ERELIM - Novembro 2017


ERELIM - 14 de Novembro de 2017
Mensagem de 14 de novembro de 2017 (publicada em 25 de novembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio



(***) Trecho do áudio da MSG onde Erelim pronuncia "palavras", que ele diz ser a expressão do sopro do dragão - a ser ouvido na pausa indicada no texto (***)
Clique aqui para fazer o download do áudio




Eu sou Erelim, Dragão de Fogo da Terra. Saúdo cada um de vós no seu Coração Eterno.



...Silêncio...

Intervenho  neste dia com a totalidade da intensidade do meu Sopro Ígneo, do meu Fogo.

Tal como nós, Dragões, vos convidámos, muitos tiveram ocasião de nos sentir e, em número mais restrito, ver-nos; ver, sobretudo, o nosso olhar. 

Intervenho hoje no máximo do meu poder e acompanhado do Verbo, do Sopro Ígneo, em suma, na totalidade daquilo a que se chama “Metatron”.

Entre as experiências vividas connosco - os contactos -, alguns puderam mergulhar num Coração a Coração particular que passava pelo olhar e que vos levou a experimentar, de forma carnal, o Amor incondicional que emana dos nossos olhares quando se encontram.

Para o período que há a viver, e que vos foi explicitado, sereis chamados a fundir-vos neste Amor incondicional que não conhece nem forma nem dimensões, nem mesmo na expressão duma qualquer consciência. Esse Fogo actua em vós, hoje, e ganha força, fazendo aparecer na vossa visão interior o Branco do Imaculado, lá mesmo onde forma alguma é perceptível.

...Silêncio...

A minha irmã Eriane, dos Elfos,  evocou alguns pormenores do que vai ocorrer na vossa vida quotidiana assim como no vosso interior. Foi-vos dito que essas injunções da Luz se produzirão quando tal parecer lógico e não segundo os vossos desejos. Se entre vós houver quem tenha tempo suficiente, convido-vos, mesmo sem vir às nossas aldeias, às nossas comunidades, a começar a estabelecer uma Teofania connosco porque, como é sabido, nós somos os portadores prioritários do Elemento Fogo, esse Fogo Ígneo que sai pela nossa boca, mas, e sobretudo, pelo nosso olhar, o mesmo  que eu aplico agora em cada um de vós, ligado a mim, enquanto me ouve ou lê.

A minha irmã Eriane disse-vos que, nos momentos mais intensos do Apelo da Luz, um certo número de sintomas se produzirão e que um desses sintomas é a modificação dos sentidos, dos vossos cinco sentidos, em particular no que respeita à vista e aos ouvidos, logo, à audição. Com efeito, no seio do vosso corpo de Eternidade, repercutido no corpo de carne, a intensidade do vosso olhar, ao ver qualquer elemento que seja, natural ou interior, pode levar-vos a viver a injunção da Luz na sua fase final.

O vosso olhar torna-se então portador,  também ele, desse Fogo de Amor e, observando a  tela interior ou os elementos da  Natureza, mesmo sem vir até junto de nós, ou até junto de um outro Povo da Natureza, simplesmente no elemento Natureza, podereis constatar que, utilizando o vosso olhar, o do observador, o Fogo Ígneo vos sairá pelos olhos, o que se apresentará de modo similar à injunção da Luz.

A Coroa da vossa cabeça em relação com o Éter de Vida, o Éter Livre, irradiará nessa pequena Coroa e alcançará os vossos olhos pelo eixo a que foi dado o nome de “AL/OD”. Estou a passar por cima, claro, dos processos vibratórios, para aqueles que os sentem, não vale de nada estar a descrevê-los porque serão sentidos em acção no momento próprio.

Nesse olhar dirigido ao vosso próprio interior, ou ainda à Natureza, a Coroa pequena começará automaticamente a actuar, em conjunto com o eixo AL/OD, vindo simultaneamente siderar e magnificar o que é visto no interior assim como na Natureza. Isso constituirá um elemento favorecedor e simplificador da possível ocorrência da injunção da luz em vós, não no momento em que serão sentidas – se forem – as vibrações, mas ao longo das horas e dos dias que se seguirão.

Realizar esta Teofania na Natureza ou no vosso interior conferir-vos-á o olhar penetrante, o olhar de Fogo. E é esse olhar de Fogo que permite o acolhimento da impulsão Metatrónica, quando esta o deseja, conduzindo ao processo deste Amor incondicional vivido na carne, no mais íntimo da carne e da vossa normal consciência.

O nosso trabalho pela Terra, quanto às cavidades da Terra, assim como aos vulcões, está agora perfeitamente acabado, tudo está prontinho, a nível do manto da Terra e da consciência da Terra, para viver a Ascensão. Só estamos à espera do sinal  do próprio Céu e não de uma entidade qualquer.

É, portanto, a mecânica celeste que regula actualmente o todo ao seu ritmo e isso já vos foi explicado, creio. Isto é o que há a reter de importante, em função do que vos disse Eriane, no que há-de ser vivido: a névoa dos sentidos vai modificar também o vosso olhar, não no ponto de vista mas naquilo que realmente é visto e, sobretudo, no que por vós é emitido pelo facto de olhar, seja para o vosso interior seja para Natureza e, posteriormente, para irmãos e irmãs humanos.

Convido-vos a facilitar, tanto quanto os vossos horários permitirem, estes momentos de Teofania prévia que irão possibilitar a abertura de portas à injunção da Luz e a última porta ao nível do alto da cabeça, o que se traduzirá, como disse, numa modificação do que é emitido pelo vosso olhar e também do que por ele é captado, tanto na tela interior como na deste mundo.

O conjunto das  Comunidades dos Dragões da Terra - sejam eles do Fogo, da Água, do Ar ou da Terra - terá a mesmo eficácia. Durante a vossa escuta ou mesmo a vossa leitura, neste momento, trago a cada um de vós esse olhar Ígneo. Esse olhar Ígneo interior ou exterior não tem por função - mesmo que seja essa a sua finalidade -, não tem por função actual dar-vos a ver coisas sobre as quais se vão construir histórias, cenários ou projecções mas ele é apenas um elemento que vos facilitará, independentemente daquilo que é visto, a vivência da injunção ou das injunções da Luz Metatrónica.

O conjunto dos Dragões da Terra tem por vocação, neste período, facilitar a cada um de vós, tal como o fizemos com os vulcões, a emergência do Fogo Ígneo, da maneira mais fluida possível. Não há técnicas particulares, há apenas que experimentá-lo, se for vosso desejo e se houver tempo para tal, seja em Teofania seja no seio das nossas Comunidades ou, mais prosaicamente, na própria Natureza e, particularmente, nas florestas.

Será talvez conveniente,  antes da fusão no Branco, experimentar esse olhar de Fogo. Os que experimentam vibrações darão conta, de forma muito clara, ao nível da pequena Coroa da cabeça, duma Presença que se perfila seguindo os quatro eixos daquilo que tem o nome de “Cruz Cardinal” entre AL/OD e IM/IS. Nesse momento, o Triângulo de Fogo, com a ponta para baixo, activar-se-á a nível da ponta AL invertida.
 
Não será nenhuma surpresa se o olhar ficar desestabilizado pela visão de coisas  nunca antes  vistas, excepto na cama, talvez, e quero dizer com os olhos abertos. Isto pode acontecer, possivelmente, de forma inopinada, durante passeios na Natureza, ou surgir no vosso próprio interior;  pode ser até no decorrer duma Teofania com os Dragões mas também de modo espontâneo. E, aliás, Eriane comentou isso em relação à modificação de percepções sensoriais que compreendem essencialmente a  visão e a audição. Uns ouvem  vozes interiores, outros  vêem, de maneira fugaz, numa actividade absolutamente normal, elementos que não existem nesse plano. Trata-se de energia vibral, de entidades, de Luz, mas também da instalação da Luz Vibral que se organiza por toda a parte nesta Terra e não apenas através do vosso corpo de Eternidade.

A minha Presença, nesta hora em que a vossa consciência está voltada para mim, permite o contacto e activa já o eixo ER/AL sobre o eixo AL/OD e o Triângulo de Fogo. A ponta, se não estava invertida   quanto ao ponto AL, está agora voltada na raiz das sobrancelhas. Um circuito Vibral rodeia assim os vossos dois olhos, alcançando, pela extremidade externa dos olhos, os ouvidos,  modificando a audição. Reabrindo os olhos, imediatamente a seguir ou algumas horas ou dias depois, assistireis à modificação da visão, do que é visto e ouvido,  e isso será o preliminar da impulsão Metatrónica. Não vou dizer que este processo vos abranja a todos, mas nem por isso ele deixa de fazer parte do processo global que está em curso para  a humanidade.

É assim que se realiza  o desaparecimento no seio do Branco, chamado “intase”, que é para vós, antes de mais,  um renascimento no Espírito de Verdade e no Fogo Ígneo. Foi para isso que viemos convidar-vos, nós Dragões, porque, neste período, para lá das experiências e do contacto que pudemos estabelecer convosco, o mais importante é, finalmente, facilitar a resolução completa da Luz neste mundo, da qual participais.

Assim se produzem, através destes circuitos que acabo de evocar, a intase e também a estase que vos levam, evidentemente,  para lá do que é visto e ouvido, a  reencontrar o que sois na vossa Eternidade e a beneficiar da acção do Fogo Ígneo de forma mais intensa e mais rápida. Mas sem esquecer que isso poderá traduzir-se numa incapacidade total, temporária, de dar resposta às vossas actividades normais. É de supor que isso significa realmente a iminência de tudo o que foi anunciado pelos vossos  profetas mas também por muitos outros intervenientes ao longo deste século.

O Fogo Ígneo, assim activado, reforçará a certeza da Verdade e da vossa vivência e concorrerá inegavelmente para a perda do medo da perda da matéria, ligada  à habituação à matéria, de forma a cortar, tal como Mickaël faz em vós quando se apresenta, as últimas amarras e os últimos apegos à forma, assim vos preparando melhor para a estase.

Podereis constatar em seguida, no decurso destes estados vividos, que, em intensidade, o vosso olhar, interior e exterior, será mais claro e mais preciso, mais profundo, mais penetrante e mais transcendente, permitindo-vos ver, como se diz, para lá das aparências e da forma, conduzindo-vos a ver, a sentir, a ouvir a Chama de Vida de cada entidade, encarnada ou não, favorecendo então, dessa maneira, o sentimento e a Unidade vivida para com todas as coisas, toda a consciência, toda a forma, todo o objecto deste mundo ou de  qualquer outro lugar.

...Silêncio...

As minhas palavras serão breves, então. Resta apenas prodigalizar, na vossa escuta, na vossa leitura, na vossa Presença este Fogo Ígneo, na sua componente auditiva e visual. Sede, pois, simplesmente Presente, sem nada pedir, acolhendo. Se em leitura, pronunciai simplesmente o meu nome; não quer dizer que seja eu a agir mas qualquer Dragão que o constate, vindo de qualquer lugar neste planeta, estará imediatamente convosco e em vós.

...Silêncio...

Na ocorrência, Erelim não tem necessidade de mais palavras; apenas preciso, para completar, de expressar o Sopro do Dragão. Não procureis a origem do que vai sair da minha boca; não será  compreensível através da audição normal mas perfeitamente compreensível no vosso Coração.


...Sopro do Dragão... (Insusceptível de transcrição para a mente; pausa para ouvir o áudio conjunto de 9').

(***) vide áudio no topo da postagem (***)


...Silêncio...


Eu sou Erelim,  Dragão de Fogo da Terra. Gratidão pelo vosso acolhimento, pela vossa Presença e pela vossa Vida.

Nós, Comunidade dos Dragões, saudamos-vos e honramos o que se está a ocorrer, no sentido maior do Serviço e da Fraternidade, para lá de todas as formas e de todas as dimensões.


...Silêncio...


Irmãos e irmãs humanos, ide em Paz na Verdade e na Alegria.

Erelim saúda-vos de novo. Que a Paz vos acompanhe em cada passo, em cada olhar, em cada encontro, em cada respiração.

Eu sou Erelim, Dragão de Fogo da Terra. Digo-vos “Até breve”.




***


Tradução do Francês: Maria Teresa Santos



PDF (Link para download) : ERELIM - Novembro de 2017


3 comentários:

  1. Para o período que há a viver, e que vos foi explicitado, sereis chamados a fundir-vos neste Amor incondicional que não conhece nem forma nem dimensões, nem mesmo na expressão duma qualquer consciência.
    .........
    O nosso trabalho pela Terra, quanto às cavidades da Terra, assim como aos vulcões, está agora perfeitamente acabado, tudo está prontinho, a nível do manto da Terra e da consciência da Terra, para viver a Ascensão. Só estamos à espera do sinal do próprio Céu e não de uma entidade qualquer.
    .........
    É de supor que isso significa realmente a iminência de tudo o que foi anunciado pelos vossos profetas mas também por muitos outros intervenientes ao longo deste século.

    ResponderExcluir
  2. O nosso trabalho pela Terra, quanto às cavidades da Terra, assim como aos vulcões, está agora perfeitamente acabado, tudo está prontinho, a nível do manto da Terra e da consciência da Terra, para viver a Ascensão. Só estamos à espera do sinal do próprio Céu e não de uma entidade qualquer.
    Grato Maria Tereza
    De meu coração ao coração de todos
    A Coroa da vossa cabeça em relação com o Éter de Vida, o Éter Livre, irradiará nessa pequena Coroa e alcançará os vossos olhos pelo eixo a que foi dado o nome de “AL/OD”.
    Nesse olhar dirigido ao vosso próprio interior, ou ainda à Natureza, a Coroa pequena começará automaticamente a actuar, em conjunto com o eixo AL/OD, vindo simultaneamente siderar e magnificar o que é visto no interior assim como na Natureza. Isso constituirá um elemento favorecedor e simplificador da possível ocorrência da injunção da luz em vós, não no momento em que serão sentidas – se forem – as vibrações, mas ao longo das horas e dos dias que se seguirão.

    ResponderExcluir
  3. "(...) convido-vos, mesmo sem vir às nossas aldeias, às nossas comunidades, a começar a estabelecer uma Teofania connosco porque, como é sabido, nós somos os portadores prioritários do Elemento Fogo, esse Fogo Ígneo que sai pela nossa boca, mas, e sobretudo, pelo nosso olhar, o mesmo que eu aplico agora em cada um de vós, ligado a mim, enquanto me ouve ou lê.(...)"

    "(...) Se em leitura, pronunciai simplesmente o meu nome; não quer dizer que seja eu a agir mas qualquer Dragão que o constate, vindo de qualquer lugar neste planeta, estará imediatamente convosco e em vós.(...)"

    "(...) Nós, Comunidade dos Dragões, saudamos-vos e honramos o que se está a ocorrer, no sentido maior do Serviço e da Fraternidade, para lá de todas as formas e de todas as dimensões.(...)"


    Gratidão!!!

    ResponderExcluir