IRMÃO K - Dezembro 2017


IRMÃO K - 12 de Dezembro de 2017
Mensagem de 12 de dezembro de 2017 (publicada em 20 de dezembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio





Meu nome é Irmão K.

Irmãs e irmãos na encarnação, antes de me expressar, façamos juntos um momento de Silêncio e Paz juntos.

... Silêncio ...

Hoje, eu gostaria de prosseguir o que eu vos tenho dito há muitos anos sobre Autonomia, Liberdade, de maneira um pouco diferente porque adaptado aos tempos em que vocês vivem nesse momento.

Há alguns anos, eu vos falei da Liberdade e da Autonomia concernente ao que se desenrolava dentro desse corpo, referente tanto aos vossos pensamentos quanto às vossas emoções, fazendo vocês descobrirem e viverem que existe um mundo interior. E que esse mundo interior, em certas circunstâncias, vos dá a ver outra coisa do que concerne à vossa vida e ao mundo. Houve, de fato, para muitos dentre vós, a possibilidade de viver vários estados de vossa consciência, e de múltiplas experiências.

Hoje, a Liberdade de que vou falar é um pouquinho diferente; porque esta Liberdade está diretamente relacionada e em ressonância com a presença de vosso corpo de Eternidade e vossa Supraconsciência. Que vocês tenham uma percepção clara ou fugaz não muda nada dessa Verdade e desta realidade aqui mesmo,neste mundo onde vocês ainda estão de pé. Alguns de vocês perceberam que a Consciência já não está tão formalmente ligada e engramada dentro desse corpo.

Vosso trabalho, o trabalho da Terra, da Confederação bem como da Luz e da Graça e doravante do Fogo Ígneo, vos coloca nas situações, nos estados e nas experiências inabituais e ainda desconhecidas para muitos de vocês, mesmo liberado vivos há muitos anos.

A desconexão, se eu posso dizer, da Consciência em relação a este corpo não é uma fuga desse corpo, mas muito mais o resultado, de qualquer modo e terminal, da aparição e da emergência de vossa Supraconsciência no lugar e posto da Consciência ordinária, não estando então mais sujeita ou submetida a esse corpo.

Sem ir tão longe quanto certos exercícios ou certas manifestações correntes no Oriente, especialmente entre os yogues, é inegável que muitos de vocês constatam por várias manifestações, por várias percepções e sentimentos, a presença em vocês como ao vosso redor, de qualquer coisa diferente. Não falo aqui de energia ou de vibração, mas, de forma real e concreta, da mudança na localização da Consciência, aqui mesmo neste mundo.

Viver o corpo de Eternidade, sua re-síntese, sua manifestação e seus efeitos é uma coisa, que muitos de vocês que seguiram o processo vibratório de expansão da Consciência, realizaram. Mas, como vocês o sabem, há inúmeros irmãos e irmãs que não tiveram, por enquanto, a disponibilidade de seu ser para viver os mecanismos que vocês viveram.

Vocês também foram informados de que, doravante, processos nomeados de "expansão da Consciência", uma vez que a Consciência é a vibração, não mais têm necessidade desses suportes. Simplesmente porque o Fogo Ígneo impulsionou em vocês um afrouxamento significativo da identificação com o corpo, bem como o funcionamento da vossa consciência ordinária que se imprimia diretamente no corpo, até agora.

Hoje é diferente pelo próprio fato do processo coletivo, mesmo que ele ainda não lhes concirna, em que a Consciência se encontra, em parte, dentro desta Eternidade aqui mesmo neste mundo. Além das percepções e mecanismos de implementação dos sentidos espirituais, é dada a cada Consciência humana encarnada hoje viver diretamente o acesso a essa Consciência diferente, pela ação mesma do Fogo Ígneo, independentemente de vossas aberturas, quaisquer que elas sejam, ou vossas vivências anteriores.

Esta é realmente e concretamente a fase final da Ascensão da Terra que se joga, como vocês o sabem, nestes dias, nestas horas, nestas semanas que se desenrolam ante vocês. A penetração do Fogo Ígneo, que vocês o tenham sentido ou ainda não, modificou evidentemente o que vocês poderiam chamar de inconsciente coletivo, não ao nível das linhas de predação, é claro,ao nível não das egrégoras, mas a intensidade da presença da Luz sobre esta terra como nos vossos corpos de carne, em vossas células, mas também doravante no seio das estruturas organizacionais deste mundo, substituindo formalmente os últimos elementos de fragmentos que permanecem dentro do controle do mental humano, ligados acima de tudo ao que foi nomeado os hábitos, as repetições e acima de tudo os hábitos da matéria.

A dimensão de vosso corpo de Eternidade percebida ou não, bem como vossa Supraconsciência, não tem nenhum laço com esse mundo de carbono, a não ser durante os anos em que houve a justa posição de vossa Consciência ordinária e da Supraconsciência, ou se vocês o preferem, superposição do Efêmero e do Eterno.

Uma série de elementos vividos pela própria Terra desde o mês de novembro deste ano de 2017, também eles permitiram o relaxamento do que vocês poderiam nomear de forças eletromagnéticas e gravitacionais, correspondentes ao que se desenrola em um plano físico sobre o manto da Terra e no céu da Terra. Não voltarei a isso porque muitos elementos foram comunicados a vocês ou foram vistos e analisados por vocês mesmos.

O importante é notar esta frouxidão com o corpo e isso pode ser constatado de inúmeras maneiras. Em primeiro lugar, no próprio nível do funcionamento fisiológico do vosso corpo. Tudo isso que eram necessidades essenciais, e não pulsões, tudo o que diz respeito à manutenção da vida neste plano, se encontra hoje para muitos de vocês, extremamente modificados, com implicações concernentes ao conjunto das necessidades vitais e fisiológicas, uma diminuição destas.

E essa rarefação das necessidades e impulsos vos mostra de maneira formal que a preeminência do que é nomeado as forças de predação, em vocês, ligada ao cérebro chamado reptiliano, encontra hoje um resultado favorável para essa forma de relaxamento da própria Consciência concernente ao vosso corpo, mas também agora a vossa própria história.

Eu vos estou transmitindo, é claro, o que muitos de vocês têm experimentado concernente aos desaparecimentos, aos momentos de injunção da Luz, em que vos parecia de maneira fugaz não poder continuar qualquer atividade ou qualquer pensamento que seja. Mas lembre-se sempre que nesta terra há muitos numerosos irmãos e irmãs que não viveram isso e que, no entanto, hoje se encontram ao mesmo tempo, a viver as mesmas condições de relaxamento de apego da consciência ordinária a este corpo. Quer dizer, que a realidade do corpo de Eternidade, mesmo que ele não seja visto e percebido, é de qualquer forma sentido, através da presença de sua Consciência de Eternidade.

Isso pode se refletir também em muitas experiências como pelos sonhos, e acredito que o Comandante dos Anciãos tenha se rejubilado em ouvir os testemunhos e os sonhos vividos nos últimos meses. Todos, sem exceção, correspondem, se posso dizer, não só à irrupção da Luz dentro de sua consciência ordinária, mas acima de tudo e antes de tudo, à aparição desta Supraconsciência.

Não se esqueçam de que a Supraconsciência, mesmo que ela tenha um veículo chamado de corpo de Eternidade, ela é independente deste corpo de Eternidade, que, no entanto, vos pertence, no sentido de que vocês ainda podem entender sobre esta terra. A Supraconsciência animada pelo Fogo Ígneo, é claro, transporta o Espírito e o Verbo, tendo e levando por corolário imediato, o que é permitido observar com clareza, seja qual for sua posição atual. Como sabem e além das sensações do corpo da Eternidade, além da percepção vibral, além das percepções ligadas aos novos sentidos, a Supraconsciência impulsionará e impulsiona já e de forma independente de qualquer percepção de Vibral, momentos de Samadhi, momentos de Paz, momentos de Alegria que não respondem a nenhuma causa nem nenhuma satisfação neste mundo. E isso, de forma independente, repito mais uma vez, das vossas circunstâncias vibrais e do vosso posicionamento no seio da Eternidade.

Não há, ao nível do que se produz hoje, nenhuma crença a estabelecer, nenhum exercício a praticar, mas bem realmente constatar que o pensamento é seguido pela Consciência e que a Consciência é agora Supra-Luminosa. Isso tem como corolário uma forma, eu diria, de imediaticidade de tudo o que se desenrola na tela do seu efêmero. Um medo se atualizará por um evento temido. Uma Alegria será imediatamente atualizada por algo que lhe dará a estar em alegria, mesmo que nada seja visto e mesmo que nada seja percebido.

A primeira consequência disso é de levar-vos a uma forma de observação, não de vossa vida ou de vossa história, nem do vosso corpo, e ainda menos de energias ou vibrações, mas bem mais constatar por vós mesmos que existe real e concretamente uma parte de vocês desconhecida que funciona, eu diria, muito melhor do que o vosso funcionamento habitual, vos dando e se traduzindo, para aqueles que não vivem nada ao nível deste corpo de Eternidade, em passagens particulares. Essas passagens particulares traduzem-se,de modo abrupto, por um sentimento de irrealidade em relação a este mundo. Então, é claro que, se o medo estiver presente, isso pode se traduzir por uma necessidade de se ancorar, de se enraizar e retomar, como vocês costumam dizer, vossos espíritos. Bem evidentemente, isso que se desenrola é exatamente o inverso do que vocês podem pensar.

Se houver em vocês momentos de irrealidade, de qualquer natureza que seja, se houver dificuldades em adormecer ou despertar pela manhã, se houver a percepção de algo diferente sem poder nem ver, nem sentir, ou mesmo expressar, cabe a vocês aproveitarem esses momentos para não fazer nada. Cabe a vocês, nesses momentos, deixar essa Supraconsciência trabalhar. Não para lhe dar a ver qualquer elemento do corpo de Eternidade que vocês não percebem, mas muito mais para vos permitir provar de forma real e concreta o que foi nomeado a Alegria Incondicional ou Alegria sem objeto, que hoje, vocês o entenderam, não depende de nenhum pré-requisito anterior ao nível vibral, energético ou de qualquer posicionamento de vossa Consciência.

A liberdade em relação ao corpo é expressa precisamente pela Liberdade e a emanação da Supraconsciência no seio deste mundo. Eu vos disse, que vocês estejam despertos, ou liberados ou adormecidos, não muda nada disso que se desenrola quanto à vivência mesma de vossa Consciência. Também é possível observar a necessidade de fazer a paz, quer dizer, de perdoar, de pensar de maneira bastante inesperada em face dos eventos distantes, onde vossa conduta não era adequada.

O que é trazido de volta à vossa memória é simplesmente a iluminação da Supraconsciência, dando-vos de alguma forma a reviver, um elemento de vossa vida, não para o solucionar, não simplesmente para viver uma emoção passada, mas bem mais para verificar por vós mesmos a anomalia que ocorreu naquele momento, sem qualquer culpa e vos levando simplesmente pela reminiscência a compreender e assim superar e experimentar a situação vivida no passado para não revivê-la do mesmo ponto de vista, mas diretamente desde a Paz.

As ações da Supraconsciência são inumeráveis e se juntam, em parte às injunções da Luz experimentadas por aqueles dentre vós que percebem as vibrações. As consequências são quase idênticas, em qualquer caso,no que concerne a vossa própria Consciência. O relaxamento do corpo, o relaxamento das necessidades vitais e fisiológicas, o relaxamento também de certas características de personalidade que podem estar ligadas ao medo, mas que se traduzem de maneira quase constante pela necessidade de se prevenir e assim exercer, de uma maneira ou de outra, alguma forma de predação.

Vocês também percebem que sua reatividade se torna diferente, que muitas vezes vocês chegam a aceitar, sem o compreender, os eventos e situações que anteriormente os colocariam fora de si ou que teriam mobilizado vossa Consciência em vista de uma solução, de uma melhoria ou de uma compreensão.

A Supraconsciência realiza por si mesma em vossa vida, mesmo sem que sejam percebidas suas energias e a vibração, um mecanismo que vocês conhecem bem, e que é chamado de sincronicidade. É como se uma lógica matemática se colocasse de alguma forma, em lugares em que se desenrolam eventos de vossa vida e isso de uma maneira cada vez mais extensiva. Vários exemplos para isso: eu penso em tal situação, em tal pessoa, a pessoa é materializada pelo telefone ou toca em vossa porta. Vocês pensam em uma situação ou em alguma coisa que vocês devem fazer e que não fizeram, a coisa se apresenta diante de vocês por um telefonema ou um comunicado que confirma que vocês devem se ocupar com isso.

Então, vocês notam mais e mais facilmente, essa sincronicidade de vossos pensamentos e da Consciência e também os eventos que se desenrolam na tela deste mundo e isso, tanto no plano material, ou societal e relacional, no sentido de mais amplo no comum de vossas atividades.

Este afrouxamento do vínculo formal e da identificação com o corpo e da fixação da Consciência a este corpo, também é experimentado de diferentes maneiras. Vos parece, por vezes,haver uma razão diferente ou ter uma lógica profundamente diferente, estar menos nas emoções ou às vezes experimentar emoções extremamente intensas, muito mais intensas do que o habitual, mas que nunca duram e nunca perturbam o corpo. As emoções e o mental, eles próprios se tornam, de certa forma, dissociados de qualquer ação sobre o corpo.

Isso também pode dar-lhes, além de qualquer mecanismo vibratório, sentimentos de flutuação ou suspensão de qualquer possibilidade de ação e isso, de preferência, assim que o sol estiver deitado onde você estiver sobre a Terra. Isto também representa para vocês que não vivem as vibrações uma forma de injunção da Consciência da vossa Supraconsciência, para estar na Verdade, no que vocês são e não no que vocês acreditam, de alguma maneira.

É assim, graças a esse tempo que resta a ser percorrido, que durante estas poucas semanas que acabaram de se escoar e que se escoam agora, vocês têm sido extremamente numerosos a realizar, não o que vocês são em Eternidade, mas a realizar que tudo isso que concerne a vossa vida, como este mundo, não estava em harmonia, não era feito ideal sonhado ou pensado para ser vivido.

Isso pode levar, por vezes, a alguma forma de desgosto ou de mal-estar em relação ao mundo concernente a tudo o que é revelado neste período, de maneira bastante oficial, vos causando não só um desconforto, mas também um sentimento efetivamente, aí também, ainda maior de irrealidade de falsificação. As palavras são falsas, as imagens são falsas; eu já tive aí a oportunidade de me exprimir longamente. Mas hoje, vocês constatam de diferentes maneiras, e isso pode ser preocupante porque não vos oferece de súbito qualquer coisa em substituição, desde que vocês não percebem nem as vibrações nem as energias e, ainda menos, o corpo de Eternidade e ainda menos a Graça.

Naquele momento pode nascer, e eu vos previno, certos dentre vós o tem vivido, alguma forma de desespero ou mesmo de raiva concernente ao que podem viver outros membros de vossa família, outros irmãos e irmãs que vocês conhecem e que, no entanto podem, sem ter perguntado nada a ninguém, encontrarem-se em uma Leveza e Alegria que não  vos habita nesses momentos de desespero de dúvida ou de raiva, e não percebem as mudanças. E precisamente, é através desta forma de negação, de raiva ou de negociação que vocês também vivem, para muitos de vocês, seu choque individual, precedendo assim então o choque coletivo da humanidade.

E este é um mal que eu diria por um bem, porque é através do que vocês têm que superar, através do vosso desespero, mas também momentos de Paz e Lucidez a nenhum outro parecidos, que as hesitações e as oscilações do que vocês acreditam ser e o que vocês são, emergem e se revelam espontaneamente. O mais difícil sendo, num primeiro tempo, ficar tranquilo, não entrar em uma busca frenética pela Luz, qualquer que seja,através de conceitos, ideias ou de práticas, mas bem mais de permanecer aí onde vocês estão e observar, da maneira mais honesta possível, o que está acontecendo na tela de vossa Consciência, mesmo que vocês não possam verdadeiramente chamá-lo de Supraconsciência, até vosso corpo de Eternidade ter se tornado de alguma forma sensível, o que não vai demorar, para muitos dentre vocês que não viveram esses processos energéticos e vibratórios presentes desde 30 anos.

E é precisamente graças a essas oscilações e desequilíbrios que a Verdade pode se fazer. A verdade também não mais precisa de vocês. Vocês não podem entendê-la, da mesma forma que vocês não podem controlar o que quer que seja, desde que vocês o pensem controlar.

O único controle eficaz de vossa vida, a partir de agora e se tornará mais e mais óbvio, é a Ação de Graça, o Estado de Graça e o fato de se tornar como crianças novamente, sem se preocupar com nada. Não porque vocês decidam negligenciar qualquer coisa, mas porque a própria Consciência, na sua alquimia entre a Consciência Eterna e a consciência efêmera, vô-lo dá a viver, quer vocês o queiram ou não.

Isso é muito encorajador porque significa que aqueles que estejam nas tergiversações e em constantes mudanças de postura, para os irmãos e irmãs que duvidam, têm medo e não experimentam a prova formal do corpo da Eternidade, estão em vias de serem apaziguados precisamente pela possibilidade da Consciência Supra-Consciente, se eu posso dizer, seguir seus pensamentos, suas intenções, suas ações e seus movimentos.

É nisso precisamente que vocês devem aproveitar os momentos seja de confusão, de raiva, de negação ou de irrealidade ou de Paz, assim que seu equilíbrio parece ser modificado, de uma forma ou de outra.É nesse momento que vos cabe considerar que esta é uma injunção da Luz, mesmo que ela seja muito sutil para vocês, para posicioná-los no Silêncio. O Silêncio significa, acima de tudo, é claro, colocar vossos sentidos em repouso. E aqui falo dos sentidos comuns, isto é, colocar a visão em repouso, fechar os olhos, cortar, se possível, qualquer ruído ou som.Em seguida deixar continuar o trabalho de ocultação dos sentidos, que se produzirá necessariamente e que começará mais frequentemente junto com fenômenos de formigamento nas extremidades. Também por uma dificuldade para manter um pensamento.

Não se assustem se, num primeiro tempo, parece-lhe que seus pensamentos começam a girar em todas as direções e até perturbam mesmo o repouso dos sentidos que acabei de preconizar. Deixem simplesmente que esses pensamentos, mesmo loucos, venham à tona e desapareçam. E eu diria mesmo que, quanto mais pensamentos não relacionados entre si, mais vocês têm a oportunidade de não mais depender desses pensamentos que ocorrem nos momentos em que vocês fazem esse silêncio.

Vocês constatarão também muito rapidamente e isso sem adormecerem, que o que poderia incomodar, no nível do corpo, de maneira crônica ou de maneira puramente conjuntural,se afastará de vossa Consciência também. A Consciência não será substituída num primeiro tempo por uma tela branca ou uma tela preta correspondente aos que, naturalmente, vivem os processos vibratórios em andamento.

Mas, no entanto, o que vocês constatarão ao retornar do vosso repouso, eu falo voluntariamente de repouso, não se trata de meditação, não se trata de perguntar, se trata simplesmente de vos colocar neste repouso, aí também,numa forma, eu diria,de acolhimento do que se desenrola, levando a uma mudança de ponto de vista que será sobretudo evidente, desde que vocês não percebam nada ao serem privados dos sentidos, mas que vocês constatarão muito rapidamente no decorrer de suas atividades comuns, sejam elas quais forem. Assim, vocês constatarão que vocês estarão menos implicados, menos levados pelas circunstâncias que antes,nas vossas vidas, trouxeram as reações, os discursos, trouxeram os julgamentos ou opiniões sobre vossa vida simplesmente ou sobre as situações, sobre os membros de vossa família ou em qualquer relacionamento.

Então, vocês verão por si mesmos, sem nada viver através dos mecanismos energéticos, que algo diferente se instala no seio de vosso personagem, vos levando a constatar que isso se torna mais suave, quaisquer que sejam os lados confrontados de certos traços de caráter, estes parecerão menos presentes, menos ativos.

Vocês constatarão também facilmente os processos de sedação de mecanismos dolorosos, não correspondendo a uma ação médica da Luz, nem de sua Supraconsciência, mas bem mais um alívio dessa conexão entre o corpo e a Consciência ordinária. Vos levando pouco a pouco a compreender e a viver, além de qualquer processo vibratório, que vocês não são, em definitivo, esse corpo, mesmo que vocês não saibam ainda o que vocês são.

É esse tipo de vacuidade que muitas vezes é comparado à Paz, que para vocês, que não vibram, será um marcador essencial da instalação de vossa Supraconsciência, mas também das primícias do aparecimento sensível do vosso corpo de Eternidade.

Eu faço um pequeno parêntesis agora para aqueles de vocês que vivem as Coroas, as vibrações ou uma das Coroas, pelo menos. E em particular, a mais fácil a viver hoje que é a Coroa da cabeça. Até o presente e durante todos esses anos, chamamos vossa atenção para as Estrelas, sobre os triângulos elementares.

Eu vos lembro que cada uma das 12 Estrelas é um potencial espiritual, um sentido espiritual ligado à vossa multidimensionalidade, inscrito no vosso corpo de Eternidade, mas também além deste corpo de Eternidade, no que vocês nomeiam de Supraconsciências em corpo, isto quer dizer, a Infinita Presença, que faz fronteira com o Absoluto. Esses sentidos têm nomes que nós vos temos dado. É claro que esses nomes realmente não correspondem verdadeiramente ao que eles são no outro lado do véu, mas nós vos temos dado, de qualquer forma, os pontos AL, OD, ER, IM IS. Os outros fazem parte das chaves metatrônicas que vos serão comunicadas depois do Apelo de Maria e antes do planeta Grelha, onde quer que vocês estejam situados, neste corpo de carne ou no corpo de Eternidade, que vocês estejam nos Círculos de Fogo ou ao ar livre. Isto não fará diferença.

Alguns desses sentidos espirituais foram evocados, em particular pela Irmã Estrela Teresa concernente, por exemplo, à Profundidade. É o mesmo para cada uma das Estrelas. Aí também, eu vos lembro, que vocês o percebam ou não. O pensamento conduz a consciência. Vos será suficiente, vocês o entenderam,pensar sobre a localização de uma dessas Estrelas e, em alguns casos, vocês sentirão a localização de uma Estrela,constatando, neste momento, que algo está mudando de maneira irremediável em vocês concernente precisamente aos sentidos.

Mas vocês não poderão vincular isso com sentidos comuns e sem algum ponto de referência Vibral, vocês não poderão mais que constatar a modificação em vossos sentidos habituais, onde algo diferente está sendo adicionado. Existem inúmeras possibilidades e eu não tenho hoje a ocasião de desenvolver tudo isso, porque vocês o compreenderão facilmente, vivendo-o.

Os mecanismos de adormecimento de que eu falei referem-se às extremidades das mãos e dos pés, podendo também por vezes dar não agulhadas, mas uma dor descrita como requintada, que é extremamente forte, localizada em mãos ou pés, mas nunca duram.

Aí também, é conveniente não procurar nem explicação, nem supor o que quer que seja de anormal. Se trata unicamente do trabalho de Fogo Ígneo, que em vocês, que não vibram, não pode ser feito a partir de pontos de entrada normais, mas que se faz a partir dos pontos mais acessíveis ao Fogo Ígneo para vocês, ou seja, as extremidades, não a cabeça, mas as mãos e os pés.

Isso poderá induzir não a percepção de outro corpo, mas um sentimento de formigamento entorpecendo as extremidades e que progredirá nos momentos em que vocês estarão em Paz, como eu disse, e que vos dará viver não o corpo de Eternidade, mas realmente que sua Consciência permanece sem mais nenhuma percepção desse corpo e isso, em um espaço de tempo extremamente curto.

O que simplesmente significa que, à medida em que vocês respondem à irrealidade e a essa forma particular de Apelo da Luz para vocês, vocês constatarão que a progressão desta parestesia, como vos dizem em um ambiente médico, irá para a raiz dos membros.Naquele momento, e eu repito, em um tempo relativamente curto, e em um número de repousos, se posso dizer, ou de Paz, pouco importa. Vocês constatarão com facilidade que, nesse estado de calma, vos será então mais possível, muito mais fácil, levar vossa Consciência simplesmente no Coração. Sem gesto.

Eu vos lembro que os gestos comunicados pelo Arcanjo Anael por dois meses não dizem respeito àqueles de vocês que não vivem vibrações, porque não obterão absolutamente nada por esses simples gestos aplicados ao corpo. Eles não concernem efetivamente e eu penso que o Arcanjo Anael não conseguiu em parte vos dar essa precisão. A melhor solução, para vocês irmãos e irmãs ainda adormecidos, por um curto período de tempo, é muito exatamente o que acabei de explicar.

Desde o momento em que vocês reproduziram um certo número de vezes, tão limitado, aqueles momentos de descanso que são impostos pela vossa Consciência e não pela Injunção da Luz, vocês constatarão, além das mudanças que eu descrevi e que os acompanharão, que existe uma maior capacidade de não estarem identificados com este mundo, de não serem identificados com vosso personagem, mas sem, no entanto, conhecerem ou viver em vossa Eternidade. Não fiquem alarmados com isso e é precisamente esse sentimento de irrealidade que surgirá infalivelmente no momento do Apelo de Maria ou a visibilidade de Nibiru ou mesmo simplesmente das Trombetas, vos dando a viver, naquele momento, a percepção direta de vosso corpo de Eternidade.

O que significa que, para muitos de vocês que não são opostos à Luz, é vossa escolha, é também a vossa liberdade, mas que, no entanto, não vivem nada e se desesperam de nada viver, vos é oferecido, desde o início de novembro e nessas semanas que restam a se escoar, a possibilidade de viver exatamente a mesma liberação que aqueles que passaram, por enquanto, pela Onda da Vida, pelo Canal Mariano ou por Estruturas de Vibração.

Os sentidos espirituais são trazidos a vossa Consciência,de maneira mais e mais clara e eu o repito, tenham vocês consciência disso ou não, todos os corpos da Eternidade estão presentes na Terra. Não há mais nenhum ao nível do Sol.

Mesmo aqueles que vocês chamam de desencarnados, que em sua maior parte passaram para a estase, desde o fim dos Casamentos Celestes e especialmente desde a liberação da Terra, também eles recuperaram esse corpo de Eternidade e eles começarão a emergir, estando prontos a juntar-se a esta Terra, quando chegar a hora. É o que foi chamado e mal interpretado e que eu nomeei, quando eu fui Jesus, a Ressurreição dos mortos. Esta ressurreição, é claro, diz respeito ao último corpo e não diz respeito a todos os outros corpos que, infelizmente, é claro e, felizmente, não existem mais, exceto no estado do pó.

Mas aqueles entre vocês, em sua família, ao seu redor que sofreram perdas,encontrarão, facilmente em pouco tempo, aqui mesmo sobre esta Terra, aqueles que vocês perderam. Certamente, talvez não no mesmo corpo, certamente, talvez não nas mesmas disposições de afeto ou de ligação, mas haverá efetivamente um certo número de reencontros e isso, mesmo independentemente do vosso futuro após o Apelo de Maria.

Eu também especifico sobre este Apelo de Maria, e isso foi evocado pelo Arcanjo Anael, bem como pelo Comandante dos Anciãos. Houve uma cronologia perfeita. Hoje, essa cronologia perfeita, como vocês constatarão em breve, não pode e por diversas razões, respeitar a cronologia que lhe foi dada. Por múltiplas razões.

Evidentemente, os últimos remanescentes das forças arcônticas estavam perfeitamente cientes disso. O efeito surpresa tornando-se então, para a Luz, essencial para condução do Apelo de Maria. Isto quer dizer simplesmente que as melhores manifestações a partir de agora, se vocês estão acordados, adormecidos ou liberados, são exatamente as mesmas.

Vocês terão a oportunidade de constatar, o que eu chamei de Flutuação de Consciência ou Irrealidade, que durará e não será mais simplesmente um estado passageiro de Apelo da Luz, de Injunção da Luz, mas crescerá a cada minuto e excederá 24 horas. Naquele momento vocês constatarão facilmente que a irrealidade toma o lugar do real desse mundo, que vocês percebam as vibrações ou não. Naquele momento, vocês saberão que vocês estarão no período ou seja, na semana, quer dizer, um intervalo de sete dias, antes, seja das trombetas, seja o Apelo de Maria, seja Nibiru, sejam dois dos três, ou sejam os três juntos.

O que significa que para aqueles de vocês que estão vivendo as vibrações e já percebem com intensidade esse fenômeno de irrealidade, traduzindo-se para vocês por uma capacidade para viver o corpo de Eternidade, não é preocupante, mas, no entanto, a irrealidade é bem percebida. Vocês constatarão que além dos momentos em que o Fogo Ígneo é cada vez mais intenso, quer dizer, no momento em que o Sol está escondido, ou seja, no momento em que a radiação solar não vos toca mais e sobretudo ao pôr-do-sol e na primeira parte da noite.

As radiações cósmicas penetram na Terra com uma intensidade que nunca antes foi vista. É a intensidade desses raios cósmicos que permitiram que a Luz fosse carregada, se eu puder dizer, deste Fogo Ígneo e veicular até vocês o Espírito da Verdade, a Palavra, o Impessoal e o Coro dos Anjos.

Vocês também sabem que aqueles de vocês que percebem o canto da alma e o canto do Espírito ao nível de uma das duas orelhas ou nas duas orelhas, como dentro da cabeça, veem hoje uma modificação a nenhuma outra parecida do que é percebido ao nível da Consciência, ao nível ampola da clariaudiência e do Canal Mariano.

Vos foi dito, parece-me, que esse som cristalino, nomeado cintilação cristalina, que corresponde ao sexto sub-plano do que é chamado o Nada, isto é, o canto da alma, desembocará inelutavelmente no Coro dos Anjos.

O coro dos anjos se traduz, sejam vocês abertos ou não, por um êxtase a nenhum outro parecido, ao qual ninguém pode escapar. A cintilação, ao nível do céu e da Terra, será nomeado mesmo que as tonalidades não sejam as mesmas e tenham sido nomeados, que isso seja pelas Estrelas, como pela própria Bíblia ou pelo Comandante, foi chamado Trombetas.

As Trombetas ressoam já em vocês. Aqueles de vocês que não percebem o som da alma, vão, no entanto, também constatar flutuações na audição. Essas flutuações da audição não são nem uma hiperacusia, nem surdez, mas sim um sentimento particular de não ouvir as palavras, tal como são ditas e não encontrar o sentido das palavras, e,no entanto,a palavra foi ouvida, mas já não é decodificada da mesma maneira pelas zonas corticais correspondentes à audição.

Vocês vão constatar que são mais sensíveis às sílabas do que às palavras, vos preparando para a linguagem Vibral original de Gina Abdul, suméria, cujas chaves Metatrônicas primárias vos são conhecidas, ou seja, o OD, ER, IM, IS, AL.

Essa sensibilidade particular de uma nova audição, correspondendo efetivamente aos sentidos espirituais, mesmo que não sejam ativos em vós, mas a transformação pela Luz de vosso próprio órgão auditivo chamado cóclea é hoje mais do que patente, abrindo vossos ouvidos para percepções do que foi nomeado infra-som e ultra-som. Estes modificam a maneira como se agencia a compreensão do som em vosso próprio cérebro.

Então, não se surpreendam se, em uma conversa, vos parece ouvir sílabas e não conseguir conectar essas sílabas em uma palavra ou em uma frase. Não se trata de uma confusão mental, nem se trata de um acidente vascular cerebral, mas bem de uma modificação das regras do cérebro humano diretamente e dos órgãos dos próprios sentidos humanos. .

Ao nível do toque, o quinto sentido do qual ainda não falei. Claro que não falarei desse senso tátil para aqueles que vivem as vibrações, porque a percepção do corpo da Eternidade presente é para você agora mais e mais evidente. Mas para aqueles de vocês que não vivem nada e além de percepções dolorosas nas extremidades, vocês também notarão diferenças na sensibilidade do vosso corpo. Como vocês o vivem e o sabem, existem zonas deste corpo humano que são muito mais inervadas e muito mais sensíveis, a mão em particular, a cabeça, bem mais do que os pés.

Vocês irão constatar com evidência que vocês começarão a sentir regiões que enviaram pouca informação antes ao vosso cérebro, em particular os pés. E também ao nível de percepções particulares que não podem ser chamadas de energia ou vibração, ao nível da cabeça. Dando-vos a sentir coisas que podem ser chamadas irreais por vocês, como sentir uma corrente de ar ao nível da cabeça, sentir ser tocado, quando nada vos toca, sentir movimentos mesmo dentro de vossa cabeça, isto é, do seu próprio cérebro. Como se vosso cérebro, vocês sabem, que não é inervado, se tornasse inervado.

Há, portanto, muitas modificações, alterações, transformações do funcionamento da Consciência ordinária, traduzindo-se, assim, como acabei de explicar, pela modificação da percepção das palavras, pela modificação da percepção ao nível da audição, de todos os sentidos e também do senso tátil.

É bem evidente que, para aqueles dentre vós que não suspeitam de nada e que não buscam nenhuma informação, isso pode levar a situações de inquietude, até mesmo de desconfiança, até apelar a um diagnóstico que, desafortunadamente, não encontraria nenhum resultado por que não há diagnóstico. Se os exames biológicos, quaisquer que sejam os exames, fossem praticados, não revelariam nada estritamente.

Ao contrário, é claro para aqueles de vocês que vivem as vibrações porque as consequências sobre a modificação da sua fisiologia são tais que eu já posso vos afirmar que todas as constantes biológicas concernentes à fisiologia normal se encontram profundamente reformuladas. Isso diz respeito tanto ao sangue quanto ao funcionamento de todos os órgãos. E isso é doravante mais do que provável e identificável.

As modificações na personalidade também aparecerão de maneira evidente para aqueles que não vivem nada,desde o instante em que vocês aceitam esses momentos de irrealidade e aceitam simplesmente deitar, repousar e acolher.

E mesmo além disso, alguns de vocês não despertos, vivem,no entanto, exatamente a mesma coisa. Isso poderia ser chamado uma confiança total na Luz que, no entanto, não é vivida, nem vista. Uma fé nova aparecendo em vocês, que eu qualificaria de inabalável, e além disso, é claro, adesões a alguma religião ou a qualquer conceito que seja. Isto quer dizer que nascerá para muitos adormecidos, a certeza, a convicção de que eles não são deste mundo. Mesmo que eles não tenham qualquer prova, como vocês tiveram durante todos esses anos. É assim que se prepara de maneira a mais magistral, o Apelo de Maria, o Sinal Celestial e as Trombetas. Vindo também a vossa maneira, para aqueles que não vivem nada, fortalecer a intenção da Luz emitida pelo coletivo humano, ao que responderá doravante agora a Luz.

Até agora, nós sempre lhes dissemos que a visibilidade de Nibiru, como a aparição das Trombetas e o Apelo de Maria, não dependiam nem de nós, nem de vocês, nem mesmo da Terra desde que a Terra está liberada, mas simplesmente do agenciamento desses diferentes fatores. Hoje, isso não é mais verdade.

Pelo fato de que a Consciência e a Luz seguem o pensamento, é bastante evidente que se vocês são sempre mais numerosos, não a vos reunir para criar uma egrégora, mas se vocês são sempre mais numerosos se voltarem para vocês mesmos, para o vosso coração, com intensidade, com regularidade e com confiança, mesmo sem nada viver ao nível Vibral, vocês vão efetivamente e concretamente, de agora em diante, acelerar, individual e coletivamente, a aparição dos sinais que significam o fim desse modo de vida dentro deste mundo.

Insisto neste elemento, que será também uma certa forma de conclusão. E me dirijo agora àqueles de vocês que vivem os processos transmutatórios atuais, bem como àqueles que não vivem mais que as pequenas primícias.

Quanto mais vocês consagrarem o tempo ao desconhecido, não para viver qualquer coisa do momento, mas mais vocês constatarão um relaxamento individual e coletivo de tudo o que faz as ligações a este mundo, a esses hábitos, sejam eles sociais, familiares, políticos, econômicos ou outros. E é assim que vocês serão sempre mais numerosos a vos liberar das mentiras deste mundo e da ilusão espiritual deste mundo.

Assim, vocês têm a partir de agora, e desde de 15 de dezembro, a possibilidade total de participar da vossa liberdade e da vossa Liberação, e isso, independentemente dos processos vibratórios, de que vocês participarão, é claro, no momento do Apelo de Maria, o mais tardar.

Eu vos engajo portanto, e da maneira mais ampla possível, a consagrar uma parte do vosso tempo, de acordo com vossas possibilidades à vacuidade. Eu bem disse à vacuidade, isso não quer dizer meditar, isso não quer dizer, se vocês não o vivem, realizar Teofanias, mas simplesmente vos esvaziar. A ação da Luz e do Fogo Ígneo, permite isso com evidência; lembrem-se, a Luz agora segue o pensamento. É assim que vocês participarão ativamente, mesmo antes dos sinais anunciados, de sua própria liberação e da fase final da Ascensão da Terra.

... Silêncio ...

Eis os poucos elementos que eu queria trazer ao vosso conhecimento, o interesse estando, hoje, em que a humanidade, exceto os portais orgânicos, é claro, não faça mais do que Um. Em breve não haverá mais diferença entre o adormecido e o liberado, o que quer que vocês pensem, o que quer que vocês tenham vivido até o presente, explicando por isso e traduzindo as frases que eu havia pronunciado na época: Os primeiros serão os últimos. Aqueles que querem salvar sua vida, irão perdê-la; aqueles que aceitarem perdê-la, a encontrarão.

Tudo o que acabei de descrever durante esta intervenção pode ser resumido por essas duas frases.

Se houver em vocês e em particular aqueles dentre vocês que não vivem as vibrações, perguntas ou necessidades de informações complementares, ao tempo que me é atribuído, fico com vocês para responder a estas poucas perguntas, referentes, é claro, exclusivamente, ao que acabei de dizer.

... Silêncio ...

Se não houver questionamentos, eu vos agradeço por vossa escuta, vossa leitura, vossa presença. E permitam-me viver com vocês, onde quer que estejam neste instante, um momento de vacuidade, a fim de que o Fogo Ígneo opere, que vocês o percebam ou não.

Eu saúdo cada um de vocês em vossa Eternidade como em vosso Efêmero. Agora faço o Silêncio e nós deixamos juntos produzir-se o que se produz.

... Silêncio ...

Eu sou o irmão K, até sempre em Eternidade.

Adeus.

 
***

Tradução do Francês: Nice Henz Luz
https://lestransformations.wordpress.com/2017/12/14/frere-k-decembre-2017/


PDF (Link para download) : IRMÃO K - DEZEMBRO 2017

5 comentários:

  1. É assim, graças a esse tempo que resta a ser percorrido, que durante estas poucas semanas que acabaram de se escoar e que se escoam agora, vocês têm sido extremamente numerosos a realizar, não o que vocês são em Eternidade, mas a realizar que tudo isso que concerne a vossa vida, como este mundo, não estava em harmonia, não era feito ideal sonhado ou pensado para ser vivido.
    .........
    E é precisamente graças a essas oscilações e desequilíbrios que a Verdade pode se fazer. A verdade também não mais precisa de vocês. Vocês não podem entendê-lo, da mesma forma que vocês não podem controlar o que quer que seja, desde que vocês o pensem controlar.
    .........
    É claro que esses nomes realmente não correspondem verdadeiramente ao que eles são no outro lado do véu, mas nós vos temos dado, de qualquer forma, os pontos AL, OD, ER, IM IS. Os outros fazem parte das chaves metatrônicas que vos serão comunicadas depois do Apelo de Maria e antes do planeta Grelha, onde quer que vocês estejam situados, neste corpo de carne ou no corpo de Eternidade, que vocês estejam nos Círculos de Fogo ou ao ar livre. Isto não fará diferença..
    .........
    Não fiquem alarmados com isso e é precisamente esse sentimento de irrealidade que surgirá infalivelmente no momento do Apelo de Maria ou a visibilidade de Nibiru ou mesmo simplesmente das Trombetas, vos dando a viver, naquele momento, a percepção direta de vosso corpo de Eternidade.
    .........
    É o que foi chamado e mal interpretado e que eu nomeei, quando eu fui Jesus, a Ressurreição dos mortos. Esta ressurreição, é claro, diz respeito ao último corpo e não diz respeito a todos os outros corpos que, infelizmente, é claro e, felizmente, não existem mais, exceto no estado do pó.
    .........
    Naquele momento, vocês saberão que vocês estarão no período ou seja, na semana, quer dizer, um intervalo de sete dias, antes, seja das trombetas, seja o Apelo de Maria, seja Nibiru, sejam dois dos três, ou sejam os três juntos.

    ResponderExcluir
  2. Pelo fato de que a Consciência e a Luz seguem o pensamento, é bastante evidente que se vocês são sempre mais numerosos, não a vos reunir para criar uma egrégora, mas se vocês são sempre mais numerosos se voltarem para vocês mesmos, para o vosso coração, com intensidade, com regularidade e com confiança, mesmo sem nada viver ao nível de Vibral, vocês vão efetivamente e concretamente, de agora em diante, acelerar, individual e coletivamente, a aparição dos sinais que significam o fim desse modo de vida dentro este mundo.
    Grato Nice Henz
    De coração a coração
    Rendo Graças

    ResponderExcluir
  3. Até agora, nós sempre lhes dissemos que a visibilidade de Nibiru, como a aparição das Trombetas e o Apelo de Maria, não dependiam nem de nós, nem de vocês, nem mesmo da Terra desde que a Terra está liberada, mas simplesmente do agenciamento desses diferentes fatores. Hoje, isso não é mais verdade.

    ResponderExcluir
  4. "Vocês terão a oportunidade de constatar, o que eu chamei de Flutuação de Consciência ou Irrealidade, que durará e não será mais simplesmente um estado passageiro de Apelo da Luz, de Injunção da Luz, mas crescerá a cada minuto e excederá 24 horas. Naquele momento vocês constatarão facilmente que a irrealidade toma o lugar do real desse mundo, que vocês percebam as vibrações ou não. Naquele momento, vocês saberão que vocês estarão no período ou seja, na semana, quer dizer, um intervalo de sete dias, antes, seja das trombetas, seja o Apelo de Maria, seja Nibiru, sejam dois dos três, ou sejam os três juntos."

    "As radiações cósmicas penetram na Terra com uma intensidade que nunca antes foi vista. É a intensidade desses raios cósmicos que permitiram que a Luz fosse carregada, se eu puder dizer, deste Fogo Ígneo e veicular até vocês o Espírito da Verdade, a Palavra, o Impessoal e o Coro dos Anjos."


    Fabulosa e Sagrada Vivência... Inimaginável, de Alegria imensurável, por esta Mensagem dita pelo Irmão K, ele... Ele, nos trazer estas informações...

    Não é novidade, porém dita por Ele, tomou "Outra Dimensão", "Confirmação",...

    ASSIM SEJA!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Um 'presente' do Querido Irmão K:
    Os sentidos espirituais são trazidos a vossa Consciência de maneira mais e mais clara, e o repito: tenham vcs consciência disso ou não, TODOS os Corpos de Eternidade estão presentes AGORA na Terra. Não há mais nenhum no nível do Sol.
    Maravilha!!!Então, estamos prontos, né? QUERO VER 'a pele da serpente' RASGANDO toda.
    Inté...
    FatimaAurora

    ResponderExcluir