MIGUEL - 12 Novembro 2017


MIGUEL - 12 de Novembro de 2017
Mensagem de 12 de novembro de 2017 (publicada em 15 de novembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio




Eu sou Miguel, Príncipe e Regente das Milícias Celestes. Filhos amados da lei do Um, honremos juntos a nossa Presença, a fim de celebrar a verdade da Luz.

... Silêncio ...

Eu intervenho hoje entre vocês como o terceiro termo da Nova Tri-Unidade ou ainda da Nova Eucaristia. Como Maria e Cristo lhes disseram, vocês entram em cheio na fase final da ascensão da Terra, permitindo vossa liberação e vossa liberdade. Então, tudo se realiza e tudo se cristaliza no plano de sua realidade física e ordinária.

Eu não tenho especialmente informações novas para lhe dar, na medida em que se aclara, doravante, na tela interior como exterior de vossa vida, vos dando a constatar, com mais e mais facilidade e evidência, a realidade dos processos que estão em curso.

Alguns entre vocês, de modo recente, vivem ressonâncias com minha Presença, que ela seja em seus sonhos, em suas noites ou em toda a lucidez. Suas diferentes experiências, levadas entre os povos da natureza e na própria natureza, bem como nos seus contatos multidimensionais, me permitem hoje me aproximar de alguns de vocês, suficientemente perto para ressoar na mesma confiança e na mesma radiância portada pela Liberdade.

Minha Presença, para aqueles de vocês que me honram com a sua acolhida, não precisa de palavras. É uma comunhão silenciosa, ativando em vocês a emergência e o assento do vosso corpo de Eternidade dentro do Aqui e Agora, dentro de HIC e NUNC.

Vos é possível, mesmo para aqueles de vocês que não vivem ou sentem as vibrações ou energias, doravante, entrar em ressonância com a minha Presença e com a minha ação que virá, como afirmei, de maneira mais individual, doravante, cortar em vocês o que precisa ser cortado, a fim de favorecer o nascimento em consciência de vossa eternidade no seio deste mundo.

Nossa comunhão nesses momentos, silenciosa, seja qual for o modo, que isso seja durante o vosso sono, que seja pela percepção, a visão ou o sentimento da minha Presença em qualquer circunstância que seja, é o agente que permite, individualmente, como foi o caso de maneira coletiva, mas mais intimamente e mais proximamente de cada um de vocês, de alguma forma, passar o relé da minha vibração e de minha radiância àquela de Uriel, que, eu vos lembro, finaliza a reversão final de fora para dentro, nomeada por Maria "voltar-se para o coração".

É possível para vocês, além de toda percepção, simplesmente me nomear e em seguida esperar, sem nada mais pedir, em certas ocasiões que não serão numerosas porque não há necessidade de renovar nossa radiância comum, exceto se isso vos é ofertado, em uma sessão que permite queimar instantaneamente os últimos hábitos, as últimas zonas de sombra, para iluminá-las da maneira mais poderosa possível. Assim então minha radiância estará presente em vocês respondendo ao vosso apelo, além de toda energia, de toda vibração ou toda noção de adormecer, de despertar, de acordar ou de liberação.

Minha ação é silenciosa. Isso será traduzido para vocês, se isso acontecer, nos dias que se seguem a essa radiância comum, pelo alívio de tudo o que ainda pesava em vosso interior, no seio da sua pessoa, na sua história. Não se trata de nenhuma ação resolutiva do efêmero e, portanto, não é terapêutica, nem concernente ao efêmero, mas exclusivamente para favorecer o nascimento de vossa eternidade, seu desvelamento completo, sua manifestação, porém também o seu uso no seio mesmo deste mundo. 


Sobre um plano mais coletivo, o arar dos oceanos, o arar das terras prossegue com uma intensidade inigualável na superfície desta terra, assim que esses fenômenos chamados meteoritos são observados. Além disso, esta ação de aragem e de semeadura também permite que o núcleo cristalino da Terra, liberado desde muitos anos, se junte em totalidade à sua primeira porta estelar, que é o Sol. A junção do núcleo cristalino da Terra com o Sol, pelo próprio fato do colapso dos escudos confinantes chamados ionosfera, magnetosfera e heliosfera, não permite mais fechar o que quer que seja e recriar o menor isolamento.

Isso se produz da mesma maneira ao nível de seus corpos sutis efêmeros, permitindo assim liberar o nomeado corpo causal de funcionamento da alma. Assim, o que foi chamado há alguns anos, o 10º corpo ou Porta IM da garganta, bem como a Estrela IM acima de sua orelha esquerda, são, por minha radiância, os elementos que eu venho desbloquear de vosso coração, de vossa Infinita Presença, a fim de vos permitir viver, neste mundo mesmo, a Liberdade exterior e interior, levando-vos a não mais estarem sujeitos de alguma maneira pelas circunstâncias e regras deste mundo, vos provando então, se isto vos for proposto, realizar que a liberdade, interior e exterior, não depende senão de vocês e não depende de nenhuma circunstância nem de qualquer possibilidade de ignorar isso.

A ação coletiva sobre o plano da Terra é, obviamente, preponderante em relação a ação individual que acabei de explicar. Todavia, para um número restrito de vocês que nos é impossível quantificar, a intervenção de minha radiância e de minha Presença aliviará, ou já aliviou, alguns de vossos pesos. Esses pesos não têm nada a ver com qualquer resistência de vossa parte, quando isso se produz, mas simplesmente coisas que não foram vistas, percebidas ou simplesmente aceitas em meio ao funcionamento de vossa pessoa.

Minha intervenção, como eu estipulei desde as minhas três últimas intervenções entre vocês, é realmente cortar o que precisa ser, de modo que a eclosão da sua eternidade, este parto da Eternidade, ocorra com graça, eu diria, e com elegância, e não por mecanismos de toque, como foi o caso há dois anos, em diferentes setores do vosso corpo físico.

Há realmente, quando isto é proposto para você, uma possibilidade, pela minha radiância, de real e concretamente iluminar o que ainda não foi visto, o que ainda não está ainda aliviado em vossa vida, de vossa pessoa ou de vossos relacionamentos. Alguns humanos que tiveram acesso, nos séculos anteriores, a um conhecimento particular da minha Presença, haviam mesmo escrito que eu era Cristo-Miguel. Isso é efetivamente verdadeiro e é nisso que, enquanto terceiro termo da Nova Eucaristia, proponho responder a alguns dos vossos apelos, não para discurso, não para viver uma experiência, mas bem realmente e de maneira sensível vos permitir aliviar, cortando o que deve ser, e sem passar de agora em diante à precipitação no nível corporal, como o Comandante dos Anciãos vos havia advertido desde algum tempo.

Doravante, e assim confirmando as palavras de Maria, é a Luz que se encarrega de quase tudo. À medida em que vocês estão desengajados, pela progressão da revelação da Luz Vibral e do Fogo Ígneo, de vossa história pessoal, de vossa consciência ordinária, vocês notarão uma habilidade cada vez maior e mais objetiva e de se comunicar livremente com os outros planos dimensionais, e isso muito além dos povos da natureza. O restabelecimento da comunicação e da relação com os planos multidimensionais, para um número cada vez maior de vocês, significa de maneira evidente, neste plano efêmero, o retorno da verdade da Luz.

Um certo número de datas vos foram comunicadas. Isso não acontecerá mais doravante, passado o 13 de novembro, para cada um de vocês, qualquer que seja a vossa localização neste dia, pois tudo se tornará diferente nos próximos dias por causa da minha radiância coletiva e também individual. Isso se traduzirá, acima de tudo, além de todo processo de vibração, de percepção, por uma mudança objetiva de seus comportamentos habituais se expressando da maneira a mais natural no seio do vosso efêmero. Portanto, haverá uma forma de concordância entre o que se desenrola nos planos multidimensionais e sobre o plano de vossa vida cotidiana, e isso de uma maneira imediata.

Portanto, não há benefícios a serem esperados de qualquer meditação ou qualquer oração, mas muito mais de constatar por vocês mesmos as mudanças que se operam dentro do ordinário, bem como em meio de vossos contatos, quando eles estão presentes, com as outras dimensões, não tendo mais nada a ver com as entidades da natureza presentes no seio deste mundo. Não aguardem discursos, não esperem explicações. Quaisquer contatos que vocês tenham vivido já, por algumas semanas, e aqueles que ocorrerão nos dias e semanas vindouras, seja de forma inesperada, seja ela solicitada, seja durante vossas noites, não fará qualquer diferença. Além disso, agora e já, a clareza de alguns dos vossos sonhos, que vocês chamam dessa maneira, remetem para outras realidades, bem mais tangíveis do que as que vocês vivem neste mundo e muito mais tangíveis do que vossos sonhos habituais.

Não procurem elucidar vossas visões, vossas percepções, mas procurem bem mais observar as mudanças que ocorrem em seguida a essas radiâncias comuns, sejam realizadas com alguns seres da Confederação Intergaláctica ou com o que vocês poderiam nomear ainda hoje, que está além do antropomorfismo. Neste sentido, além disso, o Impessoal, o Espírito do Sol, Eynolwaden, foram os precursores do que vocês, em número cada vez maior, são levados a viver, e isso, além dos processos de vibração, de expansão da consciência, isto é, que as duas realidades, efêmeras e eternas, estão em vias de se resolver na mesma realidade, é claro, eterna.

Este processo não reclama de vossa parte a construção de nenhum cenário, de nenhuma explicação, mesmo que haja visões, especialmente porque esses contatos serão, num primeiro tempo silenciosos. Não haverá palavras, não haverá informações, apenas uma radiância. Essa radiância que será estabelecida por alguns seres intergalácticos, quando ela acontecer, vocês constatarão por vocês mesmos, não é acompanhada de palavras ou explicações, mas permitirá liberar muito rapidamente as capacidades do Verbo, as capacidades de comunicação com a Luz, que não tem nada a ver com vossos modos de comunicação habituais.

Este modo de comunhão e comunicação ou radiância ultrapassará as palavras, ultrapassará as imagens, mas será sobretudo centrado nas mudanças que sobrevirão em seguida e também virão, além disso, vos assentar e vos tranquilizar quanto a vossa eternidade, mesmo que vocês nunca tenham vivido as menores primícias, as menores experiências.

Inumeráveis povos das estrelas virão visitá-los, seja em vossos sonhos, em vossas noites ou vossos dias. Guardem bem este elemento: não há informações para coletar ou explicação, mas apenas viver a radiância que é vivida ali naquele momento, mesmo se isso seja em um sonho. Não há nada mais a explicar sobre isso, mas simplesmente reencontrar sua herança natural que é omnipresente em qualquer forma que seja, além da terceira dimensão dissociada.

Assim, haverá uma forma de aprendizagem, previamente ao apelo de Maria, que vos prepara, aí também, para o Apelo de Maria, quaisquer que sejam as circunstâncias de vosso efêmero, com facilidade. Nossas radiâncias comuns, sejam minhas ou aquelas da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres, permitirão novos modos de comunicação, que não têm nada a ver com o que vocês chamam de sentimento, ou percepção, de vibração ou visão. Se constitui em uma forma particular, que seria assemelhável para vocês a uma forma de telepatia sem palavras e sem imagens, aportando diretamente, no seio da consciência eterna recuperada, a possibilidade da fulgurância da Luz em seus mecanismos de Inteligência, não tendo nada a ver com o que vocês poderiam nomear o mental, intuição ou o sentimento.

Ocorre então, de forma real e concreta, uma nova maneira de comunicação, que é, eu lembro, o lote comum desde o momento em que vocês não estão mais confinados dentro de um sistema 3D dissociada, vos preparando assim para a libertação coletiva final da humanidade quando do planeta-grelha.

Isso não se destina a colocá-lo em um pedestal, nem mesmo a nutrir qualquer aspecto do ego ou do Si, mas bem mais para fazer vocês recuperarem a capacidade de se comunicar segundo os modos multidimensionais, sendo esses modos de comunicação multidimensionais assemelhados, em parte pelo menos, com o que foi nomeado as Doze Estrelas. Cada nome da Estrela, e não da irmã que carrega a Estrela, vos reenvia à função espiritual correspondente. O Arcanjo Anael evocou o fato de tocar com os dedos ou com a consciência, um certo número de pontos denominados Portas ou Estrelas. O que acontecerá através da ativação desses modos de comunicação desviará tudo o que tem sido habitual para aqueles que viveram contatos com os povos da natureza ou com outras dimensões, estabelecendo então uma nova evidência que ultrapassa qualquer apoio que seja ao nível de vossos sentidos, de vossos sentimentos ou de qualquer visão.

É esta evidência que corresponde à verdade da Eternidade. É essa evidência que vos saciará ainda mais em sua eternidade, seja qual for o futuro desse corpo, seja qual for o futuro, a curto prazo, deste mundo. Exceto durante os três dias de estase sucedentes ao Apelo de Maria, não haverá então mais possibilidade de ser desacoplado do funcionamento simultâneo da consciência ordinária e da consciência de vosso Espírito, isso permitindo assim experimentar, não somente os modos de comunicação relacionados aos nomes das Estrelas, mas também vos permitindo facilitar a liberação, a ressurreição, mas também, para alguns, a crucificação, pondo fim ao elemento medo. O Comandante dos Anciãos vos repetiu em inúmeras vezes que só havia medo ou Amor. Mas, como o amor nasceu, em toda parte sobre este mundo, o medo deve ser transcendido, não pelo seu entendimento, não pela sua explicação, não pelas palavras, nem pela energia, nem pela vibração, mas diretamente pela consciência eterna.

Esta nova comunicação tem, naturalmente, outros aspectos que não são anexos nem acessórios, mas que estarão, eu diria, por trás dos bastidores. O mais importante é então realmente viver no silêncio, que isso seja em vossas noites e vossos sonhos, que isso seja de maneira aleatória, ou seja em certos alinhamentos ou certas Teofanias, para não vos agarrarem ao que ocorre da maneira, eu diria, da consciência comum, mas bem mais de colocar em ação de maneira clara e evidente, o conceito de Transparência, Abandono e sobretudo o Acolhimento. É ao viver isso e, assim, ultrapassar os conceitos através dessas radiâncias, dessas comunhões e dessas comunicações, que a realidade da vossa ressurreição, da vossa crucificação, vos aparecerá claramente.

Há, é claro, inúmeras outras possibilidades ligadas, além da comunicação, a essas doze Estrelas. Não me proponho neste dia entrar nos detalhes do que vocês não poderiam verificar no momento, mas sendo dada a abertura da comunicação maior com os planos multidimensionais ligada à Porta IM e ao vosso 10º corpo, a emergência desses potenciais espirituais, dentro mesmo do efêmero, é possível. Eu vos reenvio num primeiro tempo, simplesmente aos nomes que essas Estrelas carregam; eles o enviarão de volta à função, ao nível do seu Corpo de Estado de Ser, que vocês poderão experimentar em breve.

Da mesma forma que o desdobramento da Luz no seio do efêmero é tornado possível por um certo número de gestos dados pelo Arcanjo Anael, da mesma forma, por vossa própria intenção e vossa própria consciência, vocês poderão fazer ressoar, ativar, e sobretudo ver o que se produz nos mecanismos de vossa consciência em relação a tais ações, tal movimento ao nível das Estrelas. O objetivo não é acumular experiências, o objetivo não é fazer uma sensação, o objetivo não é se afastar de seu coração, mas simplesmente de vos permitir serem ainda mais verdadeiros, ainda mais autênticos e ainda mais espontâneos, e especialmente para estabelecer esta comunicação, em sentido amplo, com outros planos.

Isso, repito-vos novamente, não passa nem pela vibração, nem pela energia ou por uma qualquer visão. Isso não pode ser nomeado  intuição, porque a intuição o remete ao funcionamento no seio deste mundo, mas corresponderia de alguma forma à ação do Fogo Ígneo, à ação de vossa supraconsciência, diretamente. As vivências daqueles, eu vos lembro, cada vez mais numerosos, a quem isso será proposto, serão eminentemente diferentes para cada um. Não há nada para comparar, não há nada a sopesar, há também ali que atravessar isso, para que o funcionamento do Espírito possa ser implementado no seio mesmo de vosso mundo, da maneira a mais natural que seja.

Vocês têm, ao nível de vossa cabeça, uma Estrela - como ao nível de vossa garganta, uma Porta - chamada IM. Vocês sabem o que o OD-ER-IM-IS-AL representa, isso remonta a muito numerosos anos. Eu não vos reenvio a isso porque não há necessidade de vos sobrecarregar com todo esse conhecimento, nem de todas essas vibrações, porque agora o corpo de Eternidade está em ação na superfície deste mundo. Vocês já o podem perceber, para alguns de vocês, através da percepção de um segundo corpo ou de uma segunda pele, bem mais vibrante, de acordo com os contornos do vosso corpo físico em certos lugares e geralmente na periferia do vosso corpo. Este processo não é um processo de vibração como a Onda de Vida, este processo não é um mecanismo energético, nem está ligado a uma presença exterior a vocês, mas é simplesmente o que eu chamaria a conscientização e a colocação em funcionamento do corpo da Eternidade, apesar dos limites do corpo de carne e da consciência ordinária, que desaparecem diante da majestade da Eternidade.

Eu deixarei, então o Arcanjo Anael em outro momento responder suas perguntas em relação a isso, e também fazer uma lista não exaustiva das várias manifestações possíveis dentro do efêmero sobre o nascimento da Eternidade no seio deste mundo.

Vivendo isso, que seja por momentos, que seja de forma definitiva, vocês contatarão com evidências que, no seio mesmo deste mundo, tudo o que parecia confuso, inexplicável, ininterpretável, se tornará claro, mas não por uma qualquer análise, por qualquer compreensão, mas diretamente pela própria vivência, vos habituando assim progressivamente, seja qual for o futuro do vosso corpo após o Apelo de Maria, a evoluir até certa medida no seio deste mundo com vosso corpo de Eternidade. Não se trata aí da radiância do coração, não se trata de Coroas, não se trata aí da Onda de Vida ou do Canal Mariano, é simplesmente a evidência da Verdade, que já não precisa de apoio, para entrar em manifestação na vossa vida interior e exterior.

Vocês constatarão sempre mais facilmente que o surgimento deste corpo de Eternidade e seu retorno à manifestação e seu funcionamento são acompanhados por graças, por surpresas, que não dependem de vocês, que não dependem de nenhum desejo ou mesmo das circunstâncias particulares de certos aspectos de sua vida.

A Porta IM da garganta, bem como a Estrela IM ao nível da sua cabeça, são os dois centros de ressonância que permitem a livre comunicação com a Verdade. Lembre-se que esta Verdade não precisa de história, não precisa de imagens, não precisa de energia. Ela é Evidência e é assim que vocês o viverão, mesmo que isso possa não ser evidente nas primeiras vezes, para alguns de vocês, mas as modificações que sobrevirão no decorrer da vossa vida serão uma prova indubitável de que isso é verídico e é bastante concreto, palpável e objetivável. Isso pode passar por uma modificação em  vosso aspecto corporal, uma modificação evidente de vosso comportamento, uma modificação evidente, muito mais do que vocês conseguiram experimentar até o presente, em todos esses anos, do que se desenrola.

De fato, todos os suportes, que vocês nomeiam os sentidos, que sejam eles os sentidos físicos e concretos ou os sentidos mais sutis, como o sentir da energia ou o sentir magnético responsável pela percepção de vossas energias e de vossas vibrações, já não precisam ser intermediários. A consciência pura, nomeada Sat Chit Ananda é felicidade. É essa felicidade que permite ou que ressoa com o conhecimento real, o conhecimento de quem vocês são, e não o conhecimento de qualquer história que seja, mesmo concernente a vocês. Então, há efetivamente uma forma de nudez, uma forma de espontaneidade, que estará presente, até mesmo às vezes de modo surpreendente para aqueles de vocês que têm o hábito de tudo controlar ou tudo gerenciar. Vocês constatarão então que a evidência da Luz já não se manifesta mais simplesmente em sua capacidade de contato com os povos da natureza ou com vossas experiências, mas se traduzirá diretamente nas circunstâncias mais habituais de vossa vida efêmera.

Isso corresponde, em termos de fisiologia energética, ao que vocês poderiam nomear de queima definitiva do corpo causal. Em outras palavras, isso também significa que a potência do Espírito que vocês são se tornará evidente neste mundo, não através de vossas posturas, não através de vossas palavras ou vossos olhares, mas simplesmente através de vossa presença silenciosa. Nesse momento, vocês não serão mais apenas os ancoradores da Luz, os semeadores da Luz, vocês serão, efetiva e concretamente, a Luz, apesar da persistência até o planeta-grelha final, para a maior parte, do corpo de carne. Isso não fará nenhuma diferença.

Existe, portanto, uma mudança nos modos e nos mecanismos de funcionamento da vossa consciência, da vossa vida, que aparecerá de forma cada vez mais clara e para a qual não há nenhuma possibilidade de fornecer explicações ou compreensão, mas simplesmente de o viver e o constatar. Isso, como já vemos em um número limitado de vocês, permitirá que vocês, através da vossa consciência ordinária, o que resta dela, vivam já a Eternidade neste mundo e, em todos os meios de comunicação e de percepção que se abrirão para vocês, mas que não têm nada a ver com os meios de comunicação e percepção que vos são usuais neste mundo, e mesmo para alguns de vocês, acostumados aos seus encontros com as povos da natureza ou vossas experiências interiores.

Este novo estado, que está além de qualquer estado, se estabelecerá rapidamente. Quando digo rapidamente, isso corresponde ao vosso ritmo, é claro, mas podendo ir de segundos a algumas semanas. Isso concerne, eu o preciso, a toda a humanidade e não somente aos que tiveram a percepção ou o sentimento de vibração e energia, vos provando então a realidade dos processos de ascensão em curso, além de todos os sinais visíveis sobre este mundo, vindo então a amplificar e aumentar o processo de disseminação da Luz de forma ainda mais intensa do que o que se desenrolou e que permitiu, até o presente, vossos contatos mais fáceis com os povos da natureza. Estes, é claro, não desaparecerão, e eles sempre serão de grande ajuda, não mais para qualquer cura, mas simplesmente pela comunhão, ou a Teofania, ou a Endofania. E vocês constatarão por vocês mesmos que o mais importante está efetivamente aí e não em qualquer demanda que seja, em qualquer problema que seja porque é nesse momento que a Inteligência da Luz agirá por si própria, independentemente da vontade pessoal, e mesmo de forma independente, eu diria, da sua eternidade presente. É o agenciamento natural da Inteligência da Luz, do Amor, que permite isso.

O medo, como eu já o precisei, os medos, e sobretudo o medo arquetípico, se afastarão de vocês. Alguns dentre vocês, além disso, que estão acostumados a funcionar segundo o princípio da precaução ou do medo, ficarão surpresos que essa característica de caráter, de funcionamento, também desapareça. Quanto àqueles de vocês que já estão despertos ou liberados, o processo será idêntico, mas virá a dar mais, seja qual for suas ações neste mundo, ou suas obrigações neste mundo, um estado de felicidade e um estado de bem-aventurança que não poderá mais ser interrompido mesmo por atividade intelectual ou uma atividade muito material ou habitual.

O que eu vos anuncio então, é uma mudança profunda nos mecanismos de consciência em ação sobre a terra, permitindo suavizar, se eu posso dizer, as condições do Apelo de Maria e, até certo ponto, a vivência dos 132 dias ao vosso retorno da estase, se todavia vocês o tiverem que viver. A certeza da Eternidade vai então, reaparecer em meio ao inconsciente coletivo ou, em qualquer caso, do que resta dele, resultando isso, como vocês verão muito rapidamente, em uma nova forma de interesse pela Verdade, pela Luz, mesmo para aqueles que nunca o viveram.

Há então, real e concretamente, no momento como condição prévia para o Apelo de Maria, mas que também pode ser concomitante, uma mudança de paradigma no seio do efêmero, por vezes, é claro, traduzindo-se de maneira distorcida por uma sede de liberdade, uma vontade - mesmo pessoal, para aqueles que não estão abertos – de colocar fim a qualquer escravidão, seja familiar, social, política, financeira ou relacional. É assim que o medo será eliminado para muitos de vocês. Mesmo que apareça um medo justificado, ele desaparecerá tão rapidamente quanto ele aparecer. Para aqueles de vocês que costumavam funcionar segundo o princípio de controle e precaução, relacionados aos vossos hábitos ou vossas estruturas de personalidade ou ainda as vossas origens estelares, simplesmente desaparecerão as vossas preocupações. Isso reforçará a vossa espontaneidade e vosso acolhimento.

Essa mudança de paradigma, no seio mesmo do efêmero e do cenário que está se desenrolando neste momento, levará coletivamente todos os povos da Terra a reivindicar a liberdade, a reivindicar a liberdade de existir. Isso, efetivamente, pode resultar em conflitos, mas esses conflitos, diante da certeza e evidência da Eternidade, terão aspectos e andamentos inabituais, porque vocês constatarão em muitos países essa sede de liberdade, mesmo que não seja a finalidade - já que a finalidade é a Eternidade e não a liberdade em meio a este mundo. No entanto, vocês constatarão esses movimentos ao nível do conjunto dos povos, onde numerosas revelações se farão quanto a manipulação, quanto às predações e quanto às mentiras. Isso diz respeito também aos casais, às famílias, às nações, aos países, aos grupos sociais, às comunidades. Em resumo, nenhum setor da vida efêmera escapará a esta revelação. Vos será suficiente olhar ao vosso redor como em vós, para ver a Inteligência da Luz a trabalhar, para ver seus resultados da limpeza que se vai fazer.

Isto foi chamado por Cristo "lavar suas vestes no sangue do Cordeiro". Significa reencontrar a inocência, reencontrar a Infância, reencontrar o Verbo Criador, que não se acompanham de nenhuma escravidão ou qualquer forma possível de predação ou desvio, de qualquer maneira que seja. Vocês podem imaginar que aqueles de vocês, encarnados, que recusam isso, gerarão uma forma de conflito. Mas o estoicismo, a impassibilidade, a certeza daqueles que reivindicarão sua liberdade em qualquer domínio que seja, estarão suficientemente confrontados a si mesmos para que as partes deponham as armas, quaisquer que sejam os confrontos, que como vos enunciou e anunciou o Comandante, começam durante este mês de novembro de 2017.

A visibilidade do sinal celeste e, portanto, o Apelo de Maria, ocorrerá no momento certo, todavia os eventos que agora se desencadeiam, em cada canto e recanto do mundo, refletem essa necessidade de verdade, essa necessidade de justiça autêntica e esta sede de Amor. Os últimos medos, para aqueles que se opõem, serão então vividos, mas em um curto pedaço de tempo, e nós o esperamos, se possível, antes da visibilidade de Nibiru, permitindo à humanidade em sua totalidade, encontrar, mesmo sem nada ter vivido, mesmo portando ainda certas crenças, e acolher a Luz com calma.

Lembrem-se que quaisquer que sejam os sinais, quaisquer que sejam os sintomas, em vocês como ao redor de vocês, em vosso país, em vosso ambiente, o mais importante é o resultado e a consequência sobre o que eu chamo de sede de liberdade. O Cristo vos disse que vocês nunca mais teriam sede. A sede de liberdade em qualquer campo que seja, na tela exterior de vossa vida como de vosso mundo, não pode mais ser suprimida ou erradicada. Essa sede clama por uma resposta. A resposta não estará situada neste mundo ou em sua vida, mas será realizada pelo próprio Cristo.

O Apelo de Maria e, portanto, a visibilidade de Nibiru - visibilidade coletiva e não visibilidade para alguns, como esse é o caso até o presente, segundo as condições de clareza ou as condições de vossa própria visão - não poderão mais ser ignorados. Essa sede de liberdade, mesmo que a tradução seja guerra ou conflito, representa um apelo ao Cristo a nenhum outro parecido. Lembrem-se, por favor, que não é desencadeando o caos de que a Luz ou o Salvador virá, mas que é ao aceitar essa sede de liberdade que tudo se precipitará ao nível de eventos, aguardados, esperados ou temidos.

Uma nova paz, correspondente a essa sede de liberdade, estará presente mesmo para os que se opõem à paz em determinado momento. No entanto, o caos e o conflito a nível individual e coletivo são consequência direta do estabelecimento do reino da Luz. A Luz não pode ser acompanhada por qualquer alteração, a Luz não pode ser acompanhada por nenhum dos mecanismos de funcionamento do vosso mundo, no plano da sociedade. É nisso que, quaisquer que sejam as revoluções, sejam quais forem os conflitos, o mais importante é a Paz que resultará para cada um, que isso se produza antes do Apelo de Maria ou não.

Quanto aos detalhes desses novos modos de manifestação e comunicação ligados à vossa eternidade presente, eles vos serão dados pelo Arcanjo Anael, Arcanjo da Relação, do Amor e da Comunicação. O Arcanjo Uriel virá à sua maneira cantar em vocês o canto da liberação. Outros intervenientes, segundo as circunstâncias dos dias que virão, vos darão informações úteis para estar, eu diria, nas melhores disposições para viver isso. Repito também: vocês não precisam isolar-se, não precisam deixar ninguém, a menos que a sede de liberdade seja mais importante, mas não são vocês quem decide, é a Inteligência da Luz. Mesmo que isso possa inicialmente aparecer como um drama, não há nenhum drama, e vocês verão que isto é um jogo e simplesmente um jogo, da mesma forma que uma criança brinca e quando ela terminou de jogar, ela esquece o jogo, mesmo se o jogo tenha sido penoso. E nós concebemos bem que o jogo da encarnação privado da Liberdade, privado do Espírito, é um jogo terrível. Este jogo termina.

Eu sou Miguel, Príncipe e Regente da Milícias Celestes. Bem-amados filhos da lei do Um, instalemo-nos juntos no Verbo e no Silêncio. No instante em que vocês estiverem presentes, no instante em que vocês leem, ou ouvem, acolhamos juntos as bênçãos da Eternidade, as bênçãos da Verdade, que colocarão fim à vossa sede, pois toda sede será satisfeita. Quaisquer que sejam as aparências, quaisquer que sejam os conflitos, isso é resolutivo. E acima de tudo, o medo, seja lá qual for, mesmo o medo irracional, sem objeto, a energia paralisante do medo será removida, como foi removida ao nível de vossos céus, assim que minhas Milícias realizaram na noite situada dentre 4 e 5 de novembro.

Outras noites estão diante de vocês, e alguns de vocês o vivem aqui, seja ao nível dos sonhos, ao nível de certos mecanismos corporais vividos durante a noite. Não se esqueçam que o importante não é compreender o que se desenrola, mas ver e viver o propósito do que está acontecendo.

Em cada um de vocês, onde quer que vocês estejam, eu vos ofereço minha espada da Verdade.

... Silêncio ...

Que paz, alegria, amor e verdade sejam omnipresentes.

Miguel vos saúda.

***

Tradução do Francês: Nice Henz Luz



PDF (Link para download) : MIGUEL - 12 Novembro 2017


9 comentários:

  1. Como Maria e Cristo lhes disseram, vocês entram em cheio na fase final da ascensão da Terra, permitindo vossa liberação e vossa liberdade. Então, tudo se realiza e tudo se cristaliza no plano de sua realidade física e ordinária.
    .........
    Sobre um plano mais coletivo, o arar dos oceanos, o arar das terras prossegue com uma intensidade inigualável na superfície desta terra, assim que esses fenômenos chamados meteoritos são observados. Além disso, esta ação de aragem e de semeadura também permite que o núcleo cristalino da Terra, liberado desde muitos anos, se junte em totalidade à sua primeira porta estelar, que é o Sol. A junção do núcleo cristalino da Terra com o Sol, pelo próprio fato do colapso dos escudos confinantes chamados ionosfera, magnetosfera e heliosfera, não permite mais fechar o que quer que seja e recriar o menor isolamento.
    .........
    O Apelo de Maria e, portanto, a visibilidade de Nibiru - visibilidade coletiva e não visibilidade para alguns, como esse é o caso até o presente, segundo as condições de clareza ou as condições de vossa própria visão - não poderão mais ser ignorados.
    .........
    Quanto aos detalhes desses novos modos de manifestação e comunicação ligados à vossa eternidade presente, eles vos serão dados pelo Arcanjo Anael, Arcanjo da Relação, do Amor e da Comunicação. O Arcanjo Uriel virá à sua maneira cantar em vocês o canto da liberação. Outros intervenientes, segundo as circunstâncias dos dias que virão, vos darão informações úteis para estar, eu diria, nas melhores disposições para viver isso
    .........
    E nós concebemos bem que o jogo da encarnação privado da Liberdade, privado do Espírito, é um jogo terrível. Este jogo termina.
    .........
    E acima de tudo, o medo, seja lá qual for, mesmo o medo irracional, sem objeto, a energia paralisante do medo será removida, como foi removida ao nível de vossos céus, assim que minhas Milícias realizaram na noite situada dentre 4 e 5 de novembro.
    .........
    Não se esqueçam que o importante não é compreender o que se desenrola, mas ver e viver o propósito do que está acontecendo.

    ResponderExcluir
  2. meus querido muito forte me foi a vivencia desta Leitura, realmente confirmou muito das coisas que estava vivenciando e com esta mensagem tudo ficou realmente muito claro . De coração a coração espero que o mesmo esteja acontecendo com cada um de vocês, meus irmãos na Luz Autentica em plena "nova Eucaristia"
    Rendo graças as nossas queridas tradutoras.

    ResponderExcluir
  3. Também agradeço ao Arcanjo Miguel, Máe Maria e ao Cristo, bem como aos outros intervenientes, a tradutora e canalizadores.Muito fortes mesmo as Mensagens e vibrações correspondentes, vamos divulgar ao máximo e auxiliar o estabelecimento da luz em nosso meio..Gratidão..Abraços Luminosos..

    ResponderExcluir
  4. ... É a Luz que se encarrega de quase tudo.

    E acolher a Luz com calma.

    Lembrem-se, por favor, que não é desencadeando o caos de que a Luz ou o Salvador virá, mas que é ao aceitar essa sede de liberdade que tudo se precipitará ao nível de eventos, aguardados, esperados ou temidos.

    Amado Miguel, quanto suporte... Gratidão e Alegria, pela consciência da Unidade.

    Fica o registro do "seu arar"...

    ResponderExcluir
  5. Uma nova paz, correspondente a essa sede de liberdade, estará presente mesmo para os que se opõem à paz em determinado momento. No entanto, o caos e o conflito a nível individual e coletivo são consequência direta do estabelecimento do reino da Luz. A Luz não pode ser acompanhada por qualquer alteração, a Luz não pode ser acompanhada por nenhum dos mecanismos de funcionamento do vosso mundo, no plano da sociedade. É nisso que, quaisquer que sejam as revoluções, sejam quais forem os conflitos, o mais importante é a Paz que resultará para cada um, que isso se produza antes do Apelo de Maria ou não.
    Grato Nice
    Rendo Graças

    ResponderExcluir
  6. Grata Miguel, Grata, Grata, Grata!

    Nem sei o que dizer de tanto que me tocou está msg. Sinto-me tão feliz e aliviada em saber que a dor e o sofrimento, mesmo sabendo encenado, desse mundo, esta em vias de encerrar. Percebo, a dias, um diferente modo de funcionar do mental, se calando durante boa parte do dia. Percebo que tudo está se consumado e nada me deixa mais feliz do que a perspectiva de um encerramento onde uma boa porção do coletivo já estará em alinhamento com a LUZ.

    Grata a essa equipe linda de tradutores, administradores do site e Amigos e Amigas de jornada. Eu os Amo e os Honro.
    Só mesmo exclamando:
    OHGLORIA, OHGLORIA, OHGLORIA!!
    Em Luz, Sara.

    ResponderExcluir
  7. Rendo graças a este momento...ao universo e a todos os seres...
    Namastê

    ResponderExcluir