MARIA - 17 outubro 2017


MARIA - 17 de Outubro de 2017
Mensagem de 17 de outubro de 2017 (publicada em 18 de outubro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio



Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.  Filhos bem amados, eu rendo graças à vossa presença, onde quer que estejam sobre a terra, em vossa disponibilidade e em vosso acolhimento, para vivermos juntos a Teofania.

No final e após a Teofania, terei a ocasião de vos comunicar alguns elementos sobre o que se vive em vocês nesta fase final, que não é nada mais do que o retorno à Verdade e ao Amor. Desde já eu rendo graças ao vosso acolhimento, ao vosso sorriso, à vossa presença.  Instalemo-nos juntos então na Verdade, aquela do coração, aquela do Amor, aquela da Luz.  No silêncio agora, acolhamo-nos.


… Silêncio…


Filhos bem amados, eu rendo graças a cada um de vocês por vosso acolhimento, vossa doçura, e saúdo vossa eternidade.

Enquanto nestes tempos, muitos entre vocês têm a lucidez de ver em vosso íntimo como na tela deste mundo o que se desenrola, vocês constatam que uma Paz a nenhuma outra comparável cerca vossa pessoa, dando-vos a viver, quer seja por instantes ou de maneira cada vez mais permanente, a alegria da Verdade, contrastando ainda mais com o que é visível na superfície deste mundo, às vezes também em vocês e também ao redor de vocês.  O Amor emerge em meio à vossa lucidez, e independente  do que vocês tenham a viver no nível pessoal, segundo onde vocês estão na superfície deste mundo.

As Teofanias que foram vividas e que se vivem, são o bálsamo que evita ser levado pelos mecanismos que vocês veem certamente em vocês ou ao redor de vocês.  Somente o coração, somente a Verdade é doravante vosso salvo-conduto.  Vocês são inumeráveis agora a viver o retorno da Verdade. Mais do que nunca hoje, eu vos convido ao Amor. Em qualquer pensamento, em qualquer olhar ou em qualquer ação que vocês tenham a conduzir, deixem ser a Verdade, deixem ser a leveza.

Neste dia 17 de outubro de 2017, e como já estipulou o Comandante, vos é dado observar as transformações, os eventos. Quer eles sejam humanos, quer eles sejam sociais, quer eles estejam ligados à própria Terra ou às radiações vindo da Verdade, tudo concorre para fazê-los estabelecerem-se na Paz, ou ao contrário, no questionamento.  O único bálsamo, o único salvo-conduto vai se tornar com evidência vosso coração, sua leveza, sua Alegria, e sobretudo sua Verdade.

Enquanto o Choque da humanidade já se desenrola de maneira parcial pela ação dos Elementos, vos resta simplesmente estar aí, plenamente conscientes e presentes, para viver o que a vida vos oferece, e mesmo se o que é retirado vos parece afastado da Verdade, não é nada pois doravante tudo se precipita, tudo emerge ao olhar comum como ao olhar do coração, conduzindo-vos, para alguns, a fazer uma espécie de limpeza, que aliás se faz por ela mesmo. 

As Teofanias se realiazam de maneira cada vez mais extensiva, por toda parte sobre esta terra.  O Fogo Ígneo realiza sua obra. O Arcanjo Miguel que semeia a terra em inumeráveis lugares, prepara a Verdade, sua majestade e sua totalidade.

Aproveitem do que se desenrola, de qualquer natureza que seja, em vosso corpo, em vossa vida, ao redor de vocês ou no outro lado do planeta. Tudo concorre, mesmo o que aparece às vezes como violento para a pessoa, para estabelecer o reino da Verdade, finalizar a ascensão da Terra e vossa liberdade. Isto deve ser provado no interior de vocês. Não é vossa razão nem mesmo vossa visão comum que pode apreender a extensão do que se desdobra.

Eu não vos escondo que o estabelecimento da Luz transpôs um grande passo desde 1º de outubro de vosso ano. Eu não mais vos escondo que o que vos é dado a observar em vocês, ao redor de vocês ou por toda parte no planeta, vai se amplificar de maneira desmesurada para o olhar da pessoa, mas à medida também em que vosso coração se enche dessa Verdade reencontrada e acolhida.

Lembrem-se de que vocês não têm de se prevenir de nada, que vocês não têm nada a preparar nem a antecipar, vocês somente têm de estar aí, presentes a vocês mesmos, presentes à vida. Todo o resto, sem exceção, é realizado pela majestade da Luz e do Amor, e não pode mais ser de vosso fazer.  Eu os convido a sempre mais doçura para com vocês mesmos, para com cada irmão e cada irmã, e lembrem-se de que essa doçura não depende de vossas palavras, de vossos discursos, e mesmo de vossas intenções de ajuda ou de serviço, mas simplesmente na evidência com a qual vocês vivem o coração.

Como vos foi enunciado, muitos irmãos e irmãs, muitos dos meus filhos vivem hoje a felicidade da Eternidade sem passarem por todos esses estados, talvez, que vocês viveram, levando-vos a constatar que os tempos do fim estão realmente presentes e se desenrolam neste momento mesmo no plano físico, no plano comum e o mais palpável da Terra.

Vocês o sabem, não há mais a reagir ao que quer que seja, desse cortejo de eventos acontecendo por toda parte e às vezes mesmo em vocês.  Há somente, como foi dito e repetido, de acolher a Alegria, acolher a leveza, em qualquer duração aparente que seja.  Atrás, a vir, nas últimas tramas do tempo, há a felicidade que cada um de vocês é capaz de viver doravante. Não há pessoa que resista, não há energia que resista, não há momento privilegiado, pois isso se desenrola a cada minuto, a cada instante, por toda parte ao mesmo tempo.

Os sinais, em vocês como no exterior de vocês, são inumeráveis, mas não esqueçam de que muitos dos meus filhos ainda dormem e não querem ver o que se desenrola.  Vocês, que estão por intermitência ou em permanência no Amor e no coração, estejam aí, presentes, isso basta amplamente para amortecer esse Choque da humanidade.

Meu apelo faz-se urgente. Muitos entre vocês que terão me percebido, escutado já há anos, têm hoje a ocasião de se regozijarem. Esse regozijo não é uma celebração consecutiva ao choque mas sim à realidade de vosso coração, quaisquer que sejam vossas descrições, vossas vivências.  As interrogações vão deixar cada vez mais lugar à evidência, à evidência do coração, à evidência de sua inevitabilidade.  Tudo isso se vive neste momento mesmo, onde quer que vocês estejam, certamente de maneiras muito variadas, mas tenho de precisar que o que quer que vos parece viver hoje em meio ao vosso personagem, quer haja doença, sofrimento, reviravolta de vosso afetivo, de vossa região, de vosso país, e qualquer que seja a natureza disso, isso é apenas o convite para se voltarem definitivamente para o coração, a fim de substituir os fardos aparentes pela realidade transcendente do Amor que apazigua e alivia qualquer fardo.  O Amor não tem limite, o fim dos tempos tem um limite, o Amor jamais tem fim.

Mais do que nunca, ainda hoje, eu vos digo como muitas irmãs Estrelas e muitos Anciãos vos disseram : à medida de vossas possibilidades, mergulhem ali onde vocês estarão renovados, primeiramente é claro voltando vossa consciência, vossos pensamentos, ao Coração do Coração. Não há necessidade de compreender, de sentir a vibração ou a energia, mas de evocar isso, e vossa consciência seguirá e ela se iluminará. Aí está vosso salvo-conduto, não haverá outro.

De maneira iminente, vocês não poderão mais se apoiar sobre qualquer elemento do conforto tecnológico moderno, o que vos têm definitivamente afastado da Verdade, mesmo se isso foi útil para muitos de vocês. Não se deixem pressionar por qualquer sofrimento de vosso corpo, por qualquer doença ou por qualquer interrogação, nem mesmo pelo eventos presentes. Vão também, mais do que nunca, na natureza, ali onde não há homens nem mulheres, ali onde não há cidade, ali onde tudo está tranquilo, contrastando ainda mais com o que se desenrola em vossas cidades, em vossas relações e também em alguns lugares.

Onde quer que vocês voltem vosso olhar, se vocês aceitam ver, o olhar da pessoa verá o fim, o olhar do coração exultará da Alegria que está aí, e cabe a vocês escolher.  Não há esforço a fornecer, não há nada de complicado, não há nenhum caminho a percorrer, há somente de se voltarem para vocês mesmos, não em meio à vossa história ou à vossa problemática, mesmo se isso necessita uma solução concreta, mas encontrar o que vocês são, e nenhuma história pode vos servir para isso.  Compreendam bem o que eu digo : é a mesma realidade e a mesma verdade que se desenrolam. De um lado o fim de uma dimensão, e do outro, a Ressurreição na glória e na beleza da Vida.

Tudo depende, para o mesmo evento, do olhar de vossa consciência, do que foi nomeado vosso ponto de vista, e vosso ponto de vista envolverá, se posso dizer, o que vocês são, para viver a Verdade, festejar a borboleta ao invés de permanecer na lagarta, como disse o Comandante. Depende somente de vocês. Não há condições prévias a completar, não há nenhum conhecimento a ter, não há nenhuma reflexão a levar.  Sejam simples como uma criança que acolhe seu presente de Natal ou que acolhe os presentes de seu aniversário. E vocês sabem que esses presentes aí não são senão o reflexo de vosso confinamento. O presente que está ali não pode ser comparado a nenhum Natal, a nenhum aniversário, a nenhum amor, seja ele o mais perfeito que vocês tenham vivido ou que vocês vivam sobre esta terra.

Então vivam a Paz, ela apenas espera vocês. Mesmo no sofrimento, mesmo na doença, mesmo na opulência ou na falta, não há diferença, cada vez menos. Apreendam bem o que eu vos digo : tudo depende unicamente de onde vocês olham, tudo depende daquilo ao que vocês se atêm ainda. E no coração, não há nada a ater, há somente a ser, e isso está acessível, eu o repito ainda uma vez, de maneira cada vez mais simples.

Se vos parece estarem chocados pelo espetáculo do fim, se vos parece estarem desestabilizados por vossa intimidade, vossas relações, sobretudo coloquem o coração, não coração de vossa cabeça mas o santo dos santos.  Não se preocupem e não se ocupem de nada mais. Vocês já o sabem, para muitos entre vocês as injunções da Luz vos forçaram a parar vossas histórias, quaisquer que elas sejam, mesmo no nível espiritual, a fim de vos recentrarem e de estarem disponíveis somente para a Verdade – e a Verdade não tem necessidade de história, de cenário.

Cada coisa que se produz em vossa vida, que isso seja de vosso fazer, de vosso ambiente ou de vosso país, de vossa região, além do aspecto concreto desse evento, por trás disso não há senão a injunção da Luz, seu retorno em vocês, em toda lucidez.  Todo o resto é apenas a aparência, todo o resto apenas passa. Vocês não são deste mundo, mesmo se eu, minhas irmãs, e alguns entre vocês que hoje estão aí, me permitiram semeá-lo, me permitiram exercer o jogo da consciência de maneira livre, em toda leveza.

Frequentemente insistiu-se sobre a vossa eternidade, que não depende de nenhuma história e sobretudo não as histórias deste mundo.  Há dois mil anos, meu Filho preparou o caminho. Através de sua mensagem, de sua presença, ele vos mostrou o caminho de retorno ao essencial. Não vejam aí o lado religioso, nem mesmo uma religião qualquer que seja, porque hoje Satã reina em todas as religiões, sem nenhuma exceção. Tudo o que eu pude dizer a este mundo foi transformado, modificado, a fim de desviá-los, de colocá-los em confusão. Hoje, não há nada mais a escutar a não ser vosso coração, o canto da Paz, da Alegria e da Ressurreição que começa a se manifestar.

Vocês o sabem, as Trombetas soam cada vez mais frequentemente, em diversos lugares.  E mesmo a importância desses lugares e dessas manifestações não é ainda coletiva, mas contudo o apelo do coração é cada vez mais urgente, cada vez mais evidente, a partir do instante em que vocês deixam vossas pretensões, vossas obrigações. Eu não quero dizer com isso que não é necessário respeitá-las mas vejam, através de tudo o que é para viver por vocês, a Inteligência da Luz.  Ver não quer dizer compreender, porque muitas coisas vão vos parecer, com vossa razão e vossa lógica, cada vez mais incompreensíveis, à medida em que vosso coração torna-se mais compreensível e mais vivo.  Algo se distancia, algo aparece.  O que se distancia é o sofrimento, o que se distancia é a ilusão, o que aparece cada vez mais, é a verdade do Amor, e essa verdade do Amor, vos chama de maneira cada vez mais potente para cessar os jogos hipócritas, o jogo das histórias, dos cenários.

A Vida vos chama, nesses instantes de majestade, para ainda mais simplicidade. Qualquer que seja vosso estado, há alguma coisa além desse estado que não depende de vocês, de nenhuma história, de nenhum conhecimento, de nenhum cenário, e isso é onipresente a partir do instante em que vocês param de alimentar vossa cabeça, a partir do instante em que vocês acolhem sem restrição a Alegria que está aí.  Vocês não têm de buscá-la, vocês não têm de compreendê-la, vocês não têm de imaginá-la, vocês têm simplesmente de acolhê-la plenamente.  Todo o resto virá daí, doravante, e isso será cada vez mais notável, cada vez mais evidente. Cada dia vocês serão cada vez mais numerosos a viver isso, na intimidade de vosso coração.

Aqueles entre vocês que neste momento provam contrariedades, que isso seja em sua esfera afetiva, econômica, ligada aos Elementos, ligada à doença, eu quero dizer sobretudo a todos os meus filhos que vivem isso, que é o momento em que vocês devem se voltar para vosso coração.  A Luz bateu à vossa porta de inumeráveis maneiras, e hoje resta apenas a maneira forte a fim de chamar vossa consciência à lucidez e à Paz.  Não julguem segundo as aparências, nem vosso estado, nem o estado de quem quer que seja, pois tudo concorre, mesmo se vocês não o veem ainda, ao reino da Luz, à meu Apelo.

Lembrem-se de que a melhor ajuda, doravante, não serão mais minhas palavras, nem as palavras dos Anciãos, das Estrelas, dos povos da natureza, mas bem mais o silêncio evidente da vida na natureza.  Então não hesitem, não hesitem a encontrar tempo, a fim de que a Vida vos encontre.  Não há melhor ambiente, não há melhor situação do que sair das quimeras da organização social de vossas cidades, de vossas regras e convenções, doravante.  Cabe a vocês escolher. Há apenas uma escolha : a Paz e a Alegria, ou o sofrimento.  E mesmo os sofrimentos desembocarão inevitavelmente na Alegria, mas isso não depende mais de vossa pessoa, isso depende simplesmente com qual intensidade e qual verdade vocês acolhem o que está aí, o que sempre esteve aí e que agora toma a frente.  Se há medos, se há sofrimento, se há eventos ligados aos elementos ou à sociedade na qual vocês estão inseridos, não se alarmem pois tudo é perfeito.  Acolham, e vocês verão essa perfeição e não somente a aparência de caos.

Minhas palavras são extremamente simples porque é extremamente simples. Isso é realmente extremamente simples. Há somente vossos desvios, vossas histórias, vossos apegos à Ilusão que ainda podem impedir muitos de meus filhos de aceitar o Amor. Visto que o Amor foi procurado na segurança, no casamento, nos filhos, nas amizades, mas esse amor não é nada, ele apenas passa.  O Amor, e a Alegria, que estão aí, não passarão jamais.  Então, pertence a vocês decidirem, vocês se atêm à vossa vida, à vossa história, ou vocês são mantidos pelo Amor que vos libera, que não conhece nem restrições nem condições ?

Não há necessidade de preparação, não há necessidade de crenças, vossa consciência é a ferramenta imediata e ativa. Vocês o constatam talvez ao redor de vocês, em vosso entorno, os irmãos e irmãs que instantaneamente vivem a Verdade.  Isso pode apenas encorajá-los. Lamentavelmente também, vocês observam as resistências de outros irmãos e irmãs que dão livre curso ao medo, livre curso às suas histórias, às suas quimeras, a tudo o que apenas passa.  E vocês sabem, aí vocês nada podem. Vocês podem apenas acolher sempre mais o que está aí, e nada mais.

Sejam a Alegria pois a Alegria abre todas as portas.  Vocês não têm de se preocupar com onde vai a Luz e onde vai a Alegria, sempre haverá um receptáculo no peito de um irmão ou de uma irmã, esteja ela no lado oposto do planeta.  Vocês não têm de dirigir, de controlar ou de organizar a Luz. Ela é Liberdade total, e ela está aí.

Certamente deixarei um dos dois Arcanjos que se exprimirá depois de mim dar-vos os elementos mais corporais, se posso dizer, do estabelecimento da Eternidade.  Eu falo apenas de vossa consciência, eu não falo de vossa pessoa, de vossas histórias, de vossos afetos, de vossas finanças, de vosso país.  Eu falo apenas de vocês, porque há apenas vocês.  Eu falo apenas do que vocês são porque não há outra verdade.  Enquanto vosso olhar voltar-se para a Ilusão, vocês não poderão encontrar a inteireza de vosso coração, e isso vocês já o vivem e o constatarão a cada olhar exterior em detrimento do olhar interior.  Haverá resistência e vocês compreenderão muito rápido, se já não é o caso, que o único bálsamo é o coração, que todo o resto não representa nada, e é nada, o que quer que vocês talvez ainda pensem disso.

O salvo-conduto é o coração, e para isso vossa consciência deve estar voltada em totalidade e o mais frequentemente possível, sem buscar. Isso de que eu falo, é somente uma reversão que vos faz se reencontrarem. Vocês não têm necessidade de compreender os mecanismos disso, vocês não têm necessidade de chamar isso Teofania, ou doravante, Endofania, mas simplesmente serem verdadeiros e espontâneos. Eu bem digo : todo o resto vos será oferecido em acréscimo.  Vocês não conhecerão mais a sede nem a fome, mesmo se não há nada para comer ; vocês não conhecerão o frio, mesmo se não há mais calor. Aí está a Verdade, não ? Todo o resto é apenas fatuidade. Reúnam-se à evidência.

Eu nada posso vos impor, vocês não podem mais impor nada a vocês, doravante. Não é vossa pessoa quem dirige.  E além disso, se vocês têm a impressão de dirigir ainda com vossa pessoa, o choque da Luz será cada vez mais virulento.  Isso não é uma punição, é simplesmente a ocasião sonhada, para vocês, de se reencontrarem, mesmo se isso deve passar pelo que vocês nomeiam a morte, a vossa, de um próximo.  Não há mais barreiras. Muitos entre vocês, através dos contatos com os povos da natureza, com os planos da Luz, realizam essa imortalidade.  Hoje, voltar vossa consciência para vocês não tem necessidade de explicações nem de localização do que quer que seja, mesmo se é claro, como eu vos disse, um dos Arcanjos vos comunicará as coisas extremamente simples para realizar com vosso corpo, que enredarão vossa consciência no Coração do Coração.

Aliás vocês são sempre mais numerosos, assim como eu o vejo, a constatar a diferença do que se desenrola em vossa consciência, se ela está centrada na pessoa ou se ela está centrada na Eternidade que vocês são.  O resultado, o produto, é totalmente diferente, visto que a Luz é verdadeiramente Evidência, em cada circunstância, em cada evento e mesmo em cada resistência, o que não é o caso para a pessoa.  Vocês o veem em vocês como ao redor de vocês.  Isso vai se tornar cada vez mais gritante de verdade, cada dia um pouco mais. Não há nenhuma volta para trás possível em todos os eventos que se desenrolam neste momento sobre este mundo, em vossa intimidade, em vosso corpo, em vosso ambiente.  O que se criou agora, no nível da pessoa, da história, conduz irremediavelmente à verdade do Amor, mesmo se para isso vosso corpo deve se apagar antes mesmo de meu Apelo.

Estejam na Alegria, não se preocupem com nada mais. Quanto mais vocês estiverem centrados na Alegria, conduzindo vossa consciência a se posicionar ali onde está a Verdade, mais vocês constatarão que mesmo vossa morte, se ela deve se produzir, não representa nada. Tudo depende, vocês o compreenderam, de onde vocês olham, de onde vocês estão, e estar no coração, hoje, é de uma facilidade desconcertante, o que quer que vocês pensem ou digam disso se vocês não o vivem.  Isso depende apenas de vocês. Vocês estão sozinhos, mas nesse a sós, há o esplendor, há a Evidência. E eu diria mesmo que menos isso vos parece evidente hoje, mais isso vai se tornar evidente.

O que eu posso vos dizer, é de permanecerem humildes e simples, de não deixarem correr vosso mental, que vocês veem, porque muitos entre vocês estão finalmente posicionados no observador e o veem claramente, esse personagem, e é justamente o que vocês veem que vos permite ver outra coisa, que é a Verdade.  É um mecanismo muito simples, é aquele da consciência pura.  Não é mesmo mais aquele da energia, da vibração ou de qualquer nível ou estado de consciência.

Sejam humildes, e sobretudo nesse acolhimento incondicional, eu o repito, o que quer que se produza.  Isso não quer dizer ao mesmo tempo que se deve negligenciar o que quer que seja, bem ao contrário, mas ver tudo o que vocês têm a fazer, a ocupar, a dirigir, na evidência do coração.  Isso muda tudo, irremediavelmente.

Aí está.  Minhas palavras, finalmente e em definitivo, não vos anunciam nada de novo, porque o novo já está aí.  E tudo o que ainda vos é desconhecido vai se tornar evidente, na condição de que vocês busquem evitar buscar, na condição de que vocês se mantenham tranquilos, na condição de que vocês sejam humildes, a fim de estarem disponíveis a essa Alegria eterna.

Lembrem-se das virtudes da natureza, a virtude do Silêncio e do Acolhimento.  O tempo das tagarelices terminou, o tempo das histórias a contar terminou.  O tempo é para a Evidência, a cada dia, a cada instante, em cada circunstância, agradável ou desagradável.  A Eternidade se desvela enfim, de maneira visível e palpável, e não se surpreendam então que tudo o que foi falsificado, confinado, desapareça por ele mesmo.  Mesmo se é vosso corpo, qual importância. Vocês realizam assim que vocês não são deste mundo, que não há nenhum conhecimento que vos seja útil para ser o que vocês são.  Aí está a humildade a mais perfeita e aí está a Alegria a mais eterna, que vos é prometida se ela ainda não está revelada.

É tempo de vos transmitir minhas últimas bênçãos desta maneira, antes que eu me dirija intimamente, ao mesmo tempo, ao conjunto dos meus filhos.  Eu permaneço em vocês, ao vosso lado, em vosso coração, porque eu sou vossa mãe e vocês todos são meus filhos e meus irmãos e irmãs. Posso apenas clamar e declamar meu Amor, que não é nada mais que o vosso.

Permitam-me, finalizando minhas palavras, recobri-los, onde quer que vocês estejam, de meu Manto da Graça. Vão ao interior de vocês ; o maravilhoso é natural, ele está ali.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra. Bem-vindos à verdadeira Vida. Eu amo cada um de vocês. Adormecido ou liberado, com a mesma intensidade, pois essa é vossa escolha, que eu respeito, mas voltem-se ao interior de vocês a fim de constatar que é a única escolha que é verdadeira.  Eu vos amo.

Até sempre.


… Silêncio…


  


PDF (Link para download) : MARIA - 17 de outubro de 2017


14 comentários:

  1. Vão também, mais do que nunca, na natureza, ali onde não há homens nem mulheres, ali onde não há cidade, ali onde tudo está tranquilo, contrastando ainda mais com o que se desenrola em vossas cidades, em vossas relações e também em alguns lugares.
    .........
    Compreendam bem o que eu digo : é a mesma realidade e a mesma verdade que se desenrolam. De um lado o fim de uma dimensão, e do outro, a Ressurreição na glória e na beleza da Vida.
    .........
    Vocês já o sabem, para muitos entre vocês as injunções da Luz vos forçaram a parar vossas histórias, quaisquer que elas sejam, mesmo no nível espiritual, a fim de vos recentrarem e de estarem disponíveis somente para a Verdade – e a Verdade não tem necessidade de história, de cenário.
    .........
    Não há melhor ambiente, não há melhor situação do que sair das quimeras da organização social de vossas cidades, de vossas regras e convenções, doravante.
    .........
    Vocês não conhecerão mais a sede nem a fome, mesmo se não há nada para comer ; vocês não conhecerão o frio, mesmo se não há mais calor. Aí está a Verdade, não ? Todo o resto é apenas fatuidade. Reúnam-se à evidência.
    .........
    O que se criou agora, no nível da pessoa, da história, conduz irremediavelmente à verdade do Amor, mesmo se para isso vosso corpo deve se apagar antes mesmo de meu Apelo.
    .........
    Lembrem-se das virtudes da natureza, a virtude do Silêncio e do Acolhimento. O tempo das tagarelices terminou, o tempo das histórias a contar terminou.
    .........
    Mesmo se é vosso corpo, qual importância. Vocês realizam assim que vocês não são deste mundo, que não há nenhum conhecimento que vos seja útil para ser o que vocês são.

    ResponderExcluir
  2. Rainha do meu coração, mãe do meu amor e Fonte da Vida.

    ResponderExcluir
  3. "É tempo de vos transmitir minhas últimas bênçãos desta maneira, antes que eu me dirija intimamente, ao mesmo tempo, ao conjunto dos meus filhos.  Eu permaneço em vocês, ao vosso lado, em vosso coração, porque eu sou vossa mãe e vocês todos são meus filhos e meus irmãos e irmãs. Posso apenas clamar e declamar meu Amor, que não é nada mais que o vosso."

    ResponderExcluir
  4. Nossa eterna gratidão, grande Mãe Divina.

    ResponderExcluir
  5. "(...) Então vivam a Paz, ela apenas espera vocês. Mesmo no sofrimento, mesmo na doença, mesmo na opulência ou na falta, não há diferença, cada vez menos. Apreendam bem o que eu vos digo : tudo depende unicamente de onde vocês olham, tudo depende daquilo ao que vocês se atêm ainda. E no coração, não há nada a ater, há somente a ser, e isso está acessível, eu o repito ainda uma vez, de maneira cada vez mais simples.(...)"

    "(...) Estejam na Alegria, não se preocupem com nada mais. Quanto mais vocês estiverem centrados na Alegria, conduzindo vossa consciência a se posicionar ali onde está a Verdade, mais vocês constatarão que mesmo vossa morte, se ela deve se produzir, não representa nada. (...)"

    "(...) Sejam a Alegria pois a Alegria abre todas as portas. Vocês não têm de se preocupar com onde vai a Luz e onde vai a Alegria, sempre haverá um receptáculo no peito de um irmão ou de uma irmã, esteja ela no lado oposto do planeta. Vocês não têm de dirigir, de controlar ou de organizar a Luz. Ela é Liberdade total, e ela está aí.
    (...)"

    "(...) Cabe a vocês escolher. Há apenas uma escolha : a Paz e a Alegria, ou o sofrimento.(...)"

    "(...) Minhas palavras são extremamente simples porque é extremamente simples. Isso é realmente extremamente simples.(...)"

    "(...)Lembrem-se de que a melhor ajuda, doravante, não serão mais minhas palavras, nem as palavras dos Anciãos, das Estrelas, dos povos da natureza, mas bem mais o silêncio evidente da vida na natureza.(...)"

    "(...)É tempo de vos transmitir minhas últimas bênçãos desta maneira, antes que eu me dirija intimamente, ao mesmo tempo, ao conjunto dos meus filhos.(...)"

    "(...)Permitam-me, finalizando minhas palavras, recobri-los, onde quer que vocês estejam, de meu Manto da Graça. Vão ao interior de vocês ; o maravilhoso é natural, ele está ali.(...)

    "(...)Bem-vindos à verdadeira Vida. Eu amo cada um de vocês. "

    ResponderExcluir
  6. Estar “nos braços da Mãe”, nestes tempos, ou de “mãos dadas”, é o que temos de mais importante. Todos os caminhos que percorremos, foi para termos a consciência, da soltura, de tudo, deste mundo...

    Hoje mais centrados, no Coração, a Luz, a Verdade, o Amor tornam-se unificados com a respiração.

    « Somente o coração, somente a Verdade é doravante vosso salvo-conduto. »

    « Todo o resto, sem exceção, é realizado pela majestade da Luz e do Amor, e não pode mais ser de vosso fazer. »

    ... « Levando-vos a constatar que os tempos do fim estão realmente presentes e se desenrolam neste momento mesmo no plano físico, no plano comum e o mais palpável da Terra. »

    « De um lado o fim de uma dimensão, e do outro, a Ressurreição na glória e na beleza da Vida. »

    « O salvo-conduto é o coração, e para isso vossa consciência deve estar voltada em totalidade e o mais frequentemente possível, sem buscar. »

    Amém Amada !!!!!

    ResponderExcluir
  7. há alguma coisa além desse estado que não depende de vocês, de nenhuma história, de nenhum conhecimento, de nenhum cenário, e isso é onipresente a partir do instante em que vocês param de alimentar vossa cabeça, a partir do instante em que vocês acolhem sem restrição a Alegria que está aí. Vocês não têm de buscá-la, vocês não têm de compreendê-la, vocês não têm de imaginá-la, vocês têm simplesmente de acolhê-la plenamente.
    Grato Ligia
    Rendo graças

    ResponderExcluir
  8. Testemunha: Durante, a Teofania do dia 17/10 com a Mãe Maria o meu mental estava querendo tomar conta, não se aquietava, mas mesmo assim meu corpo sentiu uma presença e sintomas do desconhecido, mesmo a minha cabeça não estando entregue totalmente ao coração, senti naquele momento uma benção, um toque amoroso que só podia ser de uma Mãe que nunca abandona e ao mesmo acolhe um filho ou uma filha quando está aflito. Depois disso, onde coloco minha atenção ou consciência, a Luz me dá pequenos toque de onde estou e para onde devo ir. Rendo graças a todos aqui presentes, rendo graças a nossa Mãe.

    ResponderExcluir
  9. Não sei se este corpo físico vai morrer, isso eu não sei dizer, só o Pai sabe, portanto, quero expressar Graças, as minhas irmãs do Feminino Sagrado que traduziram as mensagens da Luz. Vocês minhas irmãs são as Frotas Marianas estacionadas na Terra, pois sempre acolherão a verdade com o coração e compartilharam conosco de coração para coração, que o eterno as abençoe, e no aqui e agora juntos para sempre na eternidade. Eu as amo minha irmãs, rendo graças as vossas presenças.

    ResponderExcluir
  10. Oi, alguém sabe o que significa ENDOFONIA ? Esse prefixo é muito comum mas não achei essa palavra.
    Sei que na verdade isso não importa, mas .. gostaria de saber.
    Abraço a todos na Luz !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Erminia Baffe

      www.dicionarioinformal.com.br/endo/

      Significado de endo. O que é endo: ¨Endo¨ é um elemento de gramática que denota situação interna e significa ¨dentro¨ , ¨interno¨ .


      Quanto ao termo Endofania, substituindo Teofania, querendo dizer a mesma coisa, talvez seja para evitar cristalizar expressões; por mais divinas que sejam.

      Excluir
    2. É isso. Nao cristalizar!
      Grata Manoel. Um abraço
      Erminia

      Excluir
  11. De um lado o fim de uma dimensão, e do outro, a Ressurreição na glória e na beleza da Vida.

    ResponderExcluir
  12. JÁ ESTAMOS SENDO LEVADOS AO INFINITO DA PLENITUDE.
    A CONSCIÊNCIA EFÊMERA ERGUE SEUS ÚLTIMOS IMPULSOS .
    UMA GRATIDÃO EM LUZ ESPARGE DE NOSSO CORAÇÃO .
    ATENTAI AO SILÊNCIO POIS É ELE O INSTRUMENTO QUE MOVE AS FORÇAS DO DIVINO .
    COMO UMA LEMBRANÇA VAMOS DEIXANDO ESTAS PARAGENS E NO CORAÇÃO VIVENDO AS GRAÇAS DO ETERNO.
    SOIS AS ESTRELAS QUE RETORNAM...

    ResponderExcluir