ANAEL - Outubro 2017


ANAEL - 17 de Outubro de 2017
Mensagem de 17 de outubro de 2017 (publicada em 21 de outubro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio




Eu sou o Arcanjo Anael. Bem amados Filhos da Lei do Um, instalem-nos juntos no silêncio do Coração, antes de me expressar.

…Silêncio…

O que tenho hoje para dizer é simplesmente propor alguns elementos muito simples, que não são nem complicados nem complexos, e que vão consistir, de um modo geral, em utilizar o próprio corpo, as vossas mãos, para favorecer o que foi explicado por Maria e pelo Arcanjo Miguel referente ao retorno ao coração, a reversão final. Há, no entanto, alguns elementos facilitadores que gostaria de expor, relativamente a este retorno ao coração, que pode ser facilitado com a ajuda do vosso corpo, das mãos. Esses elementos são apenas para vos dizer de que forma isso se vai fazer de um modo muito simples, fazendo ressoar o vosso corpo e as vossas mãos da forma seguinte.

Ireis então utilizar o vosso corpo, se assim for necessário, a fim de conduzir, pela consciência e pelo gesto, a própria consciência  a seguir apenas para o coração. Alguns elementos foram dados quando dos Casamentos Celestes, relativamente ao que foi chamado as Estrelas e as Portas. Existem muitos esquemas, muita informação localizando essas Portas e essas Estrelas.

Como vocês sabem, nestes tempos, no que é dado a viver, quer dizer o vosso retorno à Eternidade, as coisas sãs realmente muito simples. O mecanismo de retorno para o Coração é um mecanismo inato e natural, que no entanto, devido aos hábitos tomados neste mundo, nem sempre é possível ressentir e compreender. Lembro simplesmente que as Portas do vosso corpo, assim como os novos corpos, são pontos de ancoragem, os nós de distribuição da Luz Vibral, Luz Vibral que tem seguido, ao longo dos últimos anos, alguns circuitos. Que eles sejam do vosso conhecimento ou desconhecidos, pouco importa, apenas importa, hoje em dia, não é saber para que servem as Estrelas ou as Portas, mas simplesmente saber onde ficam situadas, ainda que de forma aproximada, para vos permitir, servindo-vos das vossas mãos, acompanhar por ressonância esse retorno ao Coração do Coração.

Os elementos prévios que tenho a comunicar não são a localização desses pontos, que irei chamar pelo nome correspondente. Vou deixar-vos procurar por vós mesmos, a localização anatómica, sobre o vosso corpo, desses locais particulares por onde é ancorado e se desdobra o Corpo de Eternidade. A primeira coisa, quando digo que vocês vão utilizar as mãos, será apenas para utilizar um dedo, que é o indicador. Na verdade, o indicador é o que indica o caminho. Além disso, o indicador é o lugar onde nasce o meridiano do intestino grosso. É o único meridiano da medicina chinesa que termina do lado contralateral, quer dizer do lado oposto do corpo. Assim, se o meridiano do intestino grosso nasce do lado esquerdo ao nível do dedo indicador, terminará ao lado do nariz, do lado direito, e vice-versa para o outro lado.

Essa noção de retorno, inscrita nesse meridiano, está em total concordância com o princípio de reversão, de retorno ao Coração, que muitos de vocês já vivem, e isso, eu especifico, independentemente das condições prévias que já conheceis, quero dizer, as Coroas, o Canal Mariano, o Canal do Éter, a Onda de Vida, o Coração Ascensional ou as Coroas da Cabeça.

O Corpo de Existência, liberado do Sol, progressivamente aproximou-se do corpo efémero. Quer vocês o percebam ou não, quer vocês o sintam ou não, quer vocês vivam ou não os aspectos referentes à nova consciência, consciência do Ser ou da Eternidade, isso não muda nada. Assim, fechando as vossas mãos e apontando os indicadores, ireis, de alguma maneira, ao colocar o dedo sobre uma das Estrelas ou das Portas, canalizar e dirigir o fluxo Vibral, assim como a consciência. O desenrolar do Corpo de Existência se realiza, quer estejamos conscientes disso ou não. Isso também  quer dizer que já não existe nenhum Corpo de Existência prisioneiro do Sol. Vocês têm todos, sem nenhuma exceção, conscientes ou não, lúcidos ou não, ressintetizado o Corpo de Existência ao nível do corpo físico. Vocês foram todos, sem qualquer exceção a não ser, claro, os portais orgânicos, revestidos desse Corpo de Eternidade, mesmo que não tenham ainda disso consciência, dessa vibração, ou dessa energia.

Como eu dizia, esse Corpo de Existência expandiu-se a partir da Coroa da cabeça e do que chamamos as doze Estrelas, ao nível do corpo no que chamamos as Portas e os novos corpos. Esses Corpos estão na maioria situados ao nível do vosso tronco, excepto 3 deles, nomeados 11º, 12º e 13º Corpos, que estão situados no rosto. Estes não nos interessam muito hoje, porque fizeram parte dos ensinamentos já dados por Um Amigo,  há muito tempo, em particular através de alguns gestos, que permitiram reunir o 11º, 12º e 13º Corpos.

O interesse, hoje, é de fazer a experiência do que acontece quando os indicadores são colocados, ao mesmo tempo, sobre algumas Portas ou algumas Estrelas. Como vocês sabem existe um número importante de combinações possíveis entre dois dedos, 12 Estrelas, 12 Portas, e certos pontos, como o ponto central da Cabeça, ou ainda certos pontos dos Novos Corpos, que são localizados ao nível, por exemplo do queixo, ou do sacro.

Falaremos, essencialmente, dos circuitos que vão, justamente, permitir a vocês viver, conscientizar, esse famoso retorno ao Coração, e volto a dizer de novo, sem alguma necessidade de ignição das Coroas, ou dos circuitos vibratórios ligados ao Corpo de Existência. Pelo facto da presença do Corpo de Eternidade, consciente ou não, dublando de algum modo o corpo físico, vai ser possível, colocando os indicadores sobre alguns desses pontos, num espaço muito curto, alguns segundos ou um minuto, favorecer o movimento da vossa consciência, do vosso conhecido, se deslocar, se assim posso dizer, ao nível do Coração do Coração.

Existe um número importante de combinações possíveis, conforme os lugares onde colocam os dois indicadores. A primeira das conexões entre a consciência comum  e a consciência de Ser e a vivência dessa Existência, diz respeito à colocação em ressonância de uma Porta com uma Estrela que porta o mesmo nome. Alguns desses circuitos, são já conhecidos, particularmente o que corresponde à Lemniscata Sagrada, ou, dito de outro modo, à ignição da Merkaba Interdimensional pessoal. Isso já foi explicado e não nos interessa para hoje. O mais importante é então a ancoragem e a manifestação, bem como o desdobramento desse corpo de Eternidade, mesmo dentro da consciência comum, que acompanha o face a face último, dando, então, para além da energia e da vibração, a constatar a mudança de posicionamento da vossa consciência que se posicionará por si mesma seguindo a Luz Vibral até ao Coração do Coração. A primeira colocação em ressonância a experimentar é então de juntar cada Estrela com a Porta que tem o mesmo nome. Isto, para facilitar que aqueles de entre vocês que não sentem nem a energia nem a vibração, possam, por fim, o sentir. Volto a repetir que não é necessário nenhum pré-requisito, que não há nenhuma condição prévia para realizar isso. A colocação em ressonância, com a ajuda dos indicadores, das Portas e das Estrelas com o mesmo nome, favorece a emergência do Corpo de Existência no seio da consciência comum, e permite também o afastamento dessa consciência comum, favorecendo a emergência da supraconsciência. Existe um certo número de Portas e de Estrelas que podem ser ligadas da forma que vou descrever. Esta lista não é exaustiva, compete a cada um de vocês de fazer a experiência se assim o sentir. Perante a inocuidade e a rapidez do exercício, apenas vos posso encorajar, onde quer que vocês estejam situados, a verificar por vós mesmos o que vos digo.

No que diz respeito ao retorno ao Coração, ao facto de vocês se reencontrarem, de viverem o Coração do Coração e o Santo dos Santos, existe um certo número de Portas e de Estrelas que são para privilegiar, ao nível da colocação dos indicadores. Proponho, agora, dar-vos uma lista desses pontos, que são os mais susceptíveis, não a ajudar em qualquer melhoramento da vossa pessoa, nem mesmo de qualquer potencial espiritual, mas bem mais, simplesmente, de favorecer, de facilitar o regresso ao Coração e o facto de vos reencontrardes.

Algumas dessas Portas e dessas Estrelas, podemos dizer que têm uma certa prioridade de acção. Vamos vê-las antes de vos dar essas associações. Comecemos, se quereis, pelas Portas. Ao nível do vosso peito, existe a porta AL, a Porta UNIDADE, a Porta OD, a Porta ER, e agora a porta IM, desde há pouco tempo. Se necessitarem de outras explicações, em relação ao posicionamento anatómico ou em relação às suas funções, podem consultar o que já foi amplamente descrito, amplamente reproduzido em forma de diagramas.

Agora, ao nível das Estrelas. As Estrelas mais importantes, em relação com o retorno ao Coração, são a Estrela AL, ponta em baixo, ao nível do Triângulo do Fogo, quer dizer, a Estrela AL, não junto à raiz dos cabelos, mas junto à raiz do nariz, as Estrelas PROFUNDIDADE, UNIDADE e KI-RIS-TI. A junção, quer dizer, os dois indicadores não serão aqui pousados sobre as Estrelas e as Portas com o mesmo nome, mas de forma a favorecer o movimento do qual vos falo.

Utilizar os indicadores do lado esquerdo ou direito, pois há uma lateralidade, tem aqui pouca importância. Pode ser o indicador esquerdo para o lado esquerdo e o indicador direito para o lado direito, ou os dois indicadores do mesmo lado, isso não altera nada, não se trata aqui de circuitos de energia, propriamente, como já disse, mas de circuitos de ressonância cuja especificidade é de drenar, de canalizar o fluxo Vibral assim como a consciência e a energia, para o Coração do Coração.

Quais são essas combinações que vocês podem utilizar? Primeiro, o indicador esquerdo ao nível da Porta UNIDADE e o indicador direito ao nível da Estrela PROFUNDIDADE. Cada uma das combinações que irei dar, tem a mesma função, o mesmo efeito. Não posso dizer qual será, para cada um de vocês, a mais evidente, mas, na medida em que basta pousardes o vosso indicador durante alguns segundos, até um minuto, isso não é restritivo e dará uma facilitação entre o personagem ainda presente e a Eternidade que se revela. O primeiro circuito é então realizado entre essa Porta UNIDADE acima do peito do lado esquerdo, e a Estrela PROFUNDIDADE situada no lado direito na parte de trás da cabeça.

Existe um circuito cujo efeito é o mesmo e que consiste em colocar o indicador esquerdo ou direito, pouco importa, ao nível da Porta OD na ponta do externo, e o indicador, esquerdo ou direito, ao nível da Estrela OD. Existe também um circuito que vai de OD, Porta ou 8º Corpo, até à Estrela PROFUNDIDADE. Sendo a Estrela PROFUNDIDADE situada do lado direito, é preferível utilizar o indicador direito, ao nível dessa Estrela, e o indicador esquerdo ao nível de OD ou 8º Corpo.

Todos os circuitos, dois a dois, que vos dei ao nível das Portas e das Estrelas, podem ser utilizados indiscriminadamente nesse retorno ao Coração, para favorecer o vosso reencontro. A Porta ER ou 9º Corpo, pode ser conjugada com a Estrela KI-RIS-TI ou com a Estrela UNIDADE. A Porta AL tem aqui pouco interesse. A Porta IM, situada sob o queixo, que recordo que está em ligação com o novo Corpo Espiritual chamado "comunicação com o Divino", pode ser também utilizada, colocando um dos indicadores sob o queixo, com o outro indicador, esquerdo ou direito, ao nível da Estrela AL.

Qualquer que seja a vossa escolha, podem existir pequenas diferenças, de percepção ou de vivência, consoante a vossa configuração individual, mas qualquer que seja a vivência do momento, o conjunto desses gestos utilizando as Portas e as Estrelas, vai permitir simplesmente que vos reencontreis no Coração do Coração. Não se trata aqui de vibração ou de Coroas, é simplesmente questão, aqui, da vossa Eternidade, não esquecendo o que vos foi dito muitas vezes: "Os primeiros serão os últimos e os últimos serão os primeiros."

Entre as Estrelas que citei, e as Portas que citei, respeitando a esse retorno, o número de combinações é limitado. Não os irei referir todos detalhadamente, pois é evidente que entre as Portas e as Estrelas, quaisquer que sejam, entre as que já comuniquei, não há nenhuma diferença quanto ao resultado. O corpo físico, quer o chameis saco de carne, ou templo, e na hora actual, isto desde a instauração das Teofanias, mesmo se vocês não vivam as vibrações, torna acessível deste modo extremamente simples, o ressoar, não na história pessoal, mas diretamente no Corpo de Eternidade. Não quero dizer com isso que irá permitir perceber as vibrações, ou mesmo a energia, mas perceberão claramente os efeitos sobre a consciência.

Lembro a vocês que são utilizáveis as Portas OD, ER, IM e a Porta UNIDADE Não é útil nem desejável tocar a Porta KI-RIS-TI, tendo ela mesma recebido o impulso metatronico há alguns anos. Também não é útil ou desejável trabalhar sobre a Porta AL, mas a Estrela AL, sim. Ao nível das Estrelas, volto a dizer, a Estrela AL ponta em baixo, a Estrela OD, a Estrela UNIDADE, eventualmente a Estrela KI-RIS-TI, mas antes de tudo, ao nível das Estrelas, a Estrela PROFUNDIDADE. Não há necessidade de fazer qualquer referência com as Irmãs Estrelas, nessas Estrelas que lhes correspondem na vossa cabeça. Não é preciso, volto a dizer, sentir a energia ou a vibração, mas vereis os efeitos na vossa consciência.

Trata-se de elementos simples mas importantes. É evidente que, se vocês já vivem o Fogo Ígneo, ou a Coroa Ascensional do Coração, isto tem pouco interesse para vocês, mas, no que diz respeito ao conjunto dos humanos que não viveram nenhum dos processos descritos, isto vai representar uma vantagem considerável, que é efectivamente de facilitar, quaisquer que sejam as resistências, os hábitos, ou as memórias, quaisquer que sejam os apegos e as ligações com a matéria, de favorecer o retorno à Eternidade, e colocar a vossa consciência de forma cada vez mais simples e evidente, na vossa Eternidade, no Coração do Coração.

As outras Estrelas e as outras Portas não são aqui mencionadas porque há, é claro, indicações mas não têm aqui importância, nesse retorno ao Coração, no facto de vos reencontrardes. Mesmo o chacra do coração não é para ser tocado através desta técnica. O trabalho faz-se diretamente pela injunção da Luz através dos indicadores e pela ressonância induzida, pela ressonância induzida localmente sobre cada um dos vossos indicadores, mas também entre os dois indicadores e entre a Porta e a Estrela. Não se trata aqui de um movimento da energia, mesmo se, claro, os de entre vocês que vivem a energia ou a vibração, ressentirão um certo número de circuitos, um certo número de vibrações, não necessariamente nos locais onde estão colocados os indicadores.

Não me compete a mim desenvolver isso, porque isso aparecerá naturalmente, no momento em que chegar a hora, do mesmo modo que não é necessário dar o nome dos músculos que são utilizados na caminhada para poderem caminhar. Trata-se aqui de um impulso. Falei há pouco do impulso metatronico, que foi vivido a nível da Porta KI-RIS-TI das costas, há alguns anos. O agente operacional não é mais exterior a vocês, são vocês mesmos. Aí está a grande novidade. Não serve para nada querer propor isto a um irmão ou irmã humanos. Isto é para ser utilizado exclusivamente sobre o seu próprio corpo e não em nenhum outro. Não há aqui nenhuma virtude terapêutica, nem nenhuma virtude para melhorar a vossa pessoa, em qualquer aspecto que seja, mas isto tem a ver real e concretamente com favorecer a vossa consciência para se dirigir ao Coração do Coração.

Esta exposição é um resumo, mas descreve o essencial do que pode ser feito como gestos. Tenham em mente que é breve, que é simples, que não precisa ser feito durante muito tempo, que pode ser repetido quantas vezes vocês quiserem, durante alguns segundos. Quantas vezes quiserem não quer dizer de hora a hora. O mais provável, conforme o vosso estado de consciência é que vocês constatem um efeito imediato. Nalguns casos mais resistentes, se assim posso dizer, irão sentir a necessidade de testar dois ou três circuitos, tal como foram dados. Para muitos de vocês, isto facilitará o retorno ao Coração do Coração, porque a consciência seguirá a vibração - sendo a consciência vibração, recordo a vocês -, o pré-requisito de que a consciência seja instalada no Coração do Coração para viver a Última Presença, o desaparecimento, e a Ressurreição dentro da Eternidade, totalmente.

Se existem pontos que não pareçam evidentes nesta curta apresentação que fiz, convido a que vocês me peçam agora esclarecimentos.

Vocês não precisam de ficar presos numa qualquer postura. Vocês apenas precisam dos vossos indicadores. Quero dizer com isto que, neste processo, não há mais utilidade na utilização de quaisquer óleos essenciais ou de quaisquer cristais. A Luz que está presente, mesmo se vocês não a percebem, permite isso, independentemente da vossa consciência ou das vossas resistências.

Existem perguntas com respeito a esta técnica tão simples?


Questão : podemos encadear circuitos diferentes e, em caso afirmativo, quanto tempo devemos aguardar?

É possível que na primeira tentativa vocês se sintam a tatear. Podem realmente tentar muito rapidamente todas as combinações que vos vierem à cabeça em relação às Estrelas e às Portas que nomeei. Não serve para nada, aqui, trabalhar de Estrela a Estrela ou de Porta a Porta, como foi ensinado para a ativação dos novos corpos, ou para os três estágios, corpo-alma-Espírito, tal como foi explicado por Um Amigo. A função aqui, repito, é exclusivamente de permitir o retorno à Eternidade, de o facilitar, de o favorecer, ainda que não tenham ainda a percepção das energias ou a experiência da vibração.

O tempo a utilizar será sempre até um minuto. Não é conveniente manter esse gesto numa posição que dure vários minutos ou horas. Na primeira vez, vocês podem testar as diferentes combinações mas, como eu disse, sejam quais forem as vossas condições particulares, onde pode realmente haver diferenças menores, o resultado, quando alcançado, é sempre o mesmo: a experiência da consciência da Eternidade, mesmo que não haja previamente nenhuma vibração experimentada ou percebida.

Outra pergunta.


Questão: Se praticarmos isso à noite, pode ser um inconveniente para o sono?

Não há nenhuma diferença entre ser de manhã, à tarde ou à noite, pode ser em qualquer horário ou em qualquer dia da semana. Não procurem, através destes simples gestos de regresso à Eternidade, uma qualquer ação terapêutica, ou sobre o sono, ou sobre qualquer outra coisa, pois vocês não o conseguirão. Trata-se apenas do ponto de vista da consciência e de nada mais. Não façam disto um exercício habitual ou quotidiano. A partir do momento em que o Coração do Coração é vivido, mesmo que seja de forma efémera, é possível reproduzir esse gesto algumas vezes por dia, mas vocês verão facilmente que não precisam mais dele.

Não se trata de reequilibrar o que quer que seja dentro da vossa pessoa, ou de melhorar qualquer problema que seja. Trata-se exclusivamente de facilitar o movimento da vossa consciência do efémero para o Eterno e instalar a vossa Eternidade. Para a instalação da Eternidade, lembro, basta que esse estado tenha sido vivido uma vez, mesmo se não está completamente instalado, para estar certo de o viver quando chegar a hora. Não forcem nada, lembro, pois alguns dentre vocês estão numa posição em que precisam de esperar o Apelo de Maria para o viver. Não há urgência, nem deve haver precipitação, nem é imperioso. O mais importante é notar a mudança que acontece na vossa consciência, e não no vosso corpo ou na vossa mente, nem nas vossas emoções, nem nas vossas doenças, mas apenas no essencial, o Coração do Coração.

Se, no entanto, há efeitos ao nível da pessoa, não atribuam isso aos gestos que vocês praticaram, mas apenas ao Coração do Coração, à Inteligência da Luz. Como vocês sabem, aqueles que o vivem, a instalação definitiva no Coração do Coração é acompanhada por uma forma de regeneração do vosso corpo para que ele se torne mais permeável, por assim dizer, no momento do planeta grelha final e não quando do Apelo de Maria.

A utilização dos dedos, dos indicadores, é primordial e expliquei porquê, porque no vosso indicador assim como no corpo de Existência  está inscrito o próprio princípio da reversão, realizado conforme foi estipulado pelo Arcanjo Uriel. Miguel falou sobre isso. Portanto, não tem uma virtude de melhoria de qualquer coisa diretamente, nem qualquer efeito terapêutico de qualquer tipo. É claro que, uma vez que a consciência esteja instalada no Coração do Coração, tudo é possível, mas não pensem jamais que foram apenas os vossos indicadores pousados nestes pontos do vosso corpo que resolveram o que quer que seja. Isso simplesmente permite modificar o ponto de vista e deixar aparecer a consciência da Eternidade, assim como tudo o que tem a ver com a Alegria, o Amor, a Luz, a Infância e a Simplicidade, que são também, lembro, facilitadores, tal como foram comunicados por algumas irmãs Estrelas, desde há muito tempo.

Também não é para praticar regularmente, nem todos os dias ao nascer ou ao pôr-do-sol, sistematicamente. Assim que notarem a mudança na localização da vossa consciência - e o marcador principal é a Alegria sem motivo - não serve para nada fazer isso de novo. Não se trata de uma prática habitual ou diária. Da mesma maneira que o impulso metatronico que ocorreu em determinado momento, este impulso que vocês realizam não precisa ser repetido. Não é um yoga, não é a ativação de uma função espiritual ou de um novo corpo, é, pura e simplesmente, um facilitador para a instalação no Coração do Coração.

É preciso mais algum esclarecimento acerca disso?

...Silêncio ...

Se não há mais perguntas, e para aqueles que praticaram os diferentes yogas, recordem: antes mesmo de terem sido apresentadas todas as Estrelas, a sua localização e a sua activação, foram informados do que foi nomeado as Chaves Ascensionais, coletivas e individuais, com o uso, nessa época, de cristais específicos talhados em certas formas. Não se trata de regressar a isso, mas vocês podem ver a dinâmica: o desbloqueio do Bem e do Mal ao nível das Estrelas ATRAÇÃO e REPULSÃO, favorecendo o movimento da Luz transmitida a partir de três fontes para ir penetrando a vossa cabeça e progressivamente vindo permeabilizar o Canal do Éter, activando os chacras e os novos Corpos.

Essa implementação foi feita inicialmente sobre o eixo central até ao primeiro chacra, o que permitiu, para alguns, a liberação da Onda de Vida no momento da liberação da Terra, do núcleo cristalino da Terra. De seguida, outras estruturas se formaram para além das Coroas, principalmente o Canal Mariano, que ao longo do tempo se foi aproximando do eixo central. Paralelamente, no yoga da Unidade e da Verdade, o corpo, a alma e o Espírito foram afirmados através do uso das mãos colocadas em determinadas Portas simétricas: nas dobras da virilha, PRECISÃO e PROFUNDIDADE; na parte baixa das costelas, ATRAÇÃO e VISÃO; na parte de cima das costelas, AL e UNIDADE.

O que proponho hoje é diferente, não diz respeito à pessoa e portanto não diz respeito a uma qualquer melhoria da pessoa, mas apenas à revelação e implantação da vossa Eternidade, que hoje é a maior prioridade - e ela se tornará em breve a única. Não haverá outras, nem em relação com o vosso corpo, nem em relação com qualquer desconforto que seja, porque doravante, como disse, cada vez mais, e cada vez mais frequentemente para os irmãos e irmãs humanos, é isso que realiza o trabalho. Foi constantemente dito para ficarem tranquilos, ociosos, em silêncio, em acolhimento, colocados entre os quatro Pilares do Coração. Hoje, vocês não precisam mais deste ascetismo ou desta prática em relação ao vosso efémero, porque a partir do instante em que o pensamento ou a ação é seguida pela consciência , é inútil usar a Luz Vibral autêntica para resolver qualquer problemática relacionada com a pessoa. Hoje, o Coração resolve tudo, sem qualquer exceção.

Não é mais o caso para que vocês se questionem ou queiram aperfeiçoar o que quer que seja do vosso efémero. Lembrem-se que Maria, nós, Arcanjos, e muitos Anciãos, dissemos que cada um de vocês está exatamente no local certo para viver o retorno à Eternidade. Que isso seja uma doença, que esteja relacionado com um sofrimento, com uma separação, com uma doença mortal, isso não muda nada a não ser para o ego. O ego não tem nada a ver com o Coração. O Coração transcende o ego, e isso é feito de forma evidente. Eu não disse com isso que vocês não devem cuidar do vosso corpo, mas cuidem dele com o que depende desse mesmo corpo, isto é, a energia, a matéria, todas as técnicas conhecidas.

A técnica simples que acabei de comunicar não é para ser usada em ninguém além de vocês e não tem como objetivo melhorar o que quer que seja na vossa pessoa, mas apenas deixar aparecer o Coração do Coração que é, lembro, ele mesmo, resolutivo, mas que jamais dependerá de qualquer compreensão, de qualquer vontade de melhorar o que quer que seja. Isto é para avisar vocês, se na vossa cabeça há neste momento a ideia de se juntar ao Coração do Coração com o objetivo de curar alguma coisa, bem, aí ireis observar exatamente o contrário.

Peço então para serem extremamente neutros, para não terem nenhum pensamento particular quando colocam os vossos indicadores, quaisquer que sejam a Porta e a Estrela utilizadas. Não façam isso com qualquer objetivo, não façam pedidos, pois arriscam a causar outra coisa qualquer. Pensem em flores, pensem na natureza, mas não pensem em vocês, e lembro que devido à pouca duração do exercício, não há o risco de entrar em pensamentos, em emoções ou em qualquer outra coisa. A vossa neutralidade é importante no momento em que aplicais os vossos dedos. É por isso que é imperativo não ter nenhum objetivo nem intenção. Eu já vos disse para o que é que isso servia, é inútil repetir antes de experimentar, é especialmente inútil subentender que é um melhoramento qualquer que seja a nível do personagem. Repito uma segunda vez: cada um está exatamente no melhor lugar para viver o retorno à Eternidade, o Apelo de Maria e o planeta grelha final, o que quer que vocês pensem hoje acerca disso.

Têm outras perguntas?

...Silêncio...

Se ainda tiver tempo, e se existem outros tipos de perguntas, não pessoais, de qualquer forma, em relação à Eternidade, estou disposto a responder.

...Silêncio...

Aproveito então a oportunidade para lhes dar mais alguns elementos. Se fosse preciso estabelecer uma forma de hierarquia de ação dessas diferentes Estrelas e Portas, vocês podem verificar, a Porta UNIDADE e a Estrela UNIDADE seriam as mais importantes. O que se denomina PROFUNDIDADE - e que, como sabem, corresponde a Teresa - permite realmente que vocês sejam mais profundos e que não se deixem ser engolidos pelo efémero. Não há nenhuma associação de Porta/Estrela melhor que uma outra mas existem realmente algumas Portas e Estrelas mais importantes que outras. UNIDADE e PROFUNDIDADE têm certamente uma ação mais importante, em todo o caso para a maioria, por uma simples razão: a Porta UNIDADE está à esquerda, a Estrela PROFUNDIDADE está à direita. Há então, aqui também, um cruzamento. Falei, por exemplo, antes deste exercício, de conjugar as Estrelas com as Portas do mesmo nome. Se conjugarem a Estrela UNIDADE com a Porta UNIDADE, usando os indicadores, trabalham sobre a Unidade. Além do mais, ficam do mesmo lado.

Lembro a vocês que o Canal Mariano, para aqueles que o viveram, junta-se ao eixo central passando pelo ombro e pela Porta UNIDADE. A PROFUNDIDADE é simplesmente o movimento aparente da consciência desde a manifestação até à Essência. AL, não a Porta AL que corresponde à alma, mas a Estrela AL retornada na ponta em baixo, é a consumação pelo Fogo do Espírito, ou Fogo Ígneo. A Estrela KI-RIS-TI está, naturalmente, relacionada com a vibração particular de Cristo, fazendo viver a nova Matriz Cristica, e também é o Corpo de Eternidade, mas não vos facilita, tal como disse, a passagem ao Coração do Coração.

Vão para o essencial, para a simplicidade. Vocês não precisam de bagagem intelectual, apenas precisam dos vossos indicadores e de saber onde ficam os pontos, Portas ou Estrelas, que nomeei.

Por exemplo, seria inútil, e isso é possível, querer desencadear a ignição da Merkaba Interdimensional pessoal sem que o Coração do Coração esteja presente. Caso contrário arriscam experimentar inconvenientes desnecessários. É por isso que o principal é esse retorno ao Coração e, não mais, agora, a activação dos novos Corpos, das Estrelas, da Onda de Vida ou das vibrações relacionadas com as Coroas, com o Coração Ascensional ou com o Fogo Ígneo, especialmente para aqueles que não experimentaram esses processos vibratórios. A consciência está agora ligada ao Corpo de Eternidade e o pensamento está ligado à consciência. Trata-se aqui da co-criação consciente que já foi longamente explicada. É dentro dessa co-criação consciente que dei este exercício bastante simples.

...Silêncio...

Alguns de vocês a quem tive oportunidade de falar, mais detalhadamente, de forma íntima e particularmente, nalguns casos e cada vez mais,  puderam constatar que nestes últimos tempos já não utilizamos as palmas das mãos, nem óleos essenciais, nem cristais. As palmas das mãos são substituídas pelos indicadores.

Há mais perguntas?


Questão: Não tinha sido dito que os indicadores emitiam energia vital e as palmas das mãos energia Vibral ?

Sim, mas a expansão da Luz Vibral permite agora isso. O desenrolar, a nível global, da Merkaba Interdimensional coletiva, implanta a Luz Vibral, como eu disse em preâmbulo, ao nível de todo o corpo. O aumento das radiações cósmicas, o aumento das radiações da Terra, o aumento do Fogo Micaélico, permitem agora que isso aconteça, ou seja, ao nível dos indicadores -não falei de outros dedos- há uma particularidade mais importante do que na palma das mãos, que é, como eu disse a de canalizar, dirigir a consciência. É por isso que eu disse que em nenhum caso deveriam ficar à espera de uma cura do que quer que seja relativo ao efémero, através deste exercício. Se houver cura, não são os indicadores que atuam mas sim o Coração do Coração.

Volto a lembrar que não há nada para dirigir, nada para pensar, apenas há que colocar os indicadores. A junção entre o corpo efémero e sua vitalidade… Vocês sabem que existe um  equilíbrio entre o Fogo vital e o Fogo Vibral. Muitos já sentiram uma grande atenuação do Fogo vital para permitir que o Fogo Vibral tome a dianteira. Nos últimos anos, isso resultou em desaparecimentos, ausências, perdas de memória e várias manifestações que, como vocês podem ver hoje, na maioria, não estão mais presentes, em resultado da progressão da Luz, não só apenas ao nível do corpo, mas também por toda a parte sobre a Terra, e não apenas somente ao nível por exemplo das linhas élficas ou das árvores mestras, ou das aldeias dos Povos da Natureza.


Questão: Então agora não há mais Fogo vital, há apenas o Fogo Vibral?

Amado, se não houvesse mais Fogo vital, não poderias ficar vivo neste mundo.

E se o Fogo Vibral estivesse aí em totalidade, isso seria o planeta-grelha final onde deixa de haver corpo, não há mais ninguém. De facto, como eu disse, há uma diminuição, uma rarefação do Fogo vital, tal como foi explicado, há sete ou oito anos, por Ma Ananda, no que se refere ao basculamento do Fogo vital prometaico para o Fogo do Espírito,  que é acompanhado pela reversão da alma.

Pareceu-me ouvir pronunciar a expressão "energia Vibral". Não existe nenhuma energia Vibral. O Vibral não é energia no sentido em que vocês a compreendem, mesmo cientificamente. O Vibral é uma informação-Luz de ressonância, não é uma circulação nem mesmo uma energia. É uma estrutura correspondente ao Corpo de Existência, e cujas partículas elementares já não são constituídas por glóbulos de vitalidade, mas por conjuntos de glóbulos de vitalidade reunidos em seis, dando o que se chama os Agni Deva. Ao nível do Corpo de Eternidade, a informação circula, mas a energia não circula, não há mais necessidade disso.

...Silêncio...

Se isto vos parecer suficientemente esclarecido e se não houver outras questões de interesse geral e, em particular, sobre o que foi dito ou vivido durante estes últimos dias ou semanas, então deixarei vocês colocarem isto em prática.

Lembrem-se: é breve, é rápido, não precisa ser reproduzido milhares de vezes, não há nenhuma explicação para encontrar, há apenas que viver a experiência.

...Silêncio...

Então, o silêncio acontece aparentemente.

Lembrem-se, acima de tudo, de não emitir qualquer pensamento ou intenção quando fizerem ressoar o corpo desta maneira. Ele tem a sua própria inteligência, assim como a Luz. Não há necessidade da pessoa, da mente, nem de nada mais, apenas se trata de ressoar o corpo da forma como o descrevemos.

Amados filhos da Lei do Um, é agora tempo, para mim, de saudar a vossa Eternidade, e de ficar em comunhão com cada um de vocês.

... Silêncio...

Uma última coisa que pode ser útil, e que esqueci: quando o indicador está apontado, os outros dedos estão fechados na mão e cobertos pelo polegar. Não há outro gesto feito com os dedos e o polegar não fica escondido pelos outros dedos. Os dedos ficam dobrados, o indicador esticado, e o polegar cobrindo os outros dedos. Os indicadores não devem ser dobrados, devem ficar esticados completamente. É assim que o Fogo vital, normal ao nível das extremidades dos dedos pois é, na sua maior parte, por aqui que entra a energia vital, tal como foi descrito na medicina tradicional chinesa… É questão simplesmente de ter o indicador esticado o mais possível para não interferir com a alquimia, justamente, entre o vital e o Vibral.

Essa é a única regra técnica. A localização das Estrelas e das Portas não é milimétrica. Não se trata de encontrar um ponto exacto. Basta consultar o diagrama e ver aproximadamente onde o ponto fica. Não é um ponto de acupunctura, mesmo que haja um ponto de acupunctura em baixo, sendo a Porta muito mais ampla que o ponto de acupunctura propriamente dito.

Saúdo a vossa Eternidade e agradeço a vossa Presença.

Eu sou Anael Arcanjo e vos digo até sempre.



***

Tradução do Francês: Maria Beatriz Pires 



PDF (Link para download) : ANAEL - OUTUBRO 2017

10 comentários:

  1. Não forcem nada, lembro, pois alguns dentre vocês estão numa posição em que precisam de esperar o Apelo de Maria para o viver.
    .........
    Se, no entanto, há efeitos ao nível da pessoa, não atribuam isso aos gestos que vocês praticaram, mas apenas ao Coração do Coração, à Inteligência da Luz.
    .........
    Amado, se não houvesse mais Fogo vital, não poderias ficar vivo neste mundo.
    .........
    E se o Fogo Vibral estivesse aí em totalidade, isso seria o planeta-grelha final onde deixa de haver corpo, não há mais ninguém.

    ResponderExcluir
  2. Para quem tiver interesse em rever a localização dos pontos de Estrelas e Portas, existe esta publicação do blog: https://ultimasleiturasdaluz.blogspot.com.br/2017/06/pontos-estrelas-elementos-portas.html

    O próprio PDF inserido no rodapé da msg, que é uma gentileza do Les Transformations, trouxe algumas destas figuras ilustrativas.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que esse ponto IM, é o mesmo do 11º corpo, abaixo do nariz, IM do Verbo Criador. Por outro lado, tanto faz, quando esses pontos entram em ação, eles vão por si, sem a sua ajuda, ou a atenção em qualquer porta ou estrela determinada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Luiz Antônio, talvez este seu comentário esteja se referindo a uma postagem de um Anônimo, exatamente sobre o ponto IM, mas que exclui por engano (vide meu comentário abaixo).

      Aproveito para dizer que o ponto IM é o 10º corpo da Lemniscata, abaixo do queixo. O 11º corpo é abaixo do nariz e é o ponto IS.

      Excluir
  4. Quero pedir perdão a um Anônimo que postou um comentário sobre o ponto IM, dizendo que não o localizou no link: https://ultimasleiturasdaluz.blogspot.com.br/2017/06/pontos-estrelas-elementos-portas.html

    Lá eu havia respondido que este IM, corresponde ao 10º corpo da Lemniscata (3ª figura de baixo para cima).

    Acredito que ao substituir minha resposta por outra, corrigindo um erro ortográfico meu, acabei eliminando o comentário como um todo.

    Peço desculpa ao Anônimo, e peço até que ele poste novamente seu comentário.

    ResponderExcluir
  5. A consciência está agora ligada ao Corpo de Eternidade e o pensamento está ligado à consciência. Trata-se aqui da co-criação consciente.
    ***
    Passar da consciência ordinária `a Consciência Primaria quase que instantaneamente eh um grande presente e grande Honra.
    Grata em LUZ,
    OHGLORIA, OHGLORIA, OHGLORIA!!

    ResponderExcluir
  6. Mas foi muito gratificante, passear, por esta Mensagem ‘Ponte, com a Eternidade’. As confirmações, sobre nós ’conscientes ou não’, nos dá Leveza, Alegria,...

    Há uma Suavidade ‘Ancangelical’, no que podemos e no que devemos...

    “Vocês têm todos, sem nenhuma exceção, conscientes ou não, lúcidos ou não, ressintetizado o Corpo de Existência ao nível do corpo físico. “

    “Não forcem nada”, ...

    “O mais importante é notar a mudança que acontece na vossa consciência,”...

    “Assim que notarem a mudança na localização da vossa consciência - e o marcador principal é a Alegria sem motivo - não serve para nada fazer isso de novo. “

    “Hoje, o Coração resolve tudo, sem qualquer exceção.”

    “Peço então para serem extremamente neutros, para não terem nenhum pensamento particular quando colocam os vossos indicadores, quaisquer que sejam a Porta e a Estrela utilizadas.”

    “Pensem em flores, pensem na natureza, mas não pensem em vocês,”...

    “Vão para o essencial, para a simplicidade.”


    Então vamos diante das flores, exercitarmos nossa Eternidade.
    Em um sussurro: Amém!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Uma última coisa que pode ser útil, e que esqueci: quando o indicador está apontado, os outros dedos estão fechados na mão e cobertos pelo polegar. Não há outro gesto feito com os dedos e o polegar não fica escondido pelos outros dedos. Os dedos ficam dobrados, o indicador esticado, e o polegar cobrindo os outros dedos. Os indicadores não devem ser dobrados, devem ficar esticados completamente
    Grato Maria Beatriz
    Rendo Graças

    ResponderExcluir