OMA - Parte 2 - Q/R - Setembro 2017


OMA - Parte 2 - Q/R - Setembro de 2017
Mensagem de 16 de setembro de 2017 (publicada em 06 de outubro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations



Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio





Bem queridos amigos, nós poderemos continuar as perguntas, os testemunhos, os sonhos, tudo o que vocês têm para trocar.

Eu o escuto.

Pergunta: é um sonho: estávamos sentados em bancos, em uma sala circular; não havia teto. Ao meu lado, um menino com um suéter azul, com cerca de trinta anos, estendia os braços para duas meninas que se elevavam para o alto. Elas vestiam um vestido rosa. Você tem alguma coisa a dizer?

Aí, pode ser ... pode haver muitas interpretações. Eu não tenho elementos suficientes sobre esse sonho porque uma sala circular, um ambiente sem teto com crianças que sobem e meninas pequenas, eu creio hein, as duas, que estão com um vestido de certa cor, com outra pessoa estendendo os braços para quem sabe o que, eu realmente não tenho interpretação para dar sobre esse sonho. Ou seja, não vejo elementos característicos de uma história a ser contada. Não vejo qual a explicação, a interpretação ou o simbolismo que podem existir neste sonho em relação aos outros. Não há elementos suficientes. Aí, é mais do que conciso, isso pode ser muitas, muitas coisas, então, ao invés de me enganar ou de me lançar na aventura, prefiro passar esta questão.

Pergunta: Rudolf Steiner escreveu que Ahriman reencarnaria no fim dos tempos. Em caso afirmativo, quem é ele?

Ahriman foi o nome dado por Steiner, que efetivamente, é um dos nossos mais ilustres anciãos no seio dos Melquisedeques. Eu creio que na ocasião poderá ser perguntado a ele ou eu lhe pedirei a resposta. Mas ... a questão é o que em relação ao que Steiner escreveu? Ah, Ahriman. Sim, Ahriman, se quiser, e já tive ocasião de falar sobre isso, Steiner falou muito frequentemente de Ahriman e a lenda do lobo Fenris, que está presente nos países nórdicos. Ahriman é a força da fossilização da matéria. É ligado e religado, eu diria, de maneira direta ao que foi nomeado o anticristo, isto é, aquele que vem com o Cristo, antes de Cristo e que precede então a vinda não do Cristo manifestado, mas de Cristo no nível do coração.

Então é claro, neste período, vocês estão em plena manifestação do que foi nomeado por Steiner, Ahriman, e vocês sabem muito bem quem é, mas prefiro que não seja evocado no que vocês transmitem a um maior número, porque isso arrisca chocar muita gente e eu penso que compete a cada um descobrir isso de maneira íntima, embora eu saiba que algumas das discussões que vocês tiveram, vocês evocaram muito claramente esse personagem que é o chefe de um Estado. Eu não direi mais, porque é inútil fazer reagir os irmãos e as irmãs em relação a uma pessoa presente, encarnada. Ele está encarnado, ele carrega dentro de si a vibração do anticristo e do que foi chamado as forças da involução, por Steiner, isto é, Ahriman. São, se vocês quiserem, as forças da precipitação na materialidade. Não tem nada a ver com as forças ditas Luciferianas, que nós tivemos então, em múltiplas reprises, ocasiões para trocar. Ahriman representa a tendência involutiva de fossilização.

Hoje, na superfície desta terra, tudo o que está ligado a Ahriman é portado pelo que se chama transhumanismo, quer dizer, o homem aumentado, se vocês preferem - eu teria mais tendência a dizer que o homem diminuiu, e diminuiu muito profundamente - isto é disfarçar, com a tecnologia e a técnica, as deficiências dos corpos como da consciência. É a passagem de um corpo biológico para um corpo sintético que você nomeiam a informática, um mundo binário levado ao extremo. A encarnação de Ahriman aconteceu e ele está presente, repito, à frente de um país e porta diferentes vocábulos, além disso, que permitirão encontrá-lo se vocês quiserem. Mas quanto a nós, e quanto a mim particularmente, não serve a nada nomeá-lo.

É um princípio, se vocês quiserem, portado por um indivíduo e, eu diria, suportado por muitos indivíduos que estão todos engajados na falsificação que eu chamaria de final, da natureza e da biologia, isto é, o desaparecimento da heterossexualidade (ou seja, ligado aos sexos naturais), e substituída por toda sorte de desvios. O objetivo final dessas forças é a fossilização da biologia e o aprisionamento da consciência no seio do mundo do silício, não das vibrações da 5ª dimensão, mas dos seus computadores e dos seus circuitos impressos em silício, simplesmente. Então eu vou parar aí com esse personagem, mas efetivamente, nosso venerável Steiner fez uma descrição perfeita durante sua vida, que os convido, se vocês estão curiosos, para ler ou folhear.

Mas retenham que no mundo moderno, independente de Ahriman ou da lenda do lobo Fenris, o que você observa é a progressão inexorável, neste fim do tempo, da noção de transhumanismo, de um homem aumentado, mas também, da perversão em si mesma da sexualidade que eu qualificaria aqui de natural e normal. Mas eu não posso dizer mais sem violar a liberdade de alguns que aderem a esses princípios, sem saber o que está por trás. É sempre o mesmo, vocês não veem mais que as aparências; vocês veem, em alguns casos, as ideias e os conceitos, mas o que está ligado  ao sistema de controle do mental humano, vocês não veem a arquitetura, se eu posso dizer isso. E é melhor assim, por enquanto.

Outra pergunta.

Não há mais perguntas escritas e antes das perguntas orais, uma irmã deseja evocar seu sonho.

Então eu escuto.

Pergunta: tive esse sonho há duas semanas. Eu estava em uma espécie de metrô. Não havia portas. Havia gente ...

Eh, quando você diz o metrô, são os corredores ou o trem, no metrô?

Pergunta: o trem, sem portas. Havia muita gente, mas eu não distinguia pessoas porque tudo estava na penumbra. Sem luz nas estações, nenhuma cor ou forma. Eu estava perto de uma saída ...

E você reconheceu o metrô pelo cheiro talvez ... Ou pelo barulho.

Pergunta: ...Eu queria saltar toda vez que o metro parava e alguém que me acompanhava, a quem eu também não distinguia, disse: “Mas não salte, nós ainda não chegamos”. Eu estava impaciente para encontrar duas pessoas no aeroporto. Nós chegamos. As pessoas nos esperavam e eu não os via, eles estavam sempre na penumbra. Um me pergunta que roupas eu vestia e eu digo a ele que eu tenho uma jaqueta preta e uma saia com uma blusa branca. Eu me volto para a outra pessoa e vejo uma mulher toda em luz, de cabelos pretos, com um rosto magnífico, vestindo uma capa azul claro resplandecente. Ela disse: "Nós vamos lhe dar outras vestimentas". Naquele momento, esbocei passos de dança e me pus a cantarolar "Eu vou me tornar uma anfitriã de ar". Uma grande alegria me invadiu e eu acordei.

Então, há aí vários simbolismos. Claro, o meio de transporte, o trem e, em seguida, o avião, é simplesmente a significação de uma passagem, um cruzamento, para ir de um lugar para outro, como todos os meios de transporte. Mas aí, este não é o seu carro, não é o seu veículo, mas o que eu nomearia um veículo coletivo. Como você expressa perfeitamente, o trem, o metrô, ou seja, o metro, como você disse, está na penumbra. Este trem na penumbra, onde há encontro, permite que você chegue a um avião, um aeroporto, portanto. E então você prevê mudar os meios de transporte, mas o avião decola sem você. A pessoa na luz que está ali, que é uma alegoria ou uma representação de Maria, simplesmente assim tida pelas vestes, propõe que você mude a roupa, assim como você o diz, como você o cantou, para decolar.

Portanto, é a passagem da sombra para a luz. A passagem do que é subterrâneo para o que é aéreo; é a passagem da terra para o ar; é a passagem da denominada 3ª dimensão ao éter da 5ª dimensão. Então você assistiu a sua própria liberação. Este sonho ocorrendo no período atual, e vocês viram o tom dos sonhos que nos foram dados desde o início desta entrevista, não tem, a priori, nada mais a ver com os sonhos que foram apresentados, por exemplo, no mês de junho. Então, tudo isso, se você quiser, e você verá que há também, independentemente dos testemunhos mais e mais sonhos que vão no mesmo sentido, que testemunham, de uma maneira ou de outra, sua própria liberação.

Além disso, você está muito feliz de sair desta penumbra e de reunir-se a essas pessoas, mudar a roupa para poder decolar. Então, você colocou o seu casaco de Eternidade, enquanto que na penumbra costumava ter uma jaqueta preta, como você disse, enquanto que debaixo havia uma cor clara, de acordo? Assim, a roupa da pessoa é representada por esta jaqueta preta, Maria oferece roupas novas e mais claras, que lhe permitirão ser liberada e, em seu caso específico, ascensionar. Ou seja, em resumo, lhe foi mostrada a passagem da lagarta para a borboleta, acompanhada por Maria que, pelo seu Apelo, pela sua voz, pela sua Luz - ou uma das Estrelas - por sua Presença, coloca você na leveza e anuncia a sua própria, não liberação, neste caso, mas ascensão. É o que eu posso lhe dizer.

Então passemos aos irmãos e irmãs que querem se expressar, testemunhar ou fazer perguntas ou qualquer outra coisa. Estou a vossa disposição. Aproveitem enquanto ainda é possível fazer perguntas.

Pergunta: Uma manhã, vou abrir a porta de entrada da casa, estendendo meu braço esquerdo e aí, eu me digo que não é meu braço. A quem  ele pertence? E ouço uma outra voz que diz: "Sim, é o meu braço". Aconteceu-me várias vezes pela manhã, sempre que eu precisava do meu braço esquerdo.

Oh, isso pode acontecer. No seu caso, é o braço esquerdo, mas pode acontecer com qualquer parte do corpo. Lembre-se, você tem o corpo físico que está aí, e você também tem o corpo de Estado de Ser. E às vezes a consciência passa no corpo de Estado de Ser enquanto uma forma, e você move um braço que não é o seu braço habitual, é o outro braço que se move. Mas eu duvido muito de que este outro braço conseguiu abrir a porta por um momento.

Mas, eu concluo, vocês são ... se você perguntar aos irmãos e irmãs ao seu redor, você constatará que vocês são inumeráveis. Por exemplo, você está deitado em sua cama, você sente que suas pernas se cruzaram, você olha, suas pernas estão descruzadas. O mesmo para os braços, porque são as partes mais periféricas. Isso começa a acontecer pela cabeça. E é assim que se faz a transição do corpo efêmero para o corpo da Eternidade, no momento da libertação final. Mas alguns de vocês estão tão perto, mesmo antes do Apelo de Maria e antes dos 132 dias, que vocês têm essa capacidade nova assim que sua consciência utiliza o veículo de Estado de Ser, da Eternidade, mais que o veículo físico.

Pergunta: obrigado, eu realmente pensei que estava ficando louco.

Não, não, é algo extremamente frequente, é suficiente pesquisar a sua volta. Na maioria das vezes, não é todo um braço, é um segmento. Há a impressão que o membro não está no lugar onde você o sente. E você sente algo mais que se movimenta, efetivamente isso é bizarro, como se, no seu caso você tivesse quatro braços. Então você não pode imaginar quando você vai ter duas cabeças. Isso é algo que vai se produzir no momento do Apelo de Maria e depois do Apelo de Maria.

Eu expliquei-lhe que, por exemplo, nos Círculos de Fogo você terá irmãos e irmãs que terão seus corpos físicos, outros terão o corpo físico e o corpo de Estado de Ser visível, e outros que não terão mais que o corpo de Estado de Ser. Mas não fará qualquer diferença. É uma mudança de banda de frequência, se você quiser, a mudança dimensional, onde a consciência não está mais em um campo de jogo, mas em outro campo de jogo. É claro, para o ego, isso é chamado morte, mas vocês o sabem muito bem que não é morte, e que a morte não significa nada. Você tem suficientemente testemunhos de experiências do outro lado das portas da morte nos últimos vinte ou trinta últimos anos escoados, que é muito difícil para os céticos agora encontrar argumentos para contradizer essas experiências totalmente verdadeiras que mais e mais irmãos e irmãs estão vivendo, independentemente de qualquer situação de urgência ou morte. E o que você descreve aqui é a passagem da consciência para o seu novo veículo, que é o corpo de Estado de Ser.

Além disso, se você prestar atenção, é claro, isso não tem a mesma densidade e tem mais precisão, isso vai se afinar aos poucos, vocês terão a surpresa de constatar que esse duplo, de alguma forma, não é realmente o seu duplo porque ele tem uma estrutura que lhe é própria. E você pode encontrar-se, eu não sei, com quatro dedos, com sete dedos, porque se você não é de origem estelar humana, você pode encontrar-se em seu mundo de origem aqui mesmo, antes mesmo de ir explorar, após os 132 dias e o planeta grelha final, seu mundo de origem. Então, não se preocupe, você pode sentir mesmo quatro braços, duas cabeças, dois troncos, e você pode até mesmo sentir asas nas costas agora, para alguns de vocês hein, nem todos, isso depende de onde vocês vem.

Mas isso pode ser, de fato, muito surpreendente, as primeiras vezes em que isso acontece. Mas estou surpreso porque é muito mais fácil viver sem querer, estando em uma posição estendida. Mas, como você mesmo disse, foi no despertar, então você ainda não havia ainda reintegrado completamente sua consciência no corpo de carne físico que você conhece habitualmente
.
Pergunta: Como distinguir entre o corpo etérico e o corpo de Estado de Ser?

Bem, o corpo etérico não pode se deslocar independentemente do corpo físico, é muito, muito raro. Você sabe muito bem que, quando há uma saída para fora do corpo, é o corpo astral que sai. Pode ser possível, mas é extremamente difícil sair no seu corpo etérico, porque o corpo etérico está diretamente vinculado, através de todas as células do seu corpo, ao seu corpo físico, o que não é o caso do corpo astral, e sobretudo do corpo de Estado de Ser. Então você não pode se atrapalhar . Mesmo se você estiver habituado a sentir o seu corpo etérico, me parece muito difícil mover um membro etérico enquanto um membro do corpo de Estado de Ser se move sem dificuldade.

Além disso, não há a mesma qualidade de energia, de vibração e de percepção. O corpo etérico é uma vibração extremamente lenta em relação à vibração do corpo de Estado de Ser. O movimento, além disso, feito com o membro, como na pergunta anterior, do Corpo de Estado de Ser, dá uma sensação de leveza totalmente incomum. Se você tivesse a possibilidade ou a capacidade de fazer mover-se seu corpo etérico sem o corpo físico, não estou falando sobre os problemas, por exemplo, de desajuste do corpo etérico ou do corpo etérico não encarnado, por exemplo. Aqui eu falo verdadeiramente de um movimento independente do corpo etérico em relação ao corpo físico, e não o deslocamento deste corpo ou a aura, se você preferir, hein.

Portanto, o corpo de Estado de Ser faz você perceber, não a energia que circula, não uma vibração, mas você tem realmente e concretamente a impressão que sua consciência está inscrita em outro corpo, e essa é a verdade. Este não é o caso para o corpo etéreo. A diferença de percepção, sensação e vivência não tem estritamente nada a ver. E além disso, a irmã que fez a pergunta antes pode confirmar, se ela também sente seu corpo etérico, ela pode dizer que o que se moveu não é seu etérico, é óbvio.

Ela o confirma.

É isso. A diferença de densidade, de vibração, se você quiser, não tem nada a ver. Como eu lhes tenho explicado em inúmeras reprises previamente aos Casamentos Celestes, não deve ser confundido a energia vital, o Prana, o Qi, como dizem os orientais, com o  vibral ou a Citta. Você tiveram muitas numerosas intervenções que lhes permitiram, intelectualmente e através de suas vivências, fazer a diferença. Mas, claro, alguns indivíduos, e eu não estou falando de você, tendem a misturar alegremente o vital e vibral, isso  não tem nada a ver. Não deve ser confundida a energia vibral com a energia que circula, é estritamente diferente. O plano do Estado de Ser é uma estrutura de ressonância e não de circulação. Quando você sente o etéreo, você sente (ou num chakra etérico), você sente a  energia que circula; no corpo de Estado de Ser há uma ressonância, não uma circulação. Isso é muito importante à viver, não podemos confundir as duas coisas.


Pergunta: Me ocorre de usar meu braço físico como um pêndulo.

É o corpo etérico que lhe serve como um pêndulo.

Pergunta: Ocorre também de não me servir de meu braço físico e simplesmente observar meu braço etéreo.

Ah, sim, então me diga o que você observa. Nós vamos rir.

Pergunta: Quando eu uso meu braço físico, finjo que estou morto e observo suas reações, e quando eu me sirvo do que eu penso ser meu braço etérico, é quase o mesmo, exceto que meu o braço físico não se move.

Mas o que se move é a circulção de energia no corpo etérico, mas você não pode me dizer, por exemplo, que você pode coçar a cabeça com seu braço etérico, isso não é possível.

Pergunta: Não, não posso.

É isso. Porque é matematicamente, se posso dizer, impossível. Na percepção da energia, você pode sentir  efetivamente picadas, formigamentos e a circulação da energia; aí  sua consciência está no etérico, mas é impossível desgrudar,  se posso dizer, o corpo físico do corpo etérico enquanto você está vivo. Você pode movê-lo levemente. De fato, há anomalias no nível desse corpo etérico quando está deslocado de um lado, do outro, para cima ou para baixo. Aí, as pessoas que sentem a energia, os irmãos e as irmãs sentem isso.

Aqui, o que você descreve é tipicamente, de fato, relacionado à percepção do seu corpo etérico, mas esse corpo etérico não tem absolutamente nada a ver com o vibral. E eu sei que intencionalmente, ou não intencionalmente, muitos irmãos e irmãs ainda confundem o vital e a vibral. O vital circula, o vibral ressoa no local. É uma onda estática. Não tem nada a ver com a circulação de energia nos meridianos ou nos nadis, o que pode realmente dar-lhe uma sensação de dormência do corpo físico, e de parestesias ou formigamentos que percorrem o braço, mas não é por isso que há deslocamento do corpo etérico. É a sua consciência que está passando ao etérico, mas você sempre pode sonhar em mover seu braço etérico. Não é possível. Se você sente um segundo membro que se desloca,  que muda de lugar, hein, não no mesmo lugar, aí é o corpo de Estado Ser. E às vezes o corpo astral, mas é isso.

Pergunta: Eu acreditava que a consciência estava colada no corpo físico.

Ah, sim, e as viagens fora do corpo, como você chama isso, as viagens no corpo de Estado de Ser, experiências fora do corpo, a experiência da morte iminente? É precisamente a partir do momento em que você não está mais identificado com seu corpo que a consciência pode relaxar a identificação ao corpo. É neste momento que a percepção de energia, em um primeiro momento, e do vibral, bem como chakras e circuitos vibrais da Luz no interior das Portas, das Estrelas e canais vibrais, se manifestam, mas não antes. Agora, desde que você acessa o seu corpo de Estado de Ser, você pode viajar, mas a grande diferença, em relação ao que é chamado de corpo astral, quando você sai no astral, você sai de seu corpo, pouco importa se você sai pela cabeça, pelos pés ou por um chakra, mas você sente qualquer coisa saindo, você está em uma outra densidade e, acima de tudo, você não perde a consciência do meio ambiente. Você vê seu corpo, vê o quarto, no corpo astral.

No corpo de Estado de Ser, não há mais nenhum interesse neste mundo dimensional em que sua consciência está inscrita. Por outro lado, dá acesso ao interior de si mesmo como nas outras dimensões que também estão dentro de si mesmo, um estado, um corpo que não tem nada a ver com o corpo físico, o corpo etérico ou o corpo astral, dado que, eu o lembro, independentemente das especificidades que são tomadas segundo o multiverso explorado ou a dimensão explorada, onde a forma do corpo de Estado de Ser é plástico e se adapta ao seu meio, o corpo astral não pode escapar da Terra. Então, tudo o que é visto no astral é uma ilusão. O problema é que muitos espiritualistas, muitos “nova-eristas” confundem os dois, e os Arcontes mantêm isso às maravilhas.

Já tive ocasião de explicar, quando vocês têm uma experiência de morte iminente, e vocês encontram, para um cristão, Cristo, para um budista, Buda, para um muçulmano, Maomé, para um seguidor de Krishna , Krishna, tudo isso, são carcaças vazias, são hologramas criados pelos Arcontes. Até mesmo o Cristo, que lhes pareceria dizendo: "Você tem que retornar ao seu corpo, você não terminou sua missão", são mentiras. Então, é claro, isso aparece como amoroso, livre, mas é o astral. O Verdadeiro corpo de Estado de Ser, a Luz verdadeira, está do outro lado da luz, isto é, do outro lado do Sol. Enquanto vocês permanecem no astral, você são prisioneiros deste mundo.

Mas, infelizmente, e vocês o sabem, como nos dissolvemos, graças à sua ajuda e às várias radiações da Fonte, o Ultravioleta do Sol e de Sirius, houve primeiro uma descolagem do astral em relação com o corpo etérico físico. Em seguida o astral começou a se dissolver, e vocês observam que há mais e mais irmãos e irmãs que veem e percebem o astral que está em processo de desaparecimento, e o identificam com a Luz. Mas é uma mentira, não é a Luz. E mesmo quando vocês veem, ao sair do seu corpo, atravessando um túnel e vocês vão reencontrar um filho que morreu, seus pais que morreram, é claro, sempre mais lindos e sempre mais jovens, ou um ser que se diz de Luz, não é verdade, são mentirosos, são os Arcontes que ainda manipulam esses planos.

Então, é claro, como eu disse, temos, há muito tempo, no Dia de Todos os Santos, não sei mais se é ... 2010, desculpe-me, desde o momento em que a Loja Negra dos pseudo-mestres ascensionados foram liberados, os Arcontes não podem mais intervir de forma tão sistemática ao nível dos hologramas que são projetados para vocês quando vocês saem do corpo. Vocês sabem a diferença entre o vibral ... a Luz está na forma; no astral a Luz é refletida ao exterior da forma. E isso, que vocês chamam de "aura" quando vocês estão em encarnação e vocês tem essa capacidade de ver as auras, você vê apenas o astral. O vibral não tem nada a ver com isso. E é uma armadilha enorme, para aqueles que tem forte sensibilidade, confundir os dois. Além disso, vocês são inumeráveis, não aqui, mas em certos movimentos, em certas organizações, em certas crenças, para levar bexigas por lanternas.

Não é porque você vê Cristo ou Maria, mesmo com seus olhos de carne, que é Cristo ou Maria. E quantas aparições marianas enganaram os filhos apresentando-se como uma bela dama, mas que não era Maria, era um holograma; são as tecnologias que são usadas pelos irmãos escuros. Vocês veem o quão fácil é enganar o ser humano, mesmo no nível de mundos sutis. A grande diferença, ainda uma vez, e especialmente hoje, vocês não têm necessidade de se afogarem nos detalhes de vibrações, de energias, de ressonâncias ou energias que circulam, mas como vocês estão em seu coração, o que é que vocês verão? o que é que acontece? Vocês estão em plenitude, no instante presente, nesta Alegria, neste silêncio e nesta Paz? Ou vocês estão totalmente em outra coisa, o medo ou uma exaltação que não os pode conduzir a lugar algum, se não tomar bexigas por lanternas?

Lembre-se, isso foi explicado, de fato eu creio que você estava lá, todos esses anos. Existe uma diferença fundamental entre o que é Luz e o que não é Luz. Em um ser de Luz, a Luz está no interior da forma. Nos mundos astrais e os mundos ilusórios, em projeções arcônticas, é claro, eles não podem fazer nascer a Luz de uma forma projetada, então a Luz aparece no exterior da forma, nos mundos sutis. Além disso, você tem representações iconográficas desses seres, como os mestres ascensionados, que sempre são apresentadas com belas coroas douradas em torno da cabeça. Mas aí está o rolo, meu amigo. A verdadeira Luz está no interior, ela não é irradiada para o exterior e, portanto isso faz uma diferença de percepção, e visual, que é extremamente importante.

Eu tentei ser rápido e claro. Mas isso foi explicado, eu creio que foi por, não o Mestre Ram, mas isso remonta a vários anos, foi explicado antes das Bodas Celestes, então não é Mestre Ram, não fui eu, não é grave, mas em qualquer caso, foi muito evocado. No mais, lembre-se do que eu disse, desde o instante em que vocês vivem a Teofania uma vez, de maneira completa ou de maneira permanente, vocês não pode mais ser atraídos pelo que quer que seja, o que não é o caso para aqueles que sentem a energia e que não podem estabelecer a diferença fundamental entre a energia vital e a vibral. O vital é amputado, sobre este mundo, como vocês sabem, nós temos falado sobre a luz oblíqua e o eixo da falsificação, ao nível dos eixos bem-mal e dos eixos da cruz mutável ao nível das Estrelas , que conectam as Estrelas duas a duas.

Mas devo dizer isso hoje, e como eu já repeti desde o início da tarde, tudo isso não lhes serve mais para nada. É muito simples: vocês estão em paz, vocês estão em alegria, ou vocês não estão e a cada minuto da sua vida. É tão simples como isso. E, como vocês fazem o ioiô, já não na cabeça agora, mas entre a verdade do coração e a ilusão deste mundo, de uma maneira cada vez mais importante, cada um ao seu nível e de acordo com suas ferramentas de percepção, a diferença é muito fácil de fazer. Não há necessidade de conceituar ou supor qualquer coisa. O coração é o coração, o vibral está ligado à Luz autêntica, e acontece aqui. É um estado perfeito, um estado alinhado, se você quiser, mas não alinhado às forças etéricas, as forças de arhimanianas ou luciferianas, mas sobre o que foi nomeado a matriz crística, ou se você preferir, o Espírito do Sol, é a mesma coisa.

Outra pergunta. Ou outros testemunhos, porque os testemunhos são importantes, não para mim, mas para todos os irmãos e irmãs que vão ler ou ouvir isso. Porque isso vem diretamente de vocês que estão encarnados e não são velhos anciões como nós.

... Silêncio ...

Não há testemunho, então continuamos com as perguntas.

... Silêncio ...

Vocês todos retornaram em Silêncio?

Pergunta: perguntei sobre o meu braço esquerdo e eu tive duas vozes. Aquele que diz "este não é o meu braço, é o braço de outra pessoa" e o outro diz: "sim, é o meu braço". Essas duas vozes ...?

Mas, querida irmã, é chamada de criança interior, simplesmente.

Pergunta: havia duas vozes. Eu tenho duas crianças interiores?

O seu e o da criança interior, ou não entendi nada.

Pergunta: a pessoa e a criança interior, então.

É isso. É isso, eu tinha entendido que havia três, você e outros dois, então aí tornou-se muito complicado. Então eu entendo melhor. E, a propósito, vocês têm todos  experimentado isso, pode ser que não seja entendido como uma voz. E não estou falando de intuição ou empatia, quero dizer ... às vezes você tem uma voz, uma frase que é formada, uma ideia, um pensamento que lhe parece, não curioso ou anormal, mas diferente. Você não precisa ouvir vozes, muitas vezes pode ser na forma de ideias ou pensamentos. E vocês chegam, vocês são sempre mais numerosos a chegar a fazer a diferença entre a expressão de sua pessoa e a expressão – verbal, aí – do Verbo criador, da criança interior e do que chamamos de co-criação consciente, o sagrado Feminino. Então, é claro, isso pode colocar problema no início porque você diz: "Eu tenho dois dentro de mim" ou "De onde vem essa voz?". Mas é a sua voz.

Lembre-se de que há superposição, face-a-face, do efêmero e do Eterno. Isso é feito através das percepções das Portas, das Estrelas, dos chakras, dos circuitos vibrais. Isso também é feito pela Paz, o Fogo do Coração, o Fogo Ígneo no coração ou a Coroa radiante do coração, ou também pela Onda de Vida  ou o Canal Mariano, pouco importa, mas isso dá, num primeiro momento, a impressão de ser dois, de certa forma. Mas, por sorte, não dura. É exatamente esse processo, não é simplesmente o corpo de Estado de Ser, mas é a voz da sua eternidade.

... Silêncio ...

Preciso que durante os seus silêncios, o tempo de encontrarem algo para dizer, aproveito-o e todos nós o aproveitamos, para deixar que se realize a Teofania.

... Silêncio ...

Vamos conseguir adormecer toda a assembleia, ou despertá-la? À escolha.

... Silêncio ...

Pergunta: Na Córsega, existe uma forma de elementais particular?

Ah, é uma ilha, a Córsega, sim é na França. Finalmente, eles não querem ser franceses, mas é a França de qualquer maneira. Qual é a pergunta?

Pergunta: Existe uma forma de elementais particular?

Eu não creio. Por que é que você quer que ... existem especificidades de acordo com os povos conhecidos da natureza. Por exemplo, um elfo que vive na floresta não tem exatamente a mesma configuração, se eu posso dizer, que um elfo vive, por exemplo, perto de geysers na Islândia ou em outro lugar. Uma fada ... da mesma forma que nós, seres humanos, nós somos marcados por nossa cultura, nosso ambiente, mesmo que apenas a roupa ou mesmo os traços, de acordo com as diferentes raças presentes na Terra. É o mesmo com os povos da natureza. Mas o que você viu ou quer saber sobre isso? Porque estou dizendo, não há diferença, exceto, é claro, dependendo do ambiente, mas não pelo fato de ser uma ilha nesse país ou de outro país.

Então, claro, sobre as populações, eu cortei você dois segundos, a população de elfos é muito mais frequente em ambientes específicos do que em outros, com certeza. O mesmo para os gnomos, e o mesmo para todos os povos da natureza. Agora, onde você quer ir em relação a isso?

Pergunta: Conhecemos os elfos, os gnomos, as ondinas, os dragões, os silfos, haveria alguma outra coisa?

Mas há algo mais em todos os lugares, não só na sua ilha. Por exemplo, você tem os cruzamentos entre elfos e os arcanjos, que são chamados elfanges. Você tem outros povos da natureza que eu descreveria como muito mais raros, exóticos, se preferir, mas não são tributários de um determinado território. Eles são simplesmente muito menos ... muito menos numerosos, se posso dizer, mas não há especificidades para um determinado país. Existem especificidades de acordo com o tipo de ambiente e o ambiente que está na Córsega não é único, mesmo que esta ilha reivindique ser única.

… Silêncio ...

É, nos destilaram as perguntas em conta-gotas, hein.

Mas está muito bem porque o que deve acontecer, acontece, mesmo em silêncio e sobretudo no silêncio. Então vamos escutar outra pergunta.

Pergunta: Quando me levanto à noite na escuridão, ao nível dos olhos, tenho dois círculos de luz que não me impedem de circular, mas isso muda minha visão, não sei como expressá-la.

Eu entendo o que você quer dizer. Como você o diz, acontece à noite quando você se levanta para fazer algo, ou ir ao banheiro ou a outra coisa. O que acontece então, lembre-se do que eu disse anteriormente em uma pergunta anterior, que você tinha a possibilidade de viver o corpo de Estado de Ser, não só pelo aspecto vibral de Portas, das Estrelas e dos circuitos vibrais, mas diretamente pela transferência de consciência para um segmento de membros. Imagine que ao nível dos órgãos dos sentidos é o mesmo, quer dizer que você vê, a sua vez, através dos seus olhos físicos e a sua vez, através dos seus olhos, se posso dizer, mas não são verdadeiramente os olhos, do seu corpo de Estado de Ser. Então isso dá realmente a impressão, quando você abre os olhos e você se desloca na penumbra, primeiro que a penumbra não é como de hábito, como se houvesse uma estrutura, enfim estruturas nessa penumbra,  que não estava vazia, se eu puder dizer, e também dá a impressão de ver através, como você diz, de um anel de luz que é colocado ao redor do olho. Isso também é típico do corpo de Estado de Ser.

Pergunta: e isso acontece também durante o dia.

Então, isso significa que você está muito mais avançado do que o que é possível. Lembre-se do que eu disse ainda há pouco, quando vocês... depois do Apelo de Maria, você terá irmãos e irmãs que estão caminhando com seus dois corpos, o corpo físico ainda presente, e o corpo de Estado de Ser. Não há necessidade de estruturas intermediárias porque lembro que o Apelo de Maria põe fim a essa dimensão e coloca fim ao que é chamado corpo causal. O corpo causal é o corpo de confinamento dos Arcontes, e até mesmo os meninos perversos sempre disseram que a libertação deste mundo era a queima e destruição do corpo causal, quer dizer a alma, como nós lhes dizemos. Mas obviamente, eles não permitem que vocês vivam isso,  porque eles estão arrastando vocês para outra coisa.

O que está acontecendo hoje lhe dá, e vocês o verificam também através de outros sentidos, você tem irmãos e irmãs aqui mesmo, que sentem os odores. Não é essa capacidade especial, de sentir os odores místicos. Por exemplo, você vai cheirar um cheiro de flor, um cheiro de café, um cheiro de pão quente, cheiros que não existem, e que no entanto são realmente sentidos. Não é a clareza do seu sentido do olfato, são seus sentidos espirituais, ligados à ativação das 12 Estrelas e, portanto, dos 12 potenciais espirituais, o que permite viver isso. Portanto, também está relacionado ao corpo de Estado de Ser. É possível com o que você vê, e não estou falando de grades, por exemplo, que vocês vejam a noite acima de vocês, mas vocês podem ver as Presenças mesmo em plena luz do dia agora, independentemente dos povos da natureza.

Não são seus olhos que veem infravermelho ou ultravioleta. É aí também, mas, como é a luz do dia, você não vê o círculo de luz ao redor do olho, mesmo que alguns de vocês tenham começado a ver áreas como, não é ... como vocês dizem, que é sem brilho, é como se houvesse uma claridade posterior que se fizesse no olho, e dá um arco de círculo para fora, mais frequentemente. Isso é para o pleno dia, e de fato, como você diz, pode acontecer nesse caso aí, durante o dia. Vocês experimentam seu corpo de Eternidade. E, claro, com o corpo físico que ainda está presente, então ele não está ainda totalmente livre. Lembro-lhes que, para alguns de vocês, vocês receberão o que é pomposamente chamado de "ensinamentos", e mais as chaves metatrônicas, durante os 132 dias, que vocês estejam nos Círculos de Fogo ou em outro lugar.

Então, tudo isso, tudo o que você descreve, anuncia e confirma no seu interior, que você está mudando paradigmas, sem falar do fim do tempo ou na mudança dimensional. Você está em vias de descobrir outra realidade, que, por enquanto, parece-lhe talvez intangível, mas que em algum dado momento se tornará muito mais tangível do que o mundo material que parecerá para você ser um pesadelo, um sonho ruim ou algo, um pouco como quando lhes chega de manhã, que você teve um sonho e que você acorda, você lembra que você teve um sonho. Aí, será a mesma coisa com o corpo de Estado de Ser, e o que parece ser o sonho são as encarnações que vocês tiveram neste mundo, assim como a sua última vida. Vocês realmente acordarão neste momento, seja no Apelo de Maria, que restaura a conexão à Eternidade, ou seja no final dos 132 dias.

Mas muitos de vocês começam a viver esses processos, a ouvir uma voz – que é no entanto  a sua voz, mas você diz "mas eu sou dois" - sentir o braço, ouvir coisas, ver outras coisas, sentir odores e às vezes as palavras que saem de vocês que não são usuais de acordo com seu modo de expressão, palavras, não incongruentes, não deslocadas, mas diferentes das do seu vocabulário. Vocês já o constataram, e isso vai crescer. É assim como vocês saem da Ilusão. Não é um processo violento. Só é violento para aquele que está enroscado nesta dimensão, que é um materialista furioso; é violento para todos aqueles que ainda estão nas crenças em alguma melhoria deste mundo, mas para a maioria de vocês, e mesmo aqueles que não viveram tudo o que vocês tem seguido por mais de dez anos ou vinte anos, o vivem também.

Então, é claro que eles não têm as respostas, mas não é grave, eles sabem que estão bem, porque sentem o que está acontecendo no peito deles e sentem que sua consciência não é mais a mesma coisa. E este novo estado é reconhecido pelo que ele é, isto é, a Verdade, que vem colocar abaixo todas as ilusões, todas as crenças, todos os comportamentos relacionados à história de sua vida, de suas vidas e desse mundo. Isso é exatamente o que vocês estão em vias de viver antes do Apelo de Maria. Tudo isso é a ação do Fogo Ígneo, a Inteligência da Luz e a acumulação de partículas adamantinas, agora cada vez mais rápidas e de forma cada vez mais extensivas, em toda parte sobre a Terra.

Pergunta: Em 1982, estava em uma meditação em grupo, sentado com as pernas cruzadas. Eu estava de frente, e em um dado momento eu senti que meu corpo, por dentro, foi girado em um ângulo de 90 °.

Então, esse é um processo de decorporação. Muitos irmãos e irmãs que saem no corpo astral ou no corpo de Estado de Ser, é o mesmo processo, mas no Corpo de Estado de Ser, há o que é chamado de basculamento, com a impressão de que gira dentro de si por 90 °.  Mas esse giro dentro de si, de 90 °, tanto para a direita como para a esquerda, que é realmente experimentado pela pessoa, leva apenas aos mundos do 3D dissociada, que vocês chamam de mundos paralelos. Não são mundos onde vocês são livres, são linhas espaço-temporais que vocês exploram, e a característica disso é sentir-se girado 90 °, à esquerda ou à direita, dentro de si mesmo. Portanto, não tem nada a ver com a percepção de um corpo, como foi descrito no início, exterior, é no interior de você que isso ocorre. Não é a mesma coisa.

Pergunta: um sonho: eu estava sentado em uma espreguiçadeira de madeira em uma sala onde havia uma intervenção de Bidi. Em um momento, a espreguiçadeira foi jogada contra a parede oposta ...

O quê?

Pergunta: a espreguiçadeira.

Ah!

Pergunta: com os pés na frente, os pés atingiram a parede e recuei com a espreguiçadeira. Eu me encontrei no meio da sala, tranquilo. De repente, a espreguiçadeira recuou, eu me encontrei no lugar inicial, e dentro de mim havia como um enorme tufão e eu fui ejetado no escuro, dentro de mim.

Isso é um sonho? Então, a espreguiçadeira se deslocou sozinho para a frente, retorna à sua posição inicial com você sempre e depois, ejetado, como você diz, no escuro. Está certo?

Pergunta: Sim.

E você estava dentro de uma casa ou sala, não fora. Se há uma parede, está dentro.

Pergunta: como uma sala de aula.

Ok. Então, há primeiro um movimento para a frente, pelo qual você diz que é a espreguiçadeira que se move, não é você. Isso o move, é claro, mas é a espreguiçadeira que se move.

Pergunta: Sim, está certo.

E em algum momento, há retorno à posição inicial; após um movimento para a frente, um movimento para trás.

Pergunta: Um retorno ao meio.

No meio, e aí, ejetado ou sugado, como você diz, no escuro.

Pergunta: Sim, depois de retornar à posição inicial.

Eu entendi, está certo.  Então, você experimentou ... primeiro observe que você está em posição, como você diz, tranquila, em uma espreguiçadeira, então, de repouso. O corpo está em repouso. Este corpo em repouso se desloca. Evidentemente, você atribui o deslocamento à espreguiçadeira que se move, mas esse deslocamento, é bem nascido de você. Ele não nasceu da espreguiçadeira, ou é uma espreguiçadeira muito especial, mas você teria me descrito esta espreguiçadeira com mais detalhes, o que não é o caso. Em seguida há um movimento para a frente, um movimento para trás e uma parada no meio. Ou seja, é no momento em que você aceita permanecer quieto, como você diz, sejam quais forem os movimentos do seu corpo, mesmo que pareça anormal para você, porque é uma espreguiçadeira que se move, mas na verdade é você quem move a espreguiçadeira, você diz que você é ejetado, ejetado é a sua palavra, hein?

Pergunta: Sim.

No escuro. Ou seja, você não está mais submetido ao movimento e você tem acesso, em sonho, ao que é eternidade. Isso não significa que tenha uma tradução em sua vida, hoje ou naquele momento, mas foi mostrado o que você chamou de movimento da matéria quando você está tranquilo, isto é, em uma posição estendida, mas esse movimento pára, depois de um retorno ao equilíbrio, se se pode dizer, no meio. Você está no meio de uma sala, sem que você possa especificar o que quer que seja. Isso significa que você está no meio de você. A casa, um quarto, o carro é seu corpo. E o que está acontecendo? Você foi ejetado. Ou seja, tendo encontrado descanso, tranquilidade e parada de movimento, permite que você penetre fora do tempo, isto é, o tempo zero, quer dizer o Absoluto, a Infinita Presença. Certamente, se é algo que aconteceu há muito tempo, porque não me lembro de ter sido dado o tempo em que aconteceu ...

Pergunta: há dois meses.

Ah, é recente de qualquer maneira. Então corresponde. Então, se tivesse sido há uma vintena de anos, obviamente, a qualidade da consciência presente, coletiva e individualmente, não é absolutamente a mesma, então, já que aconteceu há dois meses, em pleno período de verão, quando vocês viveram todas as Teofanias, você pode dizer que é essa imobilidade que lhe permite transferir – sem o querer, se faz naturalmente - a sua consciência, mas aqui você não descreve o fim, simplesmente a sensação de ser ejetado. Ou seja, estando numa posição imóvel, você se move no entanto, à frente e para trás e retorna ao meio, e neste momento, aí então você passou na sua eternidade. Não há luz, não há referência, simplesmente, como você diz: "Eu sou ejetado no escuro". A espreguiçadeira, nós não sabemos o que vem a ser nem a sala, porque você não vê nada naquele momento, não é?

Pergunta: Sim.

Então, efetivamente, é isso. É: em um sonho, sua libertação é mostrada para você.

Pergunta: Bom dia, Papai…

Bom dia, Mamãe.

Pergunta: Por que é tão difícil para mim ficar no meu coração?

Mas porque, como você diz, "para você". O coração não concerne a você, quer dizer que da forma como você pronuncia essa frase, significa que deseja controlar seu coração. Isso era bom quando havia subidas vibratórias, ativação da onda de vida, Canal Mariano, Coroas radiante e todas as estruturas vibrais que foram ativadas, mas como sempre foi dito, a essa época nós elevamos sua consciência para permitir a instalação do corpo de Estado de Ser. Porém, depois o corpo de Estado de Ser faz abandonar qualquer veleidade de vontade pessoal. Como isso foi dito por Bidi de muitas maneiras, vocês não podem procurar o seu coração, você só pode se render a ele. Então, aqui também, é preciso mudar seu ponto de vista. Não é você quem vai controlar, como pela energia vital, ou verificar um talão de cheques; é precisamente o "nada a fazer", o abandono de toda vontade, o que permite que este coração seja instalado definitivamente .

Assim que haja vontade há a projeção da consciência; assim que houver o propósito, você coloca uma distância entre você e a Verdade. É por isso que foi falado sobre acolhimento, ociosidade e deixar agir a Inteligência da Luz. Mas todos nós fizemos isso, mesmo eu quando estava encarnado; quando se experimenta uma experiência de Luz, como eu vivi muito jovem, frente ao Sol, somente há um desejo, que é reviver isso. E perseveramos com a vontade, com o ascese espiritual, se vai fazer jejum, não se vai comer, se vai usar os cristais, se vai dançar para tentar transcender a pessoa. Hoje vocês têm que ser preguiçosos e, além disso, vocês o tem visto, há alguns anos, o mestre chinês Li Shen entregou-lhes a dança do silêncio. Hoje vocês não precisam mais dançar para estar em silêncio. E vocês precisam, acima de tudo, não desejar nada, não esperar por nada e, portanto, estar pronto para o Inesperado.

Então, não há nada que possa ser exercido pela vontade, nada que possa ser exercido pela pessoa, é o desaparecimento da pessoa. Não é meditação, é o que foi chamado de alinhamento, e agora, as Teofanias, isso é tudo. Mas, assim que vocês colocarem seu grão de sal de vontade pessoal, é porque vocês viveram essa experiência e ao vê-la de vez em quando, vocês dizem: "Bem, seria bom se eu ficasse assim”, está pronto. O principal não é o trabalho mas o posicionamento da consciência, quer dizer: "Eu não sou esse corpo, não sou essa história, não sou o que está vivendo. Eu sou o Inesperado”. Naquele momento, é claro, você abandonará, involuntariamente, mas inconscientemente, se posso dizer, qualquer processo destinado a projetar ou exteriorizar a consciência, e sua consciência recuperará sua fonte, isto é, o coração e não o ego.

Então, por que isso não se vive com mais frequência? Porque, por trás da sua pergunta, há vontade, em algum lugar, de viver, mas não é mais a vontade que o liberta agora, é precisamente a cessação de todas as vontades, a cessação de toda busca, a cessação de protocolos, de exercícios, a menos que vocês sintam uma necessidade premente, mas há que ser liberado mesmo disso. Eu lhes disse que viver a eternidade não é meditação. A meditação, mesmo a mais perfeita, sempre o distanciará do coração. Ela os levará a fenômenos de visões, às percepções, mas que não tem nada a ver com a Eternidade, e assim foi durante milênios, muitos meditadores foram enganados pelas forças invertidas, isto é, o astral, e eles levaram bexigas por lanternas.

Para viver o coração, hoje, pela intensidade da Luz, é preciso desaparecer para si mesmo e não querer estabelecer uma meta de estar no coração, de meditar. Tudo o que vocês detêm, detêm a vocês, e tudo o que vocês definirem como seu objetivo leva vocês para longe desse objetivo. É verdadeiramente um mecanismo habitual da consciência, mas que hoje deve aparecer cada vez mais de maneira mais clara. A Luz é evidência, ela é simplicidade, não é busca espiritual, nem meditação nem oração. É um estado de evidência. Este estado de evidência aparece em plena luz do dia, se eu posso dizer, em vista das circunstâncias atuais - eu não teria dito isso dez anos atrás ou mesmo cinco anos - aparece a partir do momento em que vocês soltam, quer dizer, vocês não são esse corpo, vocês não são qualquer karma que seja, vocês não são essa história, vocês não são suas profissões, vocês não são suas idades, você não são da terra, mas é aí que vocês estão, completamente presentes no Aqui e Agora. Quer dizer que vocês demonstrarão a vocês mesmos, através do jogo da consciência, que você não depende do seu corpo, das suas histórias ou do que quer que seja. Este é o inesperado.

Estejam prontos para o impossível e o inesperado, não há outra verdade, mas enquanto vocês acreditam que vocês dirigem ou controlam, isso se distancia de você. Mesmo se vocês viveram, através de suas técnicas anteriores, as subidas vibratórias, certas pedras que ativaram o Canal Mariano ou a Onda da Vida, as experiências do coração, mas hoje, e nós temos insistido daqui de cima, é muito profundamente diferente. É por isso que o discurso é diferente, porque as condições ambientais não têm nada a ver com o que foi nas primeiras efusões do Espírito Santo, há mais de trinta, já há trinta e três anos, do que se produziu durante o Casamento Celestes e até 2012 ou ainda alguns anos depois, e o que existe desde este ano sobretudo.

É uma reviravolta total. Vocês mudaram o quadro de referência, o quadro da vida, de quadro de funcionamento, de veículo, de consciência e do mundo. Existe apenas o ego espiritual que acredita que a vida se tornará muito agradável sobre este mundo, que os meninos malvados serão presos, que as guerras vão parar, que os extraterrestres, os bons, é claro, vão desativar as bombas nucleares. Vocês se enganam se você pensam isso. Vocês não têm, em nenhum momento, acesso ao vosso coração se vocês pensam isso - e aqui não estou falando do coração na ideia ou na cabeça, eu realmente falo do Coração do Coração, a Presença Infinita, da Última Presença, da Morada da Paz Suprema - porque desde que vocês o vivam uma vez, vocês não podem mais aderir a todas essas quimeras e a todos estes truques, que não fazem mais que passar. Tornem-se presentes, humildes, na Infância de Aqui e Agora, e portanto, na espontaneidade e na imediaticidade que há ao viver vossa eternidade.

Chegamos no final do tempo reservado.

Ah, o tempo que vocês me deram.

Sim.

Certo. Bem, de qualquer forma, como eu disse, voltarei no final, é claro, sempre para responder perguntas e assim poder dizer algumas coisas que eu não precisava dizer hoje, mas que posso dizer em alguns dias. Então, bem, eu desejo a vocês, eu não sei o que, almoço ou jantar ou o que quiserem. Fiquem bem. Todas as minhas bênçãos os acompanham e não se esqueçam de serem verdadeiros e serem preguiçosos.

Até logo, meus irmãos e irmãs.


***

Tradução do Francês: Nice Henz Luz



PDF (Link para download) : OMA - Parte 2 - Q / A - Setembro 2017


14 comentários:

  1. Não há necessidade de estruturas intermediárias porque lembro que o Apelo de Maria põe fim a essa dimensão e coloca fim ao que é chamado corpo causal.
    .........
    Vocês não podem procurar o seu coração, você só pode se render a ele.
    .........
    Existe apenas o ego espiritual que acredita que a vida se tornará muito agradável sobre este mundo, que os meninos malvados serão presos, que as guerras vão parar, que os extraterrestres, os bons, é claro, vão desativar as bombas nuclear.

    ResponderExcluir
  2. (...) "Hoje vocês não precisam mais dançar para estar em silêncio. E vocês precisam, acima de tudo, não desejar nada, não esperar por nada e, portanto, estar pronto para o Inesperado." (...)

    (...) "Eu não sou esse corpo, não sou essa história, não sou o que está vivendo. Eu sou o Inesperado”. (...)

    (...) "Para viver o coração, hoje, pela intensidade da Luz, é preciso desaparecer para si mesmo e não querer estabelecer uma meta de estar no coração, de meditar. Tudo o que vocês detêm, detêm a vocês, e tudo o que vocês definirem como seu objetivo leva vocês para longe desse objetivo." (...)

    (...) "A Luz é evidência, ela é simplicidade, não é busca espiritual, nem meditação nem oração. É um estado de evidência. Este estado de evidência aparece em plena luz do dia, (...) - aparece a partir do momento em que vocês soltam, quer dizer, vocês não são esse corpo, vocês não são qualquer karma que seja, vocês não são essa história, vocês não são suas profissões, vocês não são suas idades, você não são da terra, mas é aí que vocês estão, completamente presentes no Aqui e Agora. Quer dizer que vocês demonstrarão a vocês mesmos, através do jogo da consciência, que você não depende do seu corpo, das suas histórias ou do que quer que seja. Este é o inesperado." (...)

    (...) " e não se esqueçam de serem verdadeiros e serem preguiçosos."

    ResponderExcluir
  3. A resposta a última pergunta vele por todas. Não é nada fácil para nos diante de uma vida no efêmero.

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde irmãos
    Apesar de saber que isso não tem a mínima importância para o nosso processo, há uma pergunta que não quer calar. Quem seria o anticristo?! Trump, Putim, Macron... Eu sinceramente não faço a mínima idéia. Alguém se habilita?
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio, por exclusão, entre esses três, diria ser o presidente francês... Mas, também, diria como você disse: isso nenhuma importância teria para o nosso processo...

      Excluir
    2. Concordo Egídio. Uma curiosidade sempre bate pois somos humanos e uma certa alegria também pois se o anticristo está ai, então estamos muito perto do fim. Eu acho o Macron também mas tanto faz agora.

      Excluir
    3. Putin, por mais estranho que possa soar, serve à Luz. Está aqui para equilibrar a balança e não permitir a completa dominação da Humanidade da superfície pela corporação que controla os EUA e que usa o Governo e a força militar de lá pra tentar dominar o mundo. Oq não isenta os russos de suas mazelas históricas. Ninguém é florzinha, digamos assim. Sobre a hipótese, Cláudio, sigo o relator e vou no Macron tb. Mas isso tb é irrelevante como vcs disseram, apenas conversa à toa numa sexta à noite, bem quente e pedindo pra vir chuva aqui no interior de SP. Abraços!

      Alexandre

      Excluir
  5. Muito obrigado pela tradução!!!

    ResponderExcluir
  6. Em apocalipse 12
    “O dragão parou diante da mulher que estava prestes a dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe devorasse o filho” (12:3-4). “E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara (ou cetro) de ferro”
    A lenda de Júpiter: Zeus na mitologia grega e Júpiter na mitologia romana
    “Sua mitologia conta que Saturno, pai de Júpiter, devorava seus filhos assim que acabavam de nascer por medo de uma premonição que dizia que um de seus filhos o destronaria.
    O próprio Macron se auto intitulou Júpiter... E a mídia insiste em colocar o nome dele associado a palavras como Messias... Júpiter... Crística... Rei Sol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ironicamente,o nome dele é Emmanuel Macron. Emmanuel é um nome profético citado em Mateus 1:23 ("E ele será chamado Emanuel, que significa Deus conosco")para se referir a Jesus Cristo.

      Excluir
  7. Desta maneira vendo a questao da vontade, eu posso perceber e auxiliar meu amigo arcanjo que a vontade em si,tem dois tipos de cogniçao, que no caso uma se refere ao reflexivo que tem de a condicionar a pessoa a algo em que ele tem como objetivo de realizaçao para assim por fim se colocar no estado de Morada de paz suprema,ou no coraçao,ou na Alegria eterna...etc.. . No caso existe a vontade verbo,que eu definiria como o divino a vontade da criaçao,aquela vontade que ja esta esclarecida aquela vontade que ja esta realizada e simplesmente se adere ao fato de viver suas multiplas experiencias a sua maneira, de execer o seu verbo na infinidade de suas possibilidades,sendo assim, totalmente inserido dentro do contexto do momento presente, aonde a vontade reflexiva nao se desdobra mais e a vontade do verbo se faz,no aqui e agora,sem projeto,sem projeto,no extasy de viver oq a vida quer viver, e assim nos tornemos nos mesmos a vida, nos tornemos nos mesmos....? O divino o Creadorr ,oo criadoor,o arcanjo,oq mais eu quero ser..sho ve..sei la..a vontade eh de vida a vontade eh de viver, oq ha pra viver.

    ResponderExcluir
  8. Este é o último parágrafo desta mensagem, preguiçosos, preguiçosos etc...
    É uma reviravolta total. Vocês mudaram o quadro de referência, o quadro da vida, de quadro de funcionamento, de veículo, de consciência e do mundo. Existe apenas o ego espiritual que acredita que a vida se tornará muito agradável sobre este mundo, que os meninos malvados serão presos, que as guerras vão parar, que os extraterrestres, os bons, é claro, vão desativar as bombas nucleares. Vocês se enganam se você pensam isso. Vocês não têm, em nenhum momento, acesso ao vosso coração se vocês pensam isso - e aqui não estou falando do coração na ideia ou na cabeça, eu realmente falo do Coração do Coração, a Presença Infinita, da Última Presença, da Morada da Paz Suprema - porque desde que vocês o vivam uma vez, vocês não podem mais aderir a todas essas quimeras e a todos estes truques, que não fazem mais que passar. Tornem-se presentes, humildes, na Infância de Aqui e Agora, e portanto, na espontaneidade e na imediaticidade que há ao viver vossa eternidade.
    Grato Nice Hens
    Rendo Graças

    ResponderExcluir
  9. Para relembrarmos:

    “ A Luz é evidência, ela é simplicidade, não é busca espiritual, nem meditação nem oração.”

    “E vocês precisam, acima de tudo, não desejar nada, não esperar por nada e, portanto, estar pronto para o Inesperado.”

    Até breve, Aïva!!!!

    ResponderExcluir