhes pertence verificar por vocês mesmos.

Na medida em que vocês desaparecem, na medida em que vocês veem as ilusões desse mundo, vocês constatam com evidência que seu coração está aí, que a Paz está aí, que esse coração a coração é a única Verdade. Apenas vocês que podem verificar. Eu venho não salvá-los, porque não há nada a salvar na Eternidade, tudo já está são e salvo. Somente a personalidade pode ainda crer e esperar salvar o que quer que isso seja de Ilusão, da crença em uma evolução do que é perfeito em toda eternidade. Vejam o subterfúgio dos Arcontes que foi fazê-los acreditar que vocês eram imperfeitos, que vocês deviam corrigir, quando vocês são a Vida, quando vocês são a Verdade. É tempo agora de cessar todas essas máscaras e de jogar o jogo da Liberdade e da Verdade, que não é desse mundo.

Nesses tempos, e como eu havia dito, todos aqueles que manterão a sua vida no seio do efêmero, a perderão, todos aqueles que mantêm a verdadeira Vida em eternidade salvarão o que eles encontraram, que não tem nada a ver com as leis desse mundo, com as formas desse mundo, exceto, talvez, por isso que vocês puderam reencontrar no seio da natureza e que não foi afetado pelo confinamento da humanidade e pelo confinamento da Terra.

Então eu lhes repito uma terceira vez: “Paz a cada um de vocês, Paz na Vida eterna”.

O Fogo do Coração, o Fogo da Verdade, o Fogo da Alegria, entram em manifestação. Os carismas, quaisquer que eles sejam, que vão se manifestar ou se manifestam já, não podem em nenhum caso recolocá-los nesse mundo, mas só podem permitir a vocês de estarem de alguma forma ancorados na Eternidade, na verdadeira Vida.

Então, nesse dia, meu coração exulta, como o seu, desta Verdade anunciada e reencontrada.

Vejam todos aqueles que mantêm os fios desse mundo por isso que eles são: os seres iludidos pela força e o poder da cabeça e que perderam sua Autonomia e sua Liberdade. Eles não são condenáveis nem julgáveis, porque eles poderão dizer eles também, como eu mesmo fiz: “Pai, perdoai-os, eles não sabem o que eles fizeram”. Nenhum de seus irmãos humanos, nenhum de meus filhos portadores de uma alma de início, pode ser julgado. Pode justa e simplesmente se readaptar a isso que ele é durante esses alguns meses que Maria anunciou a vocês desde muito tempo. É nisso que vocês não podem conhecer as razões exatas de um irmão e de uma irmã que lhes parecem o mais oposto à Luz, porque vocês não os conhecem, porque se vocês veem isso, isso quer dizer que vocês não viram além das aparências, isso quer dizer que vocês não viram verdadeiramente, porque senão haveria em vocês o mesmo amor por cada consciência, em qualquer aparência que fosse, em qualquer pretensão que ela se apresenta a vocês. 

O confinamento não vem dos humanos, vocês sabem, mesmo que alguns tenham contribuído jogando o jogo da predação, o jogo da apropriação, que não é nada senão uma forma de egoísmo dissimulado. Isso foi explicado a vocês em numerosas reprises através de todos os falsos espiritualizados. Que isso seja as religiões, que isso seja as organizações, que isso seja os movimentos ditos espirituais, eles são todos ligados, sem nenhuma exceção, a esse mundo, e então à Ilusão nomeada Luciferiana.

Pois a cada um de vocês hoje eu posso dizer: “Você é pedra e sobre esta pedra eu construirei minha Igreja”, que é a Igreja interior, a Igreja exterior é só um substituto que os possui em suas armadilhas, em suas ilusões, em seu disfarce. É tempo hoje que eu venha colocar abaixo, como eu fiz há mais de dois mil anos, todos esses mercadores do templo, todos esses mercadores de ilusões, todos esses mercadores de esperanças, todos esses mercadores de sonhos que não são a Verdade.

Pertence a cada um hoje, pela Graça das Teofanias, não mais acreditar e não mais aderir a estas fantasias. É tempo de serem verdadeiros, não por momentos, mas na permanência do Amor sem nada buscar a compreender, sem nada buscar a discriminar. Amem, amem acima de tudo, sobretudo quando vocês não compreendem, sobretudo quando vocês não sabem, porque aí está o Amor, o mais puro, que não leva em conta nenhum pré-requisito, nenhuma condição nem nenhum objetivo. Aí está a Verdade, todo o resto são apenas as enganações, definitivamente, vocês sabem.

Mas a omissão e o medo conduzem vocês a estas estratégias. O mundo, e a sociedade, regida pela competição e a predação lhes têm obrigado e forçado a se concederem um espaço ilusório de proteção; isso está daqui para frente terminado. Qualquer que seja sua idade, quaisquer que sejam suas posses, vocês só são livres se vocês aceitam deixar morrer e se distanciar o que está destinado a morrer.

Alguns intervenientes lhes disseram, vocês não são esse corpo, vocês não são nada que pertence a esse mundo; é tempo de vivê-lo antes que haja o ranger de dentes, que eles também, de alguma maneira, passarão.

Deixem seu coração ser, não o agarrem a nada disso que pertence à sua pessoa ou à história. É assim que vocês são livres, é assim que vocês estão na Alegria verdadeira e na felicidade. O que lhes diz sua pessoa, o que lhes dizem seus parentes, o que lhes dizem suas leis, o que lhes dizem as regras desse mundo, tudo isso é falso, tudo isso não existe, é um devaneio e um sonho. Então saiam do sonho e vejam, vejam a magnificência, vejam a beleza do que vocês são e que jamais poderá transparecer através da pessoa que vocês jogam nesse mundo.

Então nesse instante, onde quer que vocês estejam, qualquer que seja o dia em que vocês ouvirão minha intervenção de Pentecostes, qualquer que seja o lugar que vocês estejam, eu lhes dou minha Paz eterna, eu lhes dou o perdão, eu lhes dou o que vocês são: esta Paz, esse perdão, este Amor. Não se deixem mais arrastar pelas sirenes da espiritualidade desse mundo, nem se deixem mais arrastar, mas permaneçam na felicidade, todo o resto só faz sobrecarregá-los. Vocês querem a Paz, vocês querem a Verdade? É isso aí, não há outra.

Permitam-me enfim, em qualquer dia e em qualquer lugar que vocês estejam, de realizar agora, na hora de seu escutar, na hora de sua leitura, a Teofania do Cristo, acompanhada pela espada de Miguel, acompanhada pela doçura de minha Mãe, dignem-se a aceitar a oferenda da Paz, a oferenda da Liberdade, a oferenda do Amor. Oremos juntos, não para pedir, porque tudo já está aí, mas para render graças e para a alegria da felicidade, para a alegria da Eternidade.

...Silêncio...

Deem-se a Vida, a Vida eterna onde nenhuma sede pode aparecer.

Que minha Paz esteja em cada um de vocês desde esse instante. Eu rendo graças à sua Presença, ao seu escutar, à sua leitura, eu rendo graças à sua eternidade. Eu rendo graças, neste fim dos tempos da Terra à Vida que corre em vocês, que é vocês.

...Silêncio...

Acolhamos juntos e celebremos a Nova Eucaristia.

...Silêncio...

Eu lhes dou minha Paz e eu absolvo vocês de tudo que vocês podem considerar como um pecado, porque o único pecado é acreditar na Ilusão desse mundo, se privando da Vida eterna e do Amor.

...Silêncio...

Que o Amor infinito da vida se revele em vocês e coloque fim ao motor do sofrimento, ao motor da Ilusão.

...Silêncio...

É tempo agora que eu me cale e que cada um de vocês fique nesse silêncio, nesta Teofania, que não tem necessidade de nenhuma palavra nem de nenhum suporte.

...Silêncio...

Em nome da lei do Um, em nome da Verdade, em nome da Vida, eu honro cada um de vocês, sobretudo aqueles de vocês que estão desviados de minha face ressentidos pelas mentiras das religiões, desviados da fé pelo diabo que não é nada senão Deus.

...Silêncio...

Eu lhes rendo graças e eu lhes agradeço.

...Silêncio...

***

Tradução do Francês: Mariana Anzzelotti
https://lestransformations.wordpress.com/2017/06/05/christ-4-juin-2017/



PDF (Link para download) : CRISTO - 4 Junho 2017


26 comentários:

  1. As circunstâncias humanas desse mundo, nesse mês de junho, vão conduzi-los a deixar suas certezas de segurança de qualquer natureza que seja, vindo lhes mostrar e lhes demonstrar que a única segurança está em sua eternidade e isso não pode comprar com nenhum dinheiro, com nenhum sorriso, com nenhum papel, com nenhum apoio sobre sua pessoa e sobre as leis alteradas desse mundo dual.
    .........
    Nesse dia de Pentecostes e nos dias seguintes mais nada poderá ser mascarado ou escondido, em vocês como no exterior de vocês, colocando abaixo todos os sistemas de defesa, de predação e de escravidão residual existentes.
    .........
    Eu convido vocês já nesse dia, por antecipação e de maneira solene, a integrar o que vocês são e que não passará jamais, porque todo o resto irá passar e se apagar, deixando o Amor nu, não dependendo de nenhuma forma, de nenhuma pessoa, de nenhuma história, nem mesmo de nenhum mundo.
    .........
    No momento em que muitos de nossos irmãos e irmãs encarnados dormem sempre, ignorando o que eles são, é tempo agora de vir abalar o conjunto da humanidade no seio de suas certezas, no seio de seus moldes espirituais confinados. Muitos ensinamentos lhes foram dados; esses ensinamentos não visavam senão uma única coisa: chegar a este instante o mais disponível possível, o mais autêntico possível, vocês são desde agora suficientemente numerosos a ter vivido isso, e vocês serão ainda mais numerosos a viver pela Graça das Teofanias nos dias e nas semanas deste mês de junho que chega.

    ResponderExcluir
  2. Então eu repito: “Eu vos dou minha Paz”, então eu repito: “Deixe o que é morto e o que vai morrer se desprender de você, porque nada do que é morto pode ser verdadeiro”. É o mesmo para a sua forma, é o mesmo para todos os seus laços e todas as relações que vocês estabeleceram no seio desse mundo. A única relação verdadeira é, desde agora, aquela de seu coração a coração pela Teofania, pelo Caminho da Infância, pelo fato de desaparecer cada vez mais frequentemente nesse mundo. Isso não é triste, isso não é uma perda, mas isso é a Verdade que lhes pertence verificar por vocês mesmos.

    ResponderExcluir
  3. Manoel Egídio

    Agradeço por sua dedicação.

    Sds

    Valter Pereira

    ResponderExcluir
  4. Gratidão pelas palavras.

    ResponderExcluir
  5. "...desviados da fé pelo diabo que não é nada senão Deus." Então Deus é o mal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, essa discussão sobre essa palavra "Deus" parece que vai mesmo até o fim (rs). É claro que todo mundo tem lá sua maravilhosa fé, e isso é o conforto maior que todo mundo tem. Então, não entra na cabeça de ninguém que sua fé é no tal "Diabo" (isso é óbvio). É claro, por outro lado, que, quando se acorda mesmo, de fato, pra valer, tendo essa pessoa saído da frente da cena, deixando essa tal pessoa de lado, não sendo mais regido por ela; então, nestas condições sem a pessoa, toda essa história de Deus e o Diabo tornam-se apenas palavras, e aí, a coisa muda por completo e as palavras já não contam, e tanto faz uma como a outra, e nenhuma diferença pode ocorrer entre essas duas palavras. Bem, pelo menos isso posso jurar que comigo acontece assim (rs).

      Então, voltando ao texto: "não é de hoje que essas mensagens fazem constar essa controversa história envolvendo a palavra "Deus", certo?! E porque será que essa história sempre volta?! Será que é porque estes intervenientes nada sabem do assunto?! Será que é porque eles querem causar alguma intriga (rs)?!... Será que eles não sabem que enquanto nós estivermos em alguma crença jamais saberemos o que realmente somos?!... Então, para mim, pelo menos, não há dúvida alguma que essa misturada toda de Deus e o Diabo, neste caso, não é de modo algum para desrespeitar quem quer que seja, com sua fé tão importante, mas sim, para encerrar essa novela milenar, baseada nessa disputa entre Deus e o Diabo, entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, entre o bonito e o feio, entre o rico e o pobre, entre patrão e empregado (rs), entre situação e oposição, entre esquerda e direita, entre o gostar e não gostar, entre o querer e o não querer, entre a virtude e o pecado, entre a luz e a escuridão...

      Enfim, não será jamais como as pessoas querem ou acham, nem mesmo na ilusão desse mundo, que é eminentemente pessoal. Por isso que essas mensagens reprisam muito essa história de Deus e o Diabo, pois enquanto ela continuar, ninguém vai se enxergar, o que equivaleria saber que não é nada de tudo isso. Em outras palavras: "Deus" acabou se tornando uma palavra e uma crença, onde todos continuam na mesma, fazendo a coisa do seu jeito, e achando que o "Deus" vai sempre atendê-lo nos seus anseios, e porque se diz que seja feita a vontade dele só da boca pra fora... E, sobretudo, porque o Deus verdadeiro não tem nome, e porque não se trata de eu e ele, e porque somos um e o mesmo, e porque a Verdade precisa ser instalada nesse mundo... Então, é por isso que as mensagens tentam quebrar esse eixo tão vital para o falso, que, por incrível que pareça, somos nós mesmos, enquanto pessoas. Mas, para compensar, vale lembrar também que esse conteúdo jamais cessou de dizer: "vocês, e nem nós, somos a pessoa, nem o corpo e nem nada disso, desse mundo.

      Excluir
    2. Deus e Diabo significa dualidade, o principio do confinamento é a dualidade, então é óbvio que os controladores da prisão inventariam dois conceitos antagônicos, Bem e Mal, deus e diabo. Quando li sobre deus e diabo ser o mesmo ser, bem no início das publicações da AD não fiquei nem um pouco surpresa ou abismada. Se alguém for ler a bíblia no velho testamento, vai perceber um deus maldoso, injusto, machista,cruel, malvado, vingativo, preconceituoso e elitista, bem diferente do pai amoroso e justo que Jesus evoca no Novo testamento. dá para ver que os dois testamentos falam de um pai diferente,um ser diferente. O pai que Jesus evoca no novo testamento se refere a FONTE, o deus do velho testamento se refere ao deus/rei/diabo que se autointitulou assim para ser adorado e temido, para reforçar a dualidade bem/mal. Para quem está começando agora, a informação pode ser chocante, mas se parar para pensar bem, faz todo o sentido.

      Excluir
    3. Deus é o Todo, a Unidade e abarca tudo O Que É. 😉

      Excluir
    4. Como disse o nosso amado Arcanjo Miguel numa mensagem... Tudo neste mundo foi alterado, manipulado e entre outros. Que a Luz neste mundo é alterada... Quando vários seres da Luz, vieram e nos revelaram quem era esse "deus", não fiquei surpreso, aliás, é como se eu já soubesse disso... Lembrando, que todos nós somos condicionados desde de pequenos pela matriz arcôntica... Quando comecei a exercitar a não dizer a palavra "deus" e não invocá-lo... A graça fez parte de mim, fui tocado pelo espírito santo... Muito me foi dado, pelo Pai, pela Fonte Pai-Mãe, Pelo Criador e Criadora e no aqui e agora estou neste mundo, mas não pertenço a ele. Portanto... Rendo graças ao Pai. Rendo graças a Mãe. Rendo graças aos irmãos e irmãs da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres.

      Excluir
  6. é tanto amor e tanta paz que o coração estremece
    rendo graças

    ResponderExcluir
  7. Bom Dia!
    Gostaria de começar a compreender uma posição sobre esta situação toda...esta duvida me baixa a vibração.. sendo meu "calcanhar de aquiles" nisto tudo.. Estou vibrando AMOR...Sim estou com meu coração totalmente "liberto" Digo que não sei e não consigo explicar ou escrever como me "sinto" ou estou neste momento.. livre!!?? liberta!!?? leve!!?? realmente não sei dizer.. o que procuro compreender é que em sentimento..em emoções.. em SER estou totalmente "completa" porém como pessoa ou identidade (como costumam falar) neste sistema 3 D estou muito "complicada" ou "difícil" .. sei que preciso ficar confiando em meu coração... em meu SER... e seria esta a minha duvida!!! consigo manter o equilíbrio e o pensamento/sentimento positivo até o momento de ser retirada deste estado na pressão das exigências 3D que ainda precisamos para atender as necessidades deste corpo.. COMO VIVER EM ESTADO PERMANENTE 5D?? fica uma situação um tanto irreal de se viver... sentimento/pensamento 5D e a vida diária 3D não sendo atendida por completo, com situações que te baixam a vibraçã...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônima, diria que é impossível viver uma 5D a contento, estando ainda nesta 3D, que, aliás, se arrastará impiedosa até o fim (rs). Diria também que é impossível viver nesta 3D a contendo, pela própria natureza conturbada que a perfaz e a caracteriza, pelo simples fato de ser uma 3D dissociada. Então, o que nos resta é nos perdoar naquilo que ainda nos reste como pessoas, pois daí não se pode mesmo esperar grandes coisas (rs). Então esses altos e baixos acontecem mesmo, e não tem jeito, e é para todo mundo, uns mais outros menos. Portanto não brigar com nada disso, vendo as coisas como elas são, e não como gostaríamos.

      Excluir
    2. Agradecida pelo retorno e compreensão, fico mais tranquila sabendo que não estamos sozinhos nesta caminhada ... Carinho e Muita Luz a Todos...

      Excluir
    3. Praticamente todos estamos no mesmo barco, por isso que estou tranquilo, sereno (risos), nós temos que viver tudo neste mundo, apesar de estar com um pé aqui e outro lá, faz parte do processo, lembrando que somos quase 8 bilhões de seres humanos, e temos que ajudar uns aos outros, através da atração e ressonância... E parte desta tranquilidade eu me reconheço no grupo dos "Os primeiros serão os últimos", apesar de ter despertado em 2010,e a forma como ocorreu o meu despertar, poderia fazer um livro, por tanta graça que passei, vivi experimentei... Confesso que apesar das idas e vindas no efêmero, coisas novas se manifestam, fazendo com que minha tensão para a Luz seja mais forte, então vejo como ponto positivo o desaparecimento e o retorno, é claro estar no silêncio, no amor, na paz eterna é maravilhoso, e quando a gente volta é um caos... Mas a nossa alma precisa destes ensinamentos, ela necessita desapegar totalmente deste plano.

      Excluir
  8. Neste Pentecostes, eu convido vocês a deixar florir as flores e as Graças do Amor, a deixar aparecer, transparecer e emergir, enfim, o Fogo Ígneo no seio desse mundo.

    Indo em Maria: Luz, Luz, Luz!!

    OHLUZ, OHLUZ, OHLUZ!!

    ResponderExcluir
  9. Nooosaa, comprometido com o Pai, como há dois mil anos ... Seu Amor, por nós, é intocável, abrindo um espaço especial aos desviados, ressentidos, ...

    "Somente vocês que podem salvar vocês mesmos, desde o instante em que vocês se reconhecem e me reconhecem, não através dos rituais, não através dos dados históricos, mas simplesmente em seu coração, na Liberdade."

    "Minha Mãe anunciou a vocês o início formal das tribulações humanas."

    "Eu lhes dou minha Paz e eu absolvo vocês de tudo que vocês podem considerar como um pecado, porque o único pecado é acreditar na Ilusão desse mundo, se privando da Vida eterna e do Amor."

    O Amor é mobilizador....
    Amém!!!

    ResponderExcluir
  10. Só para completar cito a seguir um versículo da Bíblia em Isaías 45:7
    "Eu formo a luz e crio as trevas; eu faço a paz, e
    crio o mal; eu o Senhor, faço todas estas coisas."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Pai/Mãe universal, tudo criou... Porque antes de nós sermos criados, tudo já está em manifestação... Por exemplo nos mundos unificados, se você pensar em algo, aquilo acontece, porque tudo já foi criado pelo Pai/Mãe. Então quando ele diz, criei a Luz, portanto ele também criou a sombra, isso remete também as escolhas dos seres universais em viver experiências na dualidade ou unidade. Então ele é o Senhor e a Senhora que tudo criou. É uma verdade que consta na Bíblia, mas se refere ao único Pai/Mãe universal, sendo que ocorre em mundos, onde a Luz é menos presente, e assim ocorreu confinamentos, e seres se investiram em nome do Pai(anjos caídos), mas mesmo assim são cria do Pai/Mãe universal e são muito amados.

      Excluir
  11. Peço luzes para minha dúvida. Ela é referente a origem das mensagens. Tenho conhecimento espírita (Allan Kardec). Pelo que estudei para que um espírito de luz posso se comunicar é necessário que o ambiente e o médium estejam extremamente equilibrado devido nossa vibração / dimensão. Daí pensar em mensagens de Jesus, Maria, anjos... O que leva está comunidade acreditar na veracidade das mensagens.. Não ser estas de um espírito zombeteiro?
    Onde são reconhecidas estas mensagens?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo,

      Consta que a autenticidade do próprio Jesus Cristo foi questionada permanentemente pelos seus opositores. O fato do Cristo dizer que foi enviado pelo próprio Pai, por exemplo, o colocava como blasfemador perante os defensores das doutrinas e das leis de então. Mesmo ele dizendo que o julgassem pelas obras que ele fazia, e não por discussões de crenças religiosas, nada dissuadia ou abrandava seus tenazes perseguidores.

      Então, se essas mensagens "AD" trazem informações que tanto esclarece, que tanto beneficiam, que tanto são confirmadas, que levam até a vislumbrar uma saída luminosa para o impasse e circuito vicioso desse mundo; além é claro, e sobretudo, de repousar nas 12 virtudes mais celestiais e nos pilares do coração, e em especial na importância da sutilização vibratória, alcançáveis tão somente pelo conscientizar-se da ilusão da pessoa... Então, que importância teria essa coisa de saber das origens ou das causas, senão apenas para alimentar o velho confinado mental? E o que se ganharia com isso, senão vãs discussões e retóricas? E que diferença faz saber se se trata de zombeteiro ou anjo, quando o que interessa são as boas ou as más obras? E o que pode dizer o nome, se A ou B, se o próprio Único é inominável?

      Quanto ao pressuposto e pré-requisito da melhor vibração, tanto do médium como do ambiente, isto é o que existe de mais óbvio, desde o mínimo pretender saudável; quanto mais para o nível destas mensagens, cujo conteúdo veio para transcender e para que todos transcendam os ranços do entendimento e enroscos dos embates, típicos da precária vida que se vive nesse mundo.

      Enfim, como diria o Cristo nessa sua segunda vinda, e como disse na primeira: "Se não conseguem ver o que digo, então, que vejam as coisas que faço, que não são para o meu testemunho, mas daquele que me enviou".

      Estas mensagens só podem ser reconhecidas no coração, principalmente se for no coração do coração.

      Excluir
    2. Irmão, desde 1984, com a entrada irradiações e radiações cósmicas(energia da quinta dimensão), que um trabalho intenso de seres universais está sendo realizado na terra e em todo o nosso sistema solar... Os seres universais do qual falo são os Arcanjos que são semelhantes a pássaros, lembrando que eles não tem forma fixa, então sobre o nosso globo, eles procuraram a língua humana mais próxima deles(pássaros), ou mais próxima da língua sagrada, como queiram, então a língua escolhida é o Francês, e dentro da família francesa um médium se destacou, ele tornou-se o canal, é claro que depois que o canal foi estabelecido, a vibração da terra e dos seres humanos se transformou... Bem, então foi feito um trabalho intenso com esse canal, para que ele estivesse na mesma vibração dos seres da unidade, são mais de 30 anos, é bastante tempo, você a de concordar, e o trabalho continua até hoje, mas a nível global... O que leva a cada um de nós que chegamos até aqui, a acreditar na veracidade destas mensagens? Eu resumo assim... Tudo que nos foi dado, tudo que vivemos e experimentamos... Por isso cada um de nós é testemunha da verdade, somente com a entrega do coração, você saberá a verdade, não existe outro meio.

      Excluir
  12. (...)

    "Muitos de vocês vivem desde agora a Teofania do Espírito, Teofania perpétua, vindo emergir de seu Coração do Coração no seio desse mundo. Aí está a Paz, a única que é verdadeira; aí está a felicidade, a única que é autêntica.

    (...)

    A Teofania do Espírito e a Teofania perpétua, como as Teofanias com intenção, vão se juntar, como eu lhes disse, a sensibilidade de minha presença em seu coração, colocando fim de maneira forte a tudo que pode restar de crenças, de adesões, de esperanças presentes sobre este mundo.

    (...)

    Pertence a cada um hoje, pela Graça das Teofanias, não mais acreditar e não mais aderir a estas fantasias. É tempo de serem verdadeiros, não por momentos, mas na permanência do Amor sem nada buscar a compreender, sem nada buscar a discriminar. Amem, amem acima de tudo, sobretudo quando vocês não compreendem, sobretudo quando vocês não sabem, porque aí está o Amor, o mais puro, que não leva em conta nenhum pré-requisito, nenhuma condição nem nenhum objetivo. Aí está a Verdade, todo o resto são apenas as enganações, definitivamente, vocês sabem.

    (...)

    É tempo agora que eu me cale e que cada um de vocês fique nesse silêncio, nesta Teofania, que não tem necessidade de nenhuma palavra nem de nenhum suporte."

    Paz e Bem em todos os corações!!!

    ResponderExcluir
  13. A matriz Arcôntica, vocês sabem, toca seu fim – ele é irremediável e definitivo. Eu sei, é claro, que muitos de meus irmãos humanos estão desviados da finalização desse mundo, crendo ter que realizar alguma redenção na perpetuação desse mundo. A vida eterna – isso que vocês são – não poderá jamais estar de acordo com o que é falso, com o que é limitado.

    O reino dos controladores está terminado. Quer vocês estejam conscientes ou não, quer vocês recusem ou aceitem não muda nada disso, porque vocês irão descobrir em verdade, se isso já não foi feito, que tudo está em vocês, em sua Morada da Paz Suprema, nessa Eternidade e nessa Teofania. Todo o resto é passageiro e vai se apagar definitivamente, trazendo-lhes a Alegria eterna e definitiva. Nenhum prazer desse mundo, nenhum ganho no seio desse mundo poderá jamais satisfazê-los além de sua vida efêmera.




    Entrei neste mundo apenas para contemplar este evento.

    ResponderExcluir