OMA - Parte 3B - Setembro 2017


OMA - Parte 3B - Q/R - Setembro de 2017
Mensagem de 18 de setembro de 2017 (publicada em 09 de outubro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio





Questão: tenho duas perguntas. A primeira é um sonho, na noite anterior a um tratamento vibratório. Estou dentro de uma casa que parece ser a minha, situada num local muito animado. Atrás do vidro amarelo da porta de entrada, eu observo o lugar. As pessoas conversam ou circulam numa atmosfera pacífica, e as crianças brincam. De repente, aparece uma pessoa ao fundo, em frente da minha casa. Ele avança e todas as crianças o olham e se afastam, abrindo caminho à sua passagem. Os adultos também param. Veste uma túnica comprida castanha e tem uma aura particular à volta da sua cabeça. Tudo silencia e de repente a multidão escreve: " É santo A...". ( No sonho o nome estava completo mas quando acordei, tinha esquecido ). Sinto que é mesmo ele e fico espantado de o reconhecer não tendo jamais ouvido o seu nome. Olho para ele através do vidro amarelo, ele avança até minha casa. Estou admirado perante o lado extraordinário da situação pois parece que é a mim que ele vem ver. Chega ao pé da minha porta, tenho dificuldade em acreditar, e aí, aturdido, vejo o seu corpo ser absorvido numa espécie de turbilhão ou vórtice, se formando ao nível do seu coração e desaparecendo totalmente a esse nível. Fico sem voz, num sentimento de arrependimento e de frustração de não ter conseguido comunicar com esse ser de Luz e conhecer a mensagem que ele vinha transmitir-me, e também fico em alegria profunda. Desperto. Podeis esclarecer sobre o sentido desse sonho?

Perfeitamente. Então para já, tu estás na tua casa. A tua casa, é o teu corpo mas é também a tua casa, veremos depois que nesse caso preciso, não é a tua casa é o teu coração. De qualquer maneira tu mesmo descreves que a porta é envidraçada em amarelo, isso é importante, o vidro amarelo. Tu vês um personagem, um santo, pouco importa o seu nome, mesmo se o reconheces, em todo o caso, um ser considerado no inconsciente como próximo da Fonte, da Luz, do Amor, de tudo o que quiseres, qualquer que seja o Santo em qualquer religião que seja, mesmo se não se nomeie de Santo, por exemplo no Oriente, é a mesma coisa. O que é que se passa? Tu conheces a pessoa, mesmo se nunca a viste, e aí o que é que se passa? Chega à frente da tua casa e desaparece. E tu dizes a ti mesmo que não conseguiste receber a mensagem, nem o que ele tinha a comunicar, mas hoje, para ti como para toda a gente, e isso vos foi dito pelos Povos da Natureza, o importante, não é o blá blá blá das palavras e a conversa, o importante é a comunhão, a Teofania, o resto não tem importância, senão para alimentar a pessoa.

Além disso, tu mesmo o dizes, as crianças que brincam reconheceram esse grande Santo, tu também, ainda que nunca o tenhas visto, então, é a sua natureza, a sua energia, a sua Presença, a sua irradiação, que não reconheceste, e desaparece num vórtice do coração. Não tens que ter nenhum arrependimento, simplesmente o que tu esperavas, como dizes, era uma comunicação em palavras, como de costume, mas o mais importante, é a reconexão e a comunhão, não a comunicação. Porque a comunicação, mesmo se for importante, e o Arcanjo Anael  falou exaustivamente, durante anos, sobre o assunto, no relacionamento há sempre dois, na comunhão, no Coração do Coração, há apenas Um. Trata-se de iluminar essa comunhão, não se trata de trocar palavras ou experiências que possam ser partilhadas depois. Vocês se alimentam do vosso Coração do Coração. Então, em todas essas palavras usadas noutros sonhos, o importante não é a mensagem. 

É certo que há elementos que nós vos damos, mas como vocês viram durante esta semana, trata-se de processos vibrais. É claro que há informação, mas essas informações, se queremos ser honestos, poderiam ser dadas em trinta segundos, um minuto. Então porque é que nós ficamos por vezes tanto tempo? Porque é a comunhão que é importante. Para lá das palavras, há o Verbo, e para além da compreensão, há o Coração. Então, a Comunhão, a Teofania, é o que é para ser vivido, e não a transmissão de alguma mensagem que lhes agrade ou de algum aviso. Não esqueçam que estão passando de uma consciência efémera para uma consciência eterna. Nesta consciência do vosso corpo de Eternidade, não há palavras, não há conceitos, apenas vibrações, isto é, Conhecimento. Todo o conhecimento, toda a informação, estão aí. É por isso que vocês estão fazendo essa aprendizagem e é por isso que ficamos por vezes bastante tempo, pois se quiserem ser objetivos, toda a mensagem, por exemplo o que vos foi transmitido pelas irmãs Estrelas, poderia ter sido reduzido a poucas linhas. Mas o resto é importante, não as palavras mas esse estado de Comunhão. Não se prendam nas palavras.

Então, é esse o significado do teu sonho. Para mais, tu mesmo dizes que foi antes de um tratamento vibratório, creio, na véspera. O que é que te é transmitido através desse sonho? Não tentes ver. Claro, sentes e vês as energias, mas entra em ti e deixa acontecer o que acontece. Em última análise, o que acontece num tratamento vibratório não é importante, qualquer que seja o extraordinário que aí se passe, o único testemunho que pode interessar é: será que ficaste melhor na tua consciência, no teu corpo, na tua vida? Tudo o resto é apenas experiência. Vocês irão ter bastante tempo para viver todas as experiências que quiserem, depois, e sabemos bem que nesse face a face último, coletivo, vocês as terão à farta, sobretudo quando os últimos véus caírem. Aí, irão ver muitos seres. Nesse momento, o que ireis fazer? Entrar em vocês mesmos ou procurar conversa? De qualquer modo, não será possível conversar, pois nesse momento estarão em estase.

É o que tenho a dizer sobre esse sonho. Tu viveste o encontro, não como esperava a tua pessoa, mas sim como o viveu o teu coração, pois como te disse, essa casa com a vidraça amarela em frente, a cor amarela, não é a cor do ouro, é a cor do ego. Então o ego, vem bloquear esse género de informação, quer dizer de mensagem, de comunicação, para que apenas reste a essência vibral desse contacto, e é tudo. O essencial está aí, nada perdeste, muito pelo contrário. Então, outra pergunta.


Questão : segunda questão : há dois meses, em minha casa, vi à minha frente uma silhueta branca de um ser de Luz. Aproximou-se e senti uma abertura enorme do meu Coração, e vi esse ser de Luz ser aspirado pelo meu Coração e desaparecer da minha vista. 

Ele não desapareceu, ele entrou em ti, mostrou-te que está em ti. E quando o vês desaparecer por detrás da tua vidraça, onde é que ele desaparece? Em ti, é idêntico. Então, continuemos, com licença. 


Questão : Este evento, cerca de um mês antes do sonho, estará relacionado com ele?

Então, já respondi antes. Sim, é claro. Mas esses sonhos são para mostrar que realmente vives coisas magníficas, no entanto, nestes momentos de Graça, em relação à espiritualidade, em relação às visões, mesmo em relação às vibrações, o importante é ficarem tranquilos, não se deixarem arredar nem pelo corpo, nem pelo mental, nem pelas emoções, e ainda menos pelas dúvidas. Deixem que se viva o que é para ser vivido, e aí vocês irão encontrar a alegria do instante presente. Com efeito, há um aprendizado nesta sobreposição, e sempre temos dito que todas as portas se estão abrindo, mas tentem, se possível, não alimentar a experiência mas sim manter o Coração do Coração. É isso o mais importante, a experiência serve apenas para isso, não para ser repetida ou para ser compreendida. Lembrem-se, o papel da mente é compreender. Agora, vocês estão diante de acontecimentos que vos ultrapassam - ainda que vos explique os sonhos e outras coisas - e que vos ultrapassarão cada vez mais, naquilo que sois enquanto personagens.

Então, todas essas expressões, repito, " fiquem tranquilos", " humildade", " simplicidade", é isso, quaisquer que sejam as experiências, e haverá cada vez mais, o importante não é a experiência, é a comunhão que daí resulta, isto é, o que vai contribuir para a instalação no Coração do Coração. É a única coisa essencial, tudo o mais apenas nutre a pessoa, o personagem e a história, e afasta do coração. Isso não quer dizer que devem recusar as experiências, mas sim que devem ser transparentes, não se prenderem no entendimento, não ficarem retidos por nada, deixarem passar o que é passageiro, e aí descobrirão a totalidade da Jóia sublime, o diamante do Coração, o tetrakihexaedro, a Fonte de Cristal que aí está conectada. E aí vocês não têm necessidade de nada mais, é uma Alegria que nada pode igualar, é um êxtase, até uma íntese.

Continuemos.


Questão : ela finaliza dizendo: " obrigada por me esclarecer sobre estes eventos e por ficar connosco nestes tempos."

Sim, agradeço também por me ter permitido responder mais exaustivamente em relação ao que se está a passar. Percebam bem que vocês não são nada do que é passageiro, vocês são a imutabilidade, então, não alimentem ... experiências, elas são incontáveis, haverá mais e mais. Viram isso com os Povos da Natureza, mas já nessa altura, nós dizíamos que o importante não é viver a experiência para a compreender ou para depois a partilhar, mas para permanecer cada vez mais no Coração do Coração. Tudo o resto flui a partir daí, a Paz, o ponto de vista, as vibrações, tudo.

Vamos continuar.


Questão : uma irmã Estrela disse que durante a semana entre 22 e 29 de Setembro, era preciso estar num ambiente natural...

Não necessariamente. Acho que foi aconselhado, no caso de ser possível. Não há aí obrigação. De qualquer maneira, mesmo que trabalhem, se a Inteligência da Luz decide que vocês devem estar na natureza, ireis ter uma paragem no trabalho que permita estar lá. Um carro irá avariar,  terão qualquer impedimento, mas não serão vocês a decidir. Não irão viver o ambiente natural todo o tempo, vinte e quatro a vinte e quatro horas em plena natureza, não é?


Questão : ... isso quer dizer para irmos para a natureza ou para ficarmos no nosso ambiente habitual?

É irem para a natureza se tiverem a oportunidade, de acordo com o que a vida lhes oferece. Tenho sempre explicado, por exemplo, no caso de irmãos e irmãs que se separam neste momento, ou um casal , é para ficarem tranquilos. É claro, logo que haja separação, irão pensar no coração partido, nas diligências que há a fazer nesse sentido e tudo o mais, mas, aí também, fiquem no instante, e isso significa que não têm de entender, apenas viver, antes de mais nada. É claro que sei bem que com o mental, todos precisam, todos precisamos entender e explicar. Mais uma vez, sirvam-se do pouco que resta do mental para realizar a vossa vida efémera, mas não para as experiências, os eventos que acontecem a nível vibral, a nível da Luz.

Continuemos.


Questão : sonho de um irmão, de há dois anos atrás : estou perante um Draco. Uma armadura de prata branca encaixa-se no meu corpo. Este transforma-se num leão. Tenho uma espada e luto contra o Draco.

Um momento, o que é que se transforma num leão?


Questão : o corpo do irmão.

Está bem.


Questão : ... assim que é morto, ele reaparece, o seu olhar parece de jogador. Depois de cortar uma dezena em pedaços, que reaparecem gradualmente, decido afastar-me pela esquerda. Há uma estrada ladeada por árvores. Corro, sentindo o poder deste novo corpo, depois salto de árvore em árvore, sobre as quatro patas, como um leão livre e divertido. Na manhã seguinte, Li Shen explicou que durante esse sonho tinha vindo ensinar-me a Dança do Silêncio para que eu pudesse transmiti-la aos outros. Pode desenvolver em relação ao contacto com o Draco e com esse olhar desafiante que parecia divertir-se com tudo, especialmente com a morte?

Mas não há morte para os Dracos nem para os Arcturianos. O corpo de leão significa simplesmente que tens uma origem ou uma linhagem arcturiana que se expressou. Os Arcturianos adoram lutar e os Dracos também. Mas, para vocês aqui, para todos nós quando estamos incarnados, se nos cortarem a cabeça morremos, enquanto que no sonho, como dizes, bem podes cortá-lo em pedaços que ele reaparece, pois não há morte, mesmo nos mundos intermediários dos Dracos. Não pode existir a morte, sobretudo quando não há matéria carbonada aprisionada, podem lutar por toda a eternidade, se vos apetecer, são apenas jogos. Para vocês, infelizmente, não é um jogo, é preciso fazer o luto, é preciso passar pela morte e tudo o mais, mas lá, mesmo que sejam mortos eles não morrem. É o que posso dizer. Então, foste revestido da tua Eternidade através de uma das tuas linhagens ou da tua origem, e pudeste verificar por ti mesmo que os combates são um jogo. Tu mesmo disseste que o Draco tinha um olhar de jogador. 


Questão : é o que ele mostrou.

Bem, isso é normal. Os Arcturianos, mesmo que participem ativamente na liberação deste mundo, sabem que é um jogo. Bom, de acordo, um jogo doloroso quando estamos incarnados, mas porque nos esquecemos de que é um jogo e além disso não temos a possibilidade de ressintetizar um corpo, em terceira dimensão dissociada. É preciso passar pelo encontro entre um espermatozoide e um óvulo; esse não é o caso, em outras dimensões. A morte não existe quando se está no corpo de Existência. Apenas aqui na Terra e nos mundos confinados é que a morte é um drama. No entanto, vocês sabem muito bem que os irmãos e as irmãs que têm experiências de morte eminente, é quando regressam ao corpo que aí sentem a morte. Sentem-se dez vezes mais vivos fora desse corpo do que nesse corpo, isso é uma realidade.

Então, aqui também, essa experiência é muito interessante, ela traduz a revelação da imortalidade, a revelação de uma linhagem ou de uma origem, e mostra que a luta é um jogo. Na verdade, é uma arte, mas não aqui neste mundo. Além disso, entre os irmãos dos mundos unificados, não há armas de destruição massiva. Os combates, tal como é descrito aqui, são feitos com armas que não projectam nada; a mais comum é o que chamam uma espada, uma vez que, em combate, o contacto deve ser cara a cara. A guerra onde há um chefe de estado que ordena : " vamos lançar uma bomba em determinado lugar ", onde há o soldado que atira sobre um desconhecido que está à sua frente, isso não é leal como nos combates entre os Dracos, os Arcturianos e outros povos; eh, há outros povos que nunca lutam, nós, os Vegalianos, por exemplo, não temos nenhum interesse por esse tipo de demonstração, isso não nos daria qualquer prazer, e além disso a espada seria muito densa para nós, mas para esses povos isso não representa nenhum problema. Eles vivem a sua Eternidade. O corpo de Existência nunca pode desaparecer, qualquer que seja a sua aparência. Além disso, este irmão diz que se transforma num leão e tem uma armadura branca, é o corpo de Existência.

Então, vamos continuar.


Questão : sonho de uma irmã, há quinze dias: um homem de cerca de 30 anos, cabelos compridos, conversava comigo. Não me lembro da conversa, apenas de uma sensação de bem-estar, de Alegria, de Paz e de Amor incomensuráveis...

Isso é o mais importante, tal como nos sonhos anteriores. Podes continuar.


Questão: foi breve, mas intenso e mágico. Ao despertar, a alegria continuou e permaneceu a lembrança deste encontro. Dois dias depois, ao limpar a casa, tive um grande desconforto, com palpitações fortes ao nível do coração e do peito, e os braços, a nuca, as costas e a barriga, ficaram como que paralisados. Isso durou cerca de 1h30, com uma grande fadiga. Pode esclarecer sobre esse sonho e se tem alguma relação com esse desconforto ?

O esclarecimento é o mesmo que dei para todos os outros sonhos anteriores, que são bastante característicos. Nos encontros, o que é importante, e ela assim o diz, é a alegria que ficou presente quando acordou, significando que a Eternidade se manifestou no efémero. Dois dias depois, numa actividade comum, a limpeza da casa, penso, houve uma forma de desequilíbrio ao nível do coração. Sim, é claro que está relacionado com essa forma de sonho, é claro que está relacionado com o que referi e que vocês chamam hábitos, resistências, que não são memoriais. Mas é a Luz que orienta, neste caso como em muitos outros casos vividos pelas irmãs e irmãos. A única explicação é a que já dei imensas vezes e que já repeti aqui hoje pelo menos duas ou três vezes, é o reencontro entre o efémero e a Eternidade.

Há, ao mesmo tempo, não tanto uma comunicação, mas uma alegria e depois, essa Alegria é tanta, essa Luz é tanta que vem, literalmente, quebrar com o que pode permanecer de hábitos. É o que viveste. Isso não significa que no momento em que foi vivido estavas apegada a essa experiência, tu mesma dizes que fazias um trabalho doméstico, mas houve uma resolução que foi feita dessa maneira, e certos hábitos, tu mesma poderás verificar, se ainda não foi o caso, certos comportamentos, puderam ser evacuados dessa maneira, sem que te apercebesses, e agora talvez te possas surpreender por esses hábitos terem desaparecido de ti. É assim que a Luz trabalha, agora. Para vos preparar, para quê? Para o Apelo de Maria, para viverem o Apelo de Maria nas condições as mais adequadas, isto é, como uma criança, qualquer que seja a vossa idade. E quanto mais viverem episódios como esse, mais facilitado será, portanto, em vez de culpabilizar deveis agradecer.

Bom, claro que quando é um processo doloroso é difícil de agradecer, no entanto, entendam que tudo o que vos acontece nos dias de hoje, não é uma punição nem uma retribuição, mas é uma solução, uma resolução que acontece.  Vocês entendem porque é que digo também que não devem julgar ou tentar entender? Os prós e os contras ireis ter de seguida, após o Apelo de Maria, e então podereis verificar que o que vos digo é totalmente verdadeiro. E, como sabem, digo sempre as coisas com antecedência. É parecido para os eventos da Terra, tudo o que eu disse alguns anos atrás, uma dezena de anos, acontece agora. Então, é claro que o mental humano, já nessa época, se apegou a isso pois o medo era predominante, mas agora isso acabou. E tudo é uma lição, não uma lição para adquirir o que quer que seja, mas para se habituarem ao que são e não ao que acreditaram ser neste mundo, mesmo através de todas as espiritualidades que possam talvez ter explorado.

Outra questão.


Questão : duas questões de uma irmã. Um sonho de 18 de agosto: reina um ambiente de preparativos para uma viagem da qual me sinto distanciada, como se não tivesse nada a ver comigo. Subitamente, sinto- me começar a subir nos ares, na vertical, sugada, sem medo, mas surpreendida por estar a ser levada da casa onde vivo actualmente. Acho isso incongruente pois penso que a minha velha carcaça não tem nenhum interesse. Aturdida, foco a minha atenção sobre dois pontos no céu; são duas outras mulheres, que também estão a ser aspiradas. Conheço as duas. A surpresa é tão grande que acordo sem saber onde era suposto chegar. Fiquei durante muito tempo como que impregnada nesse sonho, como se o tivesse realmente vivido. À tarde, uma voz interior me disse: " Não é a sua carcaça que nos interessa mas as suas memórias." Como posso compreender este sonho? Será uma projeção?

Oh, não acredito, especialmente no período das Teofanias perpétuas. Simplesmente te anunciam a forma como serás evacuada, e o motivo, qualquer que seja o estado da tua carcaça, como dizes. Então, essa voz, realmente a ouviste e veio prevenir-te. E isso irá acontecer, talvez, cada vez com mais de vocês, aliás, como viram, há outros sonhos que vêm, não direi dar datas, isso não ireis ter nunca, mas ireis receber - não de mim, nem dos outros Anciãos ou das Estrelas, mas da Luz, - a Luz irá comunicar à vossa consciência comum alguns elementos, em sonho ou em vivência, ou como uma voz falando no vosso interior, acerca de como será a vossa Liberação. Aqui neste caso, o teu corpo é levado ou pelos Arcturianos ou pelos Vegalianos, como eles disseram, por haver memórias a serem recuperadas.

O teu corpo, não nos importa, na verdade. Não há nenhum corpo que seja útil, no entanto as memórias sim. São úteis, não nos mundos livres, mas especialmente se há experiências ou vivências que nos possam ajudar a preparar a liberação de um outro mundo. Quando digo " nos", não me refiro a nós, serão alguns de vocês que irão ajudar a liberar outros mundos. Então, podem ver que os sonhos mais recentes, do mês de agosto e setembro, muitos falam disso. Aceitem a informação e a Alegria que dela decorre, e depois sigam a vossa vida.

Outra questão.


Questão: segunda questão: em agosto tive uma grande inflamação intestinal com muitos inconvenientes, nomeadamente digestivos, e que ainda não estão completamente resolvidos. Apesar da liberação, admito que haja ainda resistências ligadas aos hábitos. Tive que modificar a minha dieta, ainda que já fosse saudável e escassa, e torná-la minimalista. Isso poderá ter sido um convite da Luz para deixar progressivamente de me alimentar?

Isso pode ter sido também qualquer coisa que tu comeste que já estava deteriorada, ou que já não estava boa, não tenho aqui forma de saber com precisão. O que posso dizer simplesmente, em relação aos alimentos, é que, aqueles que são liberados e que não estão no Si, observaram realmente uma grande diminuição de alimentação física, eles são alimentados pela sua Fonte, pelo Coração. Este não é o caso para todos, porque se ainda estão no Si e se ainda há medos importantes, efetivamente podem ficar bulímicos. Mas, em geral, todos aqueles que estão liberados, eu não disse que não precisavam comer, disse simplesmente que a ingestão de calorias através dos alimentos é muito menos necessária do que antes porque, mais uma vez, esses irmãos e irmãs são alimentados, mesmo a nível celular, mesmo a nível fisiológico, pela Luz, pelo Coração do Coração.

Como vocês sabem, nas outras dimensões não há comida. Mesmo em 3D unificada, penso que Ramatan explicou detalhadamente que eles fazem uma refeição ritual, ou um agape, " agapê ", como eles dizem, semanalmente, mas isso não é por necessidade de comida, é uma celebração. Então, no teu caso, segue o impulso da Luz. Não se pode excluir que isso tenha sido desencadeado por um alimento deteriorado.

Outra questão.


Não há mais questões escritas e uma irmã quer compartilhar o seu testemunho.

Então escuto, se ela falar normalmente, alto.


Questão : quando cheguei aqui, cansada da viagem, estiquei-me na cama e deixei-me ficar. Naquele momento um clarão fulgurante atravessou-me, o meu corpo desapareceu, deixei de estar ciente dele, ou da cama, ou do quarto, apenas sentia o Coração que pulsava.

Sim, o Coração do Coração.


Questão : naquele momento, senti que da parte da frente do coração passava uma força extraordinária e experimentei a Liberdade, bem como um amor extraordinariamente doce e uma grande serenidade. Vivi essa experiência sem medo, totalmente serena. Depois encontrei-me de novo no meu corpo, mas com uma Alegria incrível, uma paz profunda, não senti mais fadiga, experimentei uma grande fluidez. Queria partilhar isso.

Então, agradeço, querida irmã, pois é isso exatamente, e têm visto isso também através dos sonhos, o que vos espera quando vocês se abandonam. E isso acontecerá assim, não importa quando. Aqui foi um cansaço, pode ser durante o trabalho, ou lavando a louça, enquanto procuram viver isso, mesmo que vivam as Teofanias realmente, o Coração do Coração é isso exatamente. Desaparece tudo. Tudo fica branco, não há mais corpo, não há mais cama, não há mais quarto, apenas um coração, à falta de outra palavra. Tudo é branco, e quando regressam, resta essa Alegria incomensurável. A partir daí, vocês compreendem que quando deixam a Eternidade ser e que a vossa pessoa desaparece de uma maneira ou de outra, verão que não precisam de mais nada além disso, sem ter de o procurar, porque aí, isso cria efetivamente, à vez, a realidade do Coração do Coração, a ativação da Merkabah interdimensional, pessoal ou colectiva, é conforme, mas também, mesmo se a experiência tenha passado, permanece um estado de consciência diferente.

Então, como é muito recente, gradualmente vais perceber, mas como tu mesma dizes, há uma Paz, e isso não pode ser confundido com outra coisa porque é desconhecido. Claro, quando é conhecido porque é vivido, torna-se, eu diria, o vosso legado em algum lugar, o Juramento e a Promessa. Quando é vivido, a vida muda completamente, a todos os níveis, e é isso que vocês estão todos convidados a viver, o mais tardar no momento do Apelo de Maria, a passagem pelo Coração do Coração e o Absoluto. Mas para isso, é preciso que a vossa pessoa fique em segundo plano. Aqui foi porque havia uma fadiga, e também porque as circunstâncias eram favoráveis em relação ao que devia ser vivido durante esta semana. Mas vocês irão ver que terão cada vez mais testemunhos disso.

E isso é tão simples, mas, é claro, quando ainda não se viveu, pensamos que é terrivelmente complicado. E este Amor é tão marcante - isso vos marca como ferro em brasa, são consumidos em Amor, mesmo que dure apenas alguns minutos, - que é indelével. Nunca mais desaparecerá, não tanto enquanto memória mas pelo que desencadeia na consciência, no corpo físico e no corpo de Existência. A junção do Coração de Existência, o famoso tetrakihexaedro, que se junta ao coração físico. É isso que se passa neste momento, a iluminação da Merkabah, e a substituição, não por completo, felizmente, do coração físico pelo Coração do Coração ou este tetrakihexaedro, cujo testemunho é a Luz Branca que vem antes da ausência de Luz que é o Absoluto, que não é o nada, mas que é a matriz da Luz, e sobretudo um estado geral profundamente diferente, e da consciência também, como deves constatar, mesmo depois de alguns dias. Isso não se afastará mais, mesmo se a pessoa, por momentos, toma a dianteira, e tu o saberás muito depressa, porque verás o teu mental, e se cedes a ele, bem, haverá uma chamada à ordem, aí também.

Então, qualquer outra pergunta, ou outro testemunho a dar.


Questão : sonho desta noite: eu estava perante um comitê onde havia uma seleção a fazer; eu era um estudante de matemática, mas a matemática não é o meu forte. O júri levantou-se, veio ao pé de mim, disse que eu tinha passado no exame, e declarou-me doutor em matemáticas. Fiquei surpreendido, mas também orgulhoso. Conheci um amigo, também doutorado em matemáticas. Estávamos num quarto, felizes, e ele disse: " agora somos os dois doutorados ". Esta passagem foi filmada e queria mostrar o vídeo aos meus pais. Quando começou, apenas aparecia o genérico com o título do vídeo, mas todas as imagens tinham sido apagadas. Fiquei admirado e acordei.

Aqui também, há uma mistura de elementos da pessoa e de elementos do Ser. Além disso, vocês podem ver também que, em muitos sonhos, e foi o caso hoje, os elementos são misturados porque acontece essa fusão, e a Existência, aqui incorporada, também faz sonhar mas são sonhos diferentes. Muitas vezes têm uma coloração mística ou espiritual, diremos. Isso quer dizer apenas uma coisa, e fazemos abstração das matemáticas porque, como tu mesmo disseste, não eras muito bom nessa matéria, isso não te interessava muito quando eras mais jovem, isso quer dizer simplesmente que quaisquer que sejam os estudos, porque és estudante, o júri considerou que eras doutorado. Isso quer dizer que ao nível da tua Existência, ela te assinala, à tua pessoa, que passaste as condições prévias para viver o que tens para viver em Liberdade, no teu Ser.

Então, aqui também, é anunciado através do diploma, e da seleção, se preferes, com o diploma, uma vez que te é dito " está doutorado em matemática " isso vem provar simplesmente que há uma confirmação, nesse sonho, que o que tu vives, ou que viveste, quer seja na tua vida, quer seja sobretudo em relação às experiências ou aos estados ligados à vibração, à Luz e ao Amor, tudo isso fez com que hoje estejas pronto para ser autónomo e ser diplomado, quer dizer alguém que tem domínio, neste caso não na matemática, mesmo que aqui se trata das matemáticas, mas o facto de se tratar de qualquer coisa que antes não gostavas mostra que não é a este nível. Aqui, as matemáticas podem apenas assinalar algo que tu não dominavas e que vives neste momento.

Então, houve grandes aberturas que foram feitas, talvez compreensões, certamente muitas experiências relacionadas com a Luz, e esse sonho simplesmente confirma que não precisas de te questionar sobre o que é que tu vais tornar-te, ou sobre o que tu és em verdade, porque já és diplomado. Diplomado, é uma alegoria, claro, tu recebeste a marca da Luz. É isso que é descrito no Apocalipse do nosso João, mesmo que aí se fale de chamados e escolhidos, e isso pode parecer elitista, para aqueles que ainda não o vivem, mas não se trata nada disso. O júri, aí, não são as pessoas que vão decidir ou não, são aqueles que já são doutorados, isto é, aqueles que podem verificar a validade, aqui, no sonho, do que fizeste como cálculos ou como demonstrações. Mas é um sonho muito bom.

...Silêncio...

As perguntas foram drenadas. Não, não é drenaram, vocês dizem " secaram" .


Questão : como saber, quando há um evento físico, se é a pessoa ou a Luz que desencadeou?

Ah, mas mesmo que seja físico, neste momento está ligado à Luz; mesmo se é realmente algo que parece não estar relacionado com a Luz, uma confrontação, uma resistência, mesmo se é no teu corpo, é também a Luz. Esse é o paradoxo, é que vocês têm o corpo físico e o corpo de Existência, como disse, quer vocês o sintam ou não. Então isso resulta da interação dos dois. Não pode ser apenas o corpo ou apenas a Luz, é a reação entre os dois, a relação entre os dois. Então vocês não podem dissociar, nem sequer, digamos, por exemplo, quando envelhecem e há uma rutura numa cartilagem, e isso talvez já existisse há muito tempo. Aí também, podemos dizer que está diretamente ligado à Luz. Isso não quer dizer que é Luz que vai fazer mal ou que vai curar, mas tudo está ligado à Luz, e sobretudo neste face a face último, o que quer que se produza no vosso corpo, na vossa vida, a qualquer nível que seja. Nada se  pode produzir agora independentemente da Luz.

Isso quer dizer que em tudo o que se produz, a Luz está presente, como dissemos, a Luz expandiu-se. Portanto, vocês não podem mais isolar um processo ao nível do corpo, da própria Luz. Isso não quer dizer que seja a Luz que desencadeia, mas são as circunstâncias, como disse, que são as mais adequadas. Então, se é uma dor nas articulações, é porque vocês têm de ficar em repouso, se é uma fratura é exatamente a mesma coisa, se é, como acontece em geral, um problema digestivo, agora, mesmo que já comam de forma saudável, trata-se de rever a vossa dieta, ou a forma de comer, ou os horários. A Luz, no caso dos alimentos, vocês sabem que há as refeições, e quando estive incarnado dei muita importância ao horário das refeições, mas hoje, nas condições em que estão, isso é ainda acrescentar uma maior rigidez porque assim vão seguir com um protocolo de horários e não vão seguir o que diz o vosso corpo ou o vosso coração. 

Assim, tudo o que acontece, mesmo que tenha iniciado há dez ou vinte anos atrás, agora está diretamente relacionado com o que deve acontecer em vocês em relação à vossa Liberação, ou à vossa ascensão, no caso de ascensionarem. Absolutamente tudo. É o mesmo no caso de irmãos ou irmãs que se afastam ou de casais que decidem divorciar-se e que se separam, da mesma maneira. Não são vocês que decidem, mesmo que aparentemente sejam vocês a decidir. E se realmente vocês decidirem por vocês mesmos, se não estiver de acordo com o face a face com a Luz, isso vai correr mal. Mas não é a Luz que vai fazer mal, é a distância que é colocada entre vocês e a Luz. 


...Silêncio ...


Questão: quando deixámos os elfos, um irmão propôs que me encostasse  num carvalho nobre, rodeado de azevinho. Coloquei-me contra esse carvalho, e senti no meu corpo algo difícil de explicar. O irmão disse-me: " vês, é uma árvore mestra." . Voltamos aqui e, enquanto você falava, o carvalho verde veio até mim e disse: eu venho através do teu Coração. Ele veio pela esquerda do meu Coração, depois a meio do Coração,  e aí é difícil colocar em palavras, mas senti um imenso Amor que invadiu todo o meu corpo, e  ainda permaneço nesse Amor.

Obrigado pelo testemunho. Neste caso foi com uma árvore, mas  poderão ver que é possível mesmo com o pior dos inimigos. Vocês poderão ver, isso é possível com Yaldébaoth, por exemplo, porque vocês são Amor, e quando vocês realmente são Amor, não há limite. Podem sentir o mesmo Amor com uma árvore, com uma folha, com uma pedra, com a água, e não apenas com os Povos da Natureza. Queremos dizer exatamente isso, quando vos dizemos que o mundo está em vós, mas que tudo está representado no exterior. Bem, aí foi com uma árvore mestra, mas poderia ter sido com qualquer outra coisa e, além disso, poderia ter acontecido de forma espontânea, sem razão, como aconteceu com a nossa irmã, quando ela estava simplesmente cansada.

Isso é o que acontece aqui, não são experiências, está para além das experiências porque é a fusão, a dissolução final, a emergência do Amor, o aparecimento da Verdade, e é muito provável, assim esperamos, que muitos de vocês, durante as diferentes impulsões que vão ocorrer, se encontrem neste Amor. E neste Amor, não há mais lugar para a pessoa, não há mais lugar para as questões, não há mais lugar para as dúvidas, não há mais lugar para as interrogações. Essa é a Verdade. Aí, chegaram a casa, e quando o viveram, mesmo que desapareça antes de voltar definitivamente, nunca poderão esquecer ou deixar isso de lado. É assim que acontece a Liberação doravante, se é possível para vocês, mesmo antes do Apelo de Maria. E creio que Orionis ou outras irmãs Estrelas, lhes falaram sobre a importância de serem bastantes a se encontrarem na Verdade. É assim, nestes tempos, que vocês podem ajudar e servir da melhor maneira.


Questão: essa árvore mestra é um farol.

Sim, é a Luz. Todas as árvores mestras, todas as árvores, de uma maneira geral, com a  acumulação de Luz, tornam-se faróis. Tal como vocês, quando o vosso coração está aberto, vocês se tornam um farol.


Questão : É tão bom, esse amor, que tenho vontade de chorar.

Sim, podemos chorar, isso nos faz chorar. São lágrimas de alegria, porque, como vocês podem verificar, esse evento é um reencontro com o aspecto o mais íntimo de quem vocês são e que tinha sido esquecido. Além disso, tal como a Fonte vos disse, este é o período em que o Juramento e a Promessa são realizados, porque é importante, mesmo que o Apelo de Maria e Nibiru não sejam visíveis. É importante para aquele que o vive, é claro, mas também é importante para todo o coletivo da humanidade.

Vocês entram realmente, não mais apenas na comunhão ou nas Teofanias, mesmo que haja aí um suporte, como a árvore, a folha, o interveniente, seja o que for, pouco importa, ou um elemento dos Povos da Natureza. É por isso que tenho dito, para não procurarem as palavras nos vossos encontros e nos vossos relacionamentos. Procurem a comunhão, aliás, não procurem, deixem vir até vocês, porque é aí que a Verdade e a solução se encontram, e em nenhum outro lugar. Chegarão cada vez menos, com a vossa cabeça e as vossas reflexões, ao que quer que seja. E quanto mais numerosos vocês forem a viver isso, especialmente durante a semana dos impulsos da Luz, mais facilmente acolhereis Nibiru e o Apelo de Maria, não para vocês, é óbvio, mas ao nível coletivo.


Questão : há algumas semanas atrás, senti sobre o meu pé direito, na raiz dos dedos dos pés, como se uns feixes muito quentes entrassem no meu pé, enquanto que o lado exterior do pé estava frio. Isso aconteceu várias vezes, durante vários dias.

Parece que falámos, há alguns meses, do Fogo Ígneo que iria passar também pelos pés. Não é exatamente o que foi chamado a Onda de Vida ou o Sharam Amrita, é realmente o Fogo Ígneo. É este o impulso que captaste, de momento apenas de um lado, e que se vai produzir com intensidade dentro de alguns dias. Não é a Onda de Vida que sobe, é energia que passa realmente, mas é, acima de tudo, como tem sido perguntado frequentemente, as vibrações ao nível do rosto, os pés são menos sensíveis do que o rosto , é claro, mas isso dá uma sensação de formigamento, calor, ou vibração. É exatamente a mesma coisa. É, portanto, a finalização, a colocação em serviço, de algum modo, do vosso corpo de Eternidade. 

Outra questão.


… Silêncio…


Não há mais questões.

Então queridos amigos, acho que é hora de fechar. Não precisarei voltar porque não há mais perguntas. Só posso desejar um bom face a face e boas consciências com os impulsos da Luz. Durante esta semana, é claro, nem Maria nem eu iremos voltar, porque é preciso que fiquem sozinhos - mesmo se vocês são um casal ou estão em família - sozinhos no vosso interior, não é? É certo, Uriel vos disse, podem chamar dentro de vocês Uriel, Teresa, Gema e quem quiserem, mas isso se traduzirá, tal como nos sonhos, por algo que é uma comunhão do coração, sem palavras, além disso não precisam de vosso mental, ou, repito, da menor explicação.

Então, irmãos e irmãs, eu vos dou mais uma vez todas as minhas bênçãos, todo o meu Amor, e vos digo que fiquem preenchidos de Vida, de Alegria e de Simplicidade. Todo o resto passará como uma carta enviada pelo correio, sem qualquer dificuldade. Sejam leves. Penso que foram muitos os intervenientes que vos falaram da Alegria. Há mesmo, uma  Estrela que falou do "eu" e do "jogo" ( Ndr: em francês eu é "je" e jogo é " jeu"). E sim, irão descobrir o que acontece realmente, para além das vibrações, o que se passa quando desaparecem, o que se passa quando o Coração do Coração emerge. E não pode haver aí dúvidas. É como para aqueles que foram liberados pela Onda de Vida que subiu até ao alto, é natural que isso dê vontade de chorar porque vocês se reencontram, muito simplesmente, e isso faz esquecer todos os cenários que construíram, até faz esquecer os eventos do fim da 3D dissociada, e estão plenamente vivos, antes mesmo da Ressurreição, vocês se apercebem disso.

Mas, bem, já tinha falado acerca disso, a cronologia que havia sido dada pelo Arcanjo Anael no ano anterior não é necessariamente assim. Agora, a única coisa que vos resta, e nunca terão a data porque também não a conhecemos, é: 
1 - a visibilidade de Nibiru que condiciona 2 - o Apelo de Maria. Mas muitas coisas maravilhosas acontecerão na vossa intimidade, mesmo se o exterior não seja nada idílico. Mas, é porque vocês estão no Coração do Coração que, o que quer que aconteça, perto de vocês ou longe de vocês, serão mais do que um pilar da Luz, estarão verdadeiramente em Alegria, e o que a Terra precisa, antes de falar dos eventos, é dessa Alegria, porque ela é o testemunho da Verdade, ela é o testemunho cognoscível do Absoluto. Não é mais o Si, aquilo que vivem agora, é a dissolução, o desaparecimento, um Amor que não podeis mesmo mais qualificar ou mesmo saber de onde vem, ele está em toda a parte. Sim, é a verdadeira Vida.

Então, irmãos irmãs, desejo-lhes tudo o que vocês podem imaginar, em relação à Verdade e não em relação aos vossos desejos, porque a Verdade é bem mais do que o mais nobre dos vossos desejos, e espero, se nos reencontrarmos aqui ou noutro lugar, que muitos de vocês possam estar nesse estado antes do início de outubro.

Eu lhes transmito todo o meu amor e vos digo, de qualquer modo, até breve e até sempre. Adeus.



***



Tradução do Francês: Maria Beatriz Pires 



PDF (Link para download) : OMA - Parte 3B - Q/R - Setembro 2017


7 comentários:

  1. O que vos foi transmitido pelas irmãs Estrelas, poderia ter sido reduzido a poucas linhas. Mas o resto é importante, não as palavras mas esse estado de Comunhão. Não se prendam nas palavras.
    .........
    o importante não é a experiência, é a comunhão que daí resulta, isto é, o que vai contribuir para a instalação no Coração do Coração. É a única coisa essencial, tudo o mais apenas nutre a pessoa, o personagem e a história, e afasta do coração.
    .........
    Mas, bem, já tinha falado acerca disso, a cronologia que havia sido dada pelo Arcanjo Anael no ano anterior não é necessariamente assim. Agora, a única coisa que vos resta, e nunca terão a data porque também não a conhecemos, é: 1 - a visibilidade de Nibiru que condiciona; 2 - o Apelo de Maria. Mas muitas coisas maravilhosas acontecerão na vossa intimidade, mesmo se o exterior não seja nada idílico.

    ResponderExcluir
  2. Hoje já 10 de outubro, isto quer dizer que de 1 a 10 já se passaram. A energia foi ficando cada vez mais intensa e diferenciada e acredito que foi de acordo coma faixa vibratória de cada um de nós podermos perceber ou não. Ha uma ressonância que existe em função de todo o trabalho realizado principalmente nos últimos 30 anos por todos nossos irmãos da multidimensionalidade tudo em beneficio dos seres vivente de Gaia e ajudando Gaia a dar o seu ultimo passo pois está a poucos passos da Transição Final. O Grande evento.
    obs. complementando e concordando com tudo exposto pelo nosso querido Manuel Egídio.

    ResponderExcluir
  3. Para lá das palavras, há o Verbo, e para além da compreensão, há o Coração. Então, a Comunhão, a Teofania, é o que é para ser vivido, e não a transmissão de alguma mensagem que lhes agrade ou de algum aviso

    ResponderExcluir
  4. Amado!!!! Amados!!!! Tudo quase finalizado... Com muito Amor, Luz, e Verdade... Vivemos os ‘últimos dias’, mesmo se forem prolongados*... Será uma forma de aprofundarmos, na Eternidade... Aqui!!!

    Em Unidade!!!!!

    * 31/12/2017

    ResponderExcluir
  5. E neste Amor, não há mais lugar para a pessoa, não há mais lugar para as questões, não há mais lugar para as dúvidas, não há mais lugar para as interrogações. Essa é a Verdade. Aí, chegaram a casa, e quando o viveram, mesmo que desapareça antes de voltar definitivamente, nunca poderão esquecer ou deixar isso de lado.
    ***
    Fica marcado e nunca mais serás o mesmo.
    OHGLORIA, OHGLORIA, OHGLORIA!!
    Bjus, Sara.

    ResponderExcluir
  6. A junção do Coração de Existência, o famoso tetrakihexaedro, que se junta ao coração físico. É isso que se passa neste momento, a iluminação da Merkabah, e a substituição, não por completo, felizmente, do coração físico pelo Coração do Coração ou este tetrakihexaedro, cujo testemunho é a Luz Branca que vem antes da ausência de Luz que é o Absoluto, que não é o nada, mas que é a matriz da Luz, e sobretudo um estado geral profundamente diferente, e da consciência também, como deves constatar, mesmo depois de alguns dias. Isso não se afastará mais, mesmo se a pessoa, por momentos, toma a dianteira, e tu o saberás muito depressa, porque verás o teu mental, e se cedes a ele, bem, haverá uma chamada à ordem, aí também.
    Grato Maria Benitez
    Rendo Graças

    ResponderExcluir
  7. "Mas, bem, já tinha falado acerca disso, a cronologia que havia sido dada pelo Arcanjo Anael no ano anterior não é necessariamente assim. Agora, a única coisa que vos resta, e nunca terão a data porque também não a conhecemos, é:
    1 - a visibilidade de Nibiru que condiciona; 2 - o Apelo de Maria."
    Torço como ator, vejo como abservador e vivo como nenhum dos citados a possibilidade real de prolongamento do mundo tal qual está.
    Acompanhar essas mensagens não deixa de ser um alento para este ator e observador. O mesmo agradece aos tradutores! Força, amor e luz a todos

    ResponderExcluir