OMA - Q/R - Parte 1B - Dezembro 2017


OMA - Q/R - Parte 1B - 09 de Dezembro de 2017
Mensagem de 09 de dezembro de 2017 (publicada em 24 de dezembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations



Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio




Questão : em várias vezes, tive sonhos muito belos com Jesus Cristo. Recebi as mensagens, e em cada sonho ele estava vestido com uma roupa bege escuro/ marrom claro.  Essa cor tem um significado particular ? Agradeço vossa resposta.

Isso não tem nenhuma importância.  Quando vocês veem o Cristo, realmente, em visão, e não em uma projeção astral, que aliás pode vos deixar indiferentes, mas a visão real não pode vos deixar, como dizer, na dúvida ou na interrogação, vocês são subjugados e levados, como quando as Estrelas vos disseram que elas eram as esposas do Cristo : é a Verdade. Vocês são os esposos e as esposas da Luz, porque são vocês.  É claro que vocês só podem desposar vocês mesmos. Portanto quando vos chega os processos....É o que a questão ? Em relação ao quê ? Fui para outra coisa, e desviei da questão. Primeiro vou responder a questão.

… Então, era a cor.....

Ah sim. Então os detalhes, é claro, mais vocês penetram dentro, em sonho ou em vivência real da visão, vocês poderão ver os detalhes.  Vocês vão perceber que, tanto os Arcanjos como Maria, como por exemplo os Vegalianos, estão vestidos, bem alguns, não é o mesmo aspecto, hein, entre um Vegaliano e o Cristo, mas um tecido de Luz que deixa aparecer as mãos, os pés, e ainda os pés não estão nus, geralmente há uma espécie de sandália, uma espécie de sola sob os pés, têm as asas atrás, é claro, quando é um Arcanjo, mas os traços não vos são visíveis.  Mas por outro lado, vocês podem começar a discernir as estruturas, quer dizer as vestimentas que acompanham esse corpo de Existência.  Agora, Maria pode muito bem aparecer em azul, em preto, em branco, em rosa. Não fixem nada.

Então o significado corresponde à Eternidade. Ele não é aplicável a este mundo. Por isso, é o tipo de pergunta, que às vezes vos mostra que a pessoa tendo vivido um processo real, ainda vai buscar um significado.  Aí, é o mental que intervém.  Isso não vai trazer nada, como vocês dizem, o que vocês são, vocês o são, qualquer que seja a cor da roupa. É necessário perder o hábito de referenciar tudo a um simbolismo, ou em relação ao que se chama as correspondências ou as semelhanças. Esses eram os meios da antiga espiritualidade para se aproximar da Luz. Isso está acabado.  Então não se apeguem, e aliás alguns de vocês o vivem, a uma compreensão ou a uma precisão de detalhes.  O que é preciso, é o que é vivido no Coração, no que é visto, que seja em sonho ou em visão.

Então é claro, vocês vão perceber que às vezes, para aqueles que acompanham o Cristo ou Maria ou algumas Estrelas, que alguns dias, por exemplo Gemma vai ter uma roupa branca imaculada, às vezes ela porta outra cor também.  É a qualidade vibratória do instante que faz vossa vestimenta, e isso em todas as dimensões, exceto na 3D unificada, é claro.  É por isso que os Vegalianos, geralmente, vocês os veem em uma vestimenta branca que segue os contornos do corpo.  Vocês poderiam chamar isso uma combinação, se vocês quiserem.  É uma combinação de Luz que está adaptada aos seus deslocamentos neste mundo.  Mas os Arcanjos, eles, não têm mais necessidade disso, porque a Luz está por toda parte, e portanto eles estão também facilmente na 5ª dimensão revelada, como vocês estão neste momento, para aqueles entre vocês que o vivem.

Isso também quer dizer, que mais vocês entram na Evidência, menos vocês questionam durante a experiência, e mesmo depois.  Visto que depois, o que é que vocês fazem ?  Vocês apenas contam as histórias.  Ora, eu vos disse há três meses, que era necessário cessar as histórias, de qualquer natureza que seja, porque a Alegria não pode se sobrecarregar, com uma tal intensidade hoje, de histórias, de cenários, de fofoca, de tagarelice, de contar o que vocês vivenciaram.  Partilhem diretamente no silêncio do Coração, vocês não têm necessidade de palavras.

Ah vocês sabem, se diz frequentemente, e em francês, que as palavras que dissemos são males. É evidente. Hoje, vocês fazem mal à vossa Eternidade. Quando vocês vivem uma experiência, vivam-na, interiorizem-na, mas não busquem fazê-la reviver, nem mesmo contar as histórias. As histórias, são muito belas, mas vocês não são nenhuma das histórias porque vocês são todas as histórias.  Na realidade é isso.  Não há nada mais do que vocês.  E enquanto vocês dependem, e sobretudo agora com esse efêmero que desaparece, mesmo se ainda vos parece dependerem de um alimento, de um teto, de um carro, de uma relação social, afetiva, sexual, muito rápido vocês vão se dar conta de que tudo isso é uma farsa, integral. A Alegria basta-se a ela mesma. É isso  que se pede a vocês de encontrarem agora.  E é claro, isso não contradiz tudo o que nós vos dissemos desde este ano, de ir de maneira extensiva na natureza, nos ambientes naturais, o mais frequentemente possível.  E agora vocês podem dizer, e eu posso vos dizer : deixem os mortos enterrarem os mortos.  Você está vivo.  Estando vivo, você não tem necessidade de histórias. É assim que você é o Caminho, a Verdade e a Vida, que cada um de nós é.

Portanto, é preciso relativizar tudo o que era efêmero, e em particular tudo o que é a relação. Vocês sabem que Anael é o Arcanjo da Relação, da Comunicação e do Amor. Mas a mais bela relação que vocês podem estabelecer doravante, é com o que vocês são verdadeiramente.  Todo o resto vos aparecerá bem enfadonho, e sem nenhum interesse, mesmo as coisas mais pesadas.

A injunção da Luz, desde o fim da gestação, é muito recente, hein, isso remonta à ontem, acabou. Todos esses jogos de papéis, de funções, de explicações, que tem vos ajudado até hoje, eu o repito, muito rapidamente vão representar obstáculos à Verdade.  Porque a Verdade não tem necessidade de nenhuma história, nem de nenhum encontro, uma vez que o efêmero, vosso efêmero se liquidifica, se dissolve por ele mesmo, quer vocês o queiram ou não. E eu repito : aqueles entre vocês que não vivem nada, vivam vossa vida e centrem-se no instante presente, Aqui e Agora. Por outro lado, aqueles que vivem os processos de expansão da consciência, os processos vibratórios, os processos de percepção em meio à natureza, devem podar-se agora. Vossa alegria não tem mais necessidade de suporte, de objeto, de causa ou de experiência. 

Quaisquer que tenham sido o teor e a intensidade do que vocês vivenciaram, e que ainda vai se reforçar, na própria natureza, porque vocês veem há aí aqueles que começam a ver os Arcanjos agora, não deve vos perturbar ; isso não é nem um ganho nem uma perda.  A partir de 15 de dezembro, isso será mesmo uma perda em relação à Alegria, e vocês mesmos farão uma espécie de auto-apreciação : estou na Alegria ? Estou como estava há 5 minutos com este Amor que me consumia ? E bah, vocês verão que é suficiente deixar vossa experiência, deixar vossos hábitos, e mesmo romper vossos hábitos.  Coloquem o despertador para às 4 h da manhã e comam às 4 h da manhã. Tomem um pequeno lanche antes de deitar. Comam uma refeição pesada pela manhã.

Todos os hábitos, sem nenhuma exceção, e eu vos levei a isso progressivamente. Hoje é evidente. Ah eu vos encorajei antes a verem por vocês mesmos, mas hoje isso se vê sozinho.  Eu vos disse...observem, é como para o peixe, vocês sabem que ele tem o olho, quando vocês vão comprar peixe, vocês observam : ele está fresco ou ele não está fresco, no brilho do olho.  Para vocês, é semelhante.  Vocês vão se apreciar, não através das palavras, das posturas, dos olhares, dos sorrisos, das insinuações, das experiências comuns. Vocês vão, em toda relação, ver se o outro em frente está fresco ou não. E não é piada quando emprego essas palavras, hein, porque vocês terão o fresco e o avariado. E isso, vocês terão a surpresa de ver mesmo com vossa família, vossos filhos, vossos pais, vossos irmãos e vossas irmãs, vossos maridos, vossas mulheres, e isso não pede nenhum julgamento.  E mais vocês tornam-se vivos, mais vocês estão frescos, qualquer que seja vossa idade, quaisquer que sejam vossas rugas, e qualquer que seja a cor dos vossos olhos.  Vocês têm a tez fresca ou vocês têm a tez doente. É assim simples.  E isso não chama de vossa parte nenhum julgamento, nem sobre vocês mesmos, nem sobre o outro.

Em resumo, eu vos disse durante anos : o Amor ou o medo. Eu vos digo a partir de hoje : a Alegria ou a não Alegria, e isso em todos os setores de vossa vida.  Então vocês vão me responder, e no nível do ego, sim, mas como é que se pode encontrar a Alegria, por exemplo eu tenho uma dor que me torce o ventre ? Sim, para a pessoa é impossível, mas para a Eternidade, não é impossível.  Observem o grau de sofrimento de algumas Estrelas em suas vidas. Irmã Yvonne Amada de Malestroit, quando ela estava presa a assaltos do demônio que deixavam marcas em seu corpo, perdia sua alegria ? Absolutamente não.  E portanto, de acordo com vosso humor, muito simplesmente, e eu não falo das alegrias ou sorrisos que vocês mostram no exterior, porque isso é fácil de enganar. Mas no que vocês são, vocês sentem essa Alegria indizível, essa Endofania permanente, ou não ?  Não há de se culpar. Há apenas a ver. E ver, aí também, basta. É como a refutação e a observação : o que é visto, vos atravessa. Ver não quer dizer compreender. Ver não quer dizer explicar, sobretudo quando eu falo da consciência que vê.

A Alegria pede apenas para preenchê-los porque é o que vocês são. E esta Alegria, não é de exuberância, não é o fato de sorrir para tudo como um bobo, não é ?  Mas isso evita, pelo menos, de fazer cara feia. Vocês não poderão mais fazer cara feia, mesmo se vocês têm o hábito.  Por exemplo, quando alguma coisa vos contraria, de elevar a voz ou de olhar feio.  Façam diante do espelho, vocês vão ver como é falso tudo isso. Vocês vão ver que eram umas posturas, uns hábitos, umas coisas que só pertencem a este mundo, e não ao que vocês são.  É total, hein, como dizem em linguagem popular. Todas as cartas estão na mesa agora. Não há mais apostas, como o dizem nas loterias, não nas loterias, não sei no que...

...Os cassinos.

Os cassinos, aí está, é isso. Façam vossos jogos.  Os jogos são feitos. Não há mais apostas. É exatamente isso. Sob forma de imagem, é exatamente isso. Vocês não têm mais de esperar que a bola pare, para ver se vocês escolheram o bom número.  Exceto que aí, e é, como no cassino ? Vocês ganham mais vezes quando vocês acertam o número ?   Pouco importa...

… Jackpot.

Não, o jackpot não é isso. São as roletas. Vocês apostam em algo, que está escolhido de antemão. Se vocês apostam em um número, vocês acertam X vezes mais o que vocês colocaram.

… a aposta.

Bom uma aposta, aí está. E aí, é multiplicada. Não é mais uma história em que vocês podem calcular.  Em resumo, o que quer que vos chegue, mesmo a pior das merdas que vos cai em cima, vocês estão em Alegria ou não ?  Se vocês estão na Eternidade, vocês estão em Alegria porque vocês sabem que a grande merda, ela vai vos liberar ainda mais rápido.  Se vocês estão na pessoa, bem vocês vão tentar resolver.

Então aí radicalmente, nós tínhamos vos falado de ponto de vista durante todos estes anos.  E agora, é muito simples : vossa consciência está onde ?  No efêmero ou na Eternidade ?  Qual é a tradução disso ?  Percepção de um outro corpo, acréscimo do som, e sobretudo cintilamento cristalino, percebido no nível do Nada, ouvir o Coro dos Anjos para alguns, isso vai começar, Alegria irresistível que não é uma alegria comum porque ela não desaparece jamais. Vejam a diferença com a experiência : a experiência vocês a vivem, ela vos preenche e ela desaparece, como quando vocês me escutam. Aí, não é mais questão de que isso desapareça, é um estado permanente. E não são somente uma sucessão de experiências.  Aí está a verdadeira Alegria.  E vocês não podem enganar com isso porque se vocês estão em Alegria, vocês têm a tez fresca.  E se vocês não estão em Alegria, vocês vão ter a tez desbotada, descorada.  E não me falem de doença, hein, isso não tem nada a ver. Vocês cintilam de Alegria, e aqueles que vos são próximos o sentem.  Mesmo se vocês estão em raiva, eles vão sentir a Alegria. Enquanto a Alegria é condicionada, bem a raiva a substitui verdadeiramente. Então para aquele que está na Alegria incondicionada, mesmo se há uma raiva, ela apenas passa.  Ela não diminui a Luz. Ela não diminui a radiação. E ela não altera vosso ponto de vista.

Então, ou vocês o verificam no concreto, ou se a Luz vos ordena desaparecer em totalidade, então vocês aceitam serem consumidos, em totalidade, pelo Amor e pela Alegria.  É o Fogo Ígneo. Mas não pensem em conduzir o Fogo Ígneo até vossa pequena pessoa, isso era bom para as vibrações, para a Onda da Vida, para os diferentes Yogas, ou para alguns gestos, que são comunicados para fazerem sobre vocês mesmos, para desencadear esse estado de Alegria. Mas em um dado momento, as experiências de alegria serão, ou já são para alguns, substituídas por uma Alegria que não para mais.  Ela não pode mais parar, quer vocês queiram ou não. 

Portanto, vocês veem bem que isso não são vocês que decidem.  E o verdadeiro sacrifício está aí.  Mais uma vez, vocês têm toda a liberdade para aceitar ou não. Não é uma obrigação. Não é um transformar-se, uma vez que eu insisto a cada vez naqueles que vivem as vibrações e naqueles que não as vivem.  Em um caso, vocês desaparecem do efêmero quando vocês vivem as vibrações, no outro caso, vocês não vivem nada, vocês magnificam vosso efêmero e aplainam tudo o que podia resistir de maneira inconsciente à Alegria.  Mas não vos serve para nada procurar a Alegria. Vocês não podem encontrá-la em nenhuma circunstância de vossa vida. Porque essa não é uma alegria que apenas passa. É a Alegria eterna.

E através de alguns dias, algumas semanas, vocês vão constatar a veracidade, por vossa vivência direta, de tudo o que nós vos dissemos.

Tudo é Um. Nada é dois, à parte a ilusão. Eu falo na consciência, hein, porque vocês estão bem conscientes de que quando se diz « Tudo é Um », vocês não podem aplicar de maneira geral a este mundo, hein.  Vocês não podem ter a totalidade de vossa consciência, e tomar o corpo de um outro, por exemplo.  Eh bem, nesse estado de Alegria, sim.  Vocês não fazem, realmente e concretamente, nenhuma diferença entre você e o outro, quer o outro seja um inimigo ou a Chama gêmea. Vocês não podem mais ver diferenças. Se vocês as veem, é que vocês não estão na Alegria, vocês estão no ego, mesmo se vocês vivem as vibrações, e mesmo se vocês foram liberados.  Não é uma postura, nem uma atitude.  É a realidade do que vocês vivem ou não.  E isso não sofre nenhuma explicação, nem nenhuma argumentação.  É ou não é.  E como o Amor ou o medo.

E não há nada deste mundo que segure, que possa vos impedir ; nem nada de vosso corpo, nem de vossa vida, que possa vos impedir de viver isso.  É antes vocês mesmos, através de vossas posturas, que se impedem de viver isso. Vejam, invertemos o movimento.  Porque a Luz realmente está por toda parte, concretamente e fisicamente, em vossa dimensão e não mais em outros lugares no Céu, ao redor do Sol, ou no corpo de Existência, ou nas viagens multidimensionais.

Vamos, continuamos.


Questão : então, é um pedido em relação a uma vivência. Bem-amado, eis uma vivência que desejo compartilhar: é durante a noite. Estou deitada em minha cama. Acredito sonhar porque estou na água e nado numa cidade gigantesca engolida. Nado com uma grande facilidade, como se tivesse um corpo de delfim. Mas igualmente bolsas de ar no fundo da água. E saio da água e em seguida mergulho de novo com fluidez. Não desperto, mas sinto-me deslizar no meu corpo deitado, como quando das minhas bilocações. Desejo igualmente trazer este detalhe: quando estou deitada, as minhas pernas, ou apenas uma delas, se agitam energicamente várias vezes, sem que eu decida o que quer que seja.

Isso é a fase de sobreposição do efêmero e da Eternidade.  Quando esta fase termina, então há a dissolução do efêmero, e vossa consciência passa no corpo de Eternidade.  E aí, não há mais sacudidas.  Vocês simplesmente sentem uma perna que não está no lugar em que vocês a pousaram, hein.  Isso é exatamente o que ela descreve.  Na primeira parte concernente...concernente ao quê ?

… Isso concernia à sensação de nadar nas águas.

Ah sim.  Então da mesma maneira de há pouco que em um sonho havia uma pantera, da mesma maneira vocês experimentam, em vossas noites, mas logo também em vossos dias, vossas diferentes linhagens estelares.  Aí, neste caso, é Sírius, o delfim, o sentimento de ter uma pele de delfim.  No caso precedente, eram os felinos, com a impressão incrível quando acaricia essa pantera.  Tudo isso, é o desvelamento dos Hayot Ha Kodesh, e não o desvelamento de vossas linhagens, mas a colocação em serviço efetivo de vossas linhagens.

Então certamente, está fora de questão vos dar todas as características de acordo com as linhagens, hein, porque seria infinito. É a vocês que pertence vivê-lo. Mas que está descrito no sonho desta irmã, ou na visão precedente, não no sonho precedente ou neste não sei mais se foram sonhos ou visões, mas é a mesma coisa, pouco importa, é exatamente a mesma coisa. Você está na pele do delfim. Não porque vocês transmutam a vossa consciência, vocês vivem na vossa Eternidade, no corpo de Existência, a consciência do que vocês são em suas manifestações. E estas manifestações não têm mais nada a ver com este mundo. Vocês emprestam o deslocamento de um animal, os delfins, ou há pouco a carícia da pantera, isto pode ser semelhante para uma águia. Naquele momento, se vocês voam no corpo de uma águia, vão reencontrar-se com a visão da águia.

Mas isso, está ligado às vossas origens e as vossas linhagens, que não são somente reveladas, mas que entram em manifestação. Para alguns entre vocês, uma necessidade de água. Para outros, vai haver uma necessidade de ar. Tudo isso, é a expressão da vossa Eternidade, neste mundo. Porque o corpo de Eternidade está revelado.

Então aí mais precisamente, era visão ou o quê ?


…Que ela nada, ela sentia uma grande facilidade, com um corpo de delfim...

…sim com os delfins. Perfeitamente. É exatamente isso.

Com efeito, as experiências, que seja na natureza, quando das Teofanias, e tudo o que vocês vivenciaram para alguns desde tantos anos, apenas vos aproxima deste ponto de ruptura, porque é um ponto de ruptura. Então, o que vocês chamam a morte, a ressurreição, a atrocidade, ou a alegria, não altera nada a situação. Estritamente nada. Então hoje poderia-se dizer globalmente: façam o melhor que vocês podem na vossa vida efêmera. Mas se a Luz não vos deixar a escolha, cabe a vocês verem: resistem ou capitulam. E se não se produzir nada, permaneçam nessa atitude de humildade, de simplicidade, da criança interior, da calma, do acolhimento, da transparência, da humildade a mais total, e vocês viverão a Alegria. Instantaneamente. Se isso não se produzir instantaneamente, não serve para nada culpar. E isso simplesmente quer dizer, que vocês se atêm à vossa história. O apego à forma, a esse corpo, que Bidi pôde romper e vos induziu a romper, em muitos entre vocês, que foram liberados com a Onda da Vida, onde não havia mais identificação possível ao corpo. Vocês sabiam que vocês não eram esse corpo por vivê-lo, no entanto estavam no interior desse corpo.  Hoje isso acabou.

Então, são vossas posturas, os hábitos dos quais falei longamente, que vos impedem de serem vocês mesmos. E mesmo se vocês não queiram  se confessar, mesmo se vocês dizem : que acabe logo, que sejamos livres, vocês se mentem.  Vocês procuram escapar de alguma coisa.  Ora, vocês não podem se opor. A Luz é uma rendição e não uma oposição, ao que quer que seja em meio ao efêmero que vos molesta.  Sobretudo nesta fase, onde a majestade da Luz aparece ao grande dia.  Além disso eu vos disse, e isso foi especificado, que quanto mais vocês verão o caos no mundo, mais vocês estarão em alegria, não uma alegria sádica de observar o que vocês poderiam nomear uma destruição ou uma dissolução, mas porque à medida em que a ilusão se dissolve, vocês encontram e vivem a alegria.  É natural.  Então é claro, não vão rir quando, estando na beatitude diante de um evento traumático para o comum dos mortais...caso contrário vocês vão ter pequenas preocupações, hein, mas todavia vocês não podem escapar disso.

E quando eu digo a Alegria ou não Alegria, como é a única coisa verdadeira, vocês podem concluir que ou vocês estão na Alegria e vocês são verdadeiros, ou vocês não estão na Alegria e vocês ainda não são verdadeiros.  Isso não quer dizer que há um erro, ou um karma a pagar, ou qualquer coisa a mudar. Isso quer dizer que inconscientemente, o que quer que vocês declarem e declamem, vocês não aceitam a Luz em totalidade. Vocês querem manter uma forma : é vossa liberdade.  Vocês querem manter as histórias : é também vossa liberdade, no processo de Liberação final. É por isso que eu me dirijo aos dois : aqueles que vivem a Alegria da Liberdade reencontrada, e aqueles que não vivem a Alegria. Não são superiores ou inferiores. Eles estão posicionados diferentemente para viverem o Apelo de Maria, diferentemente, e viverem os 132 dias, diferentemente também.

Vamos, outra questão.


Questão : é um sonho de 7 de dezembro de manhã : estou na minha casa e as janelas estão abertas. Uma águia imensa entra na minha casa com as asas totalmente estendidas. Ela quase vem tocar-me. Seu bico está a poucos centímetros do meu rosto. As suas penas são brancas e castanhas. Sinto a sua potência e também a sua grande doçura. A alegria invade-me. Desperto, leve. É a primeira vez que sonho com um ser do elemento Ar. Meu sentimento ao despertar era de ter encontrado Hercólubus. Obrigado pelo vosso esclarecimento.

Ah não, é simplesmente uma origem estelar ou uma linhagem ligada às águias de Altair, é tudo.

E portanto aí, que seja na carícia da pantera, no deslocamento na água com o delfim, ou a águia que entra em sua casa, sua casa é seu corpo, ela se revela a você. É o que eu disse : não é a revelação das linhagens, é a colocação em ação de vossas linhagens, diretamente neste mundo.  E vocês veem, eu não olhei as questões antes, e os irmãos e irmãs que deram todas essas questões, não estão combinados.  Vocês vejam bem que é exatamente o que eu disse no preâmbulo, vocês verão, haverá outras.

Portanto aí, é unicamente a vivência, e se você prefere, explicado de outro modo, o desdobramento do Hayot Ha Kodesh do Ar, no nível do Elemento Ar, que vai te dar a perceber, de maneira muito importante, seja no decorrer da experiência, seja antes, isso pode passar despercebido, uma vibração muito forte nas Estrelas, que constituem neste caso, o Triângulo do Ar.  Pode ser Hic. Pode ser Clareza. E pode ser aquela que está atrás.  Então são experiências reais, que vos conferem, como eu disse, a condição real de Estrela da Luz. Aí está a Liberdade.  Então preste atenção depois para não contar histórias.  Vocês não têm necessidade de histórias.  Vocês não têm necessidade de contextos. Vocês não têm mais necessidade de ajuda exterior, porque tudo está em vosso  interior, e revela-se agora. A revelação das linhagens através dos três exemplos, do delfim, da pantera e da águia, é muito característico.

Lembrem-se, há alguns anos, se vos acontecia de ver em um irmão ou irmã, um animal : eram as linhagens do outro. Depois vocês vivenciaram isso para vocês, ou antes, ou durante. Hoje, vocês não têm simplesmente a visão, vocês têm a percepção, como está descrito nesses três sonhos, do que é a águia, sua potência e sua doçura, do que é o delfim e do que é a pantera. Haverá outros.

E tudo isso é o mesmo processo : é o desdobramento de Metatron, dos 4 Hayot Ha Kodesh sobre os 4 elementos, que vos permite viverem tudo o que nós dissemos até agora. Vocês entram no Éter , quer dizer o quinto elemento da quinta dimensão, é isso. Tudo o que vocês me descrevem agora,  é somente a aceitação ou a recusa disso.

Vamos, continuamos.


Questão : é o testemunho de uma irmã que não está presente, a propósito dos seus dois netos de 6 anos: uma manhã, um dos gêmeos disse à sua mãe: esta noite, vi bolas de fogo que caíam do céu e as pessoas salvavam-se gritando. Mais recentemente, mesmo sonho, mas desta vez o céu era muito preto. O outro menino, recentemente, se queixa de que as pessoas falam demasiado alto e tem dificuldade para suportar. Os gêmeos têm ambos o ouvido esquerdo muito ativo. Regularmente, o seu avô falecido vem vê-los na beira das suas camas e conversa com um ou o outro. Fim do testemunho.

Sim, isso prova, como eu o disse,- agradeço a esse irmão ou essa irmã por esse testemunho -, isso prova que não há mais separação, que as franjas de interferência, as camadas isolantes estão reduzidas a quase nada. Só ficam ainda alguns filamentos.  É tudo.  E esses filamentos que se mantêm, não estão ligados às linhas de predação, elas foram aniquiladas.  É simplesmente o que eu vos disse : vossos hábitos de encarnação tomados de maneira extensiva em meio a este mundo.  É tudo.  E vocês verão cada vez mais crianças, é claro antes dos 7 anos, porque não estão fechados, que se comunicam com os desencarnados sem nenhum problema, mesmo se eles estão em estase. Não esqueçam que eles têm a possibilidade, e além do mais antes dos 7 anos, de viverem à noite em ultratemporalidade.  Da mesma maneira, eu creio que Bidi vos disse do modo como ele se expressa : Bidi não pode ser parado em nenhuma parte, nem em uma embarcação, nem em uma estrutura. Então para fazê-lo intervir hoje, neste dias, nestes anos, foi necessário em sua vida, fazer uma preparação.  E aliás, o bem-amado João, Sri Aurobindo, viveu a mesma preparação, nos últimos instantes de sua vida, que colocou fim, assim como para mim, aliás hein, a todas as nossas elocubrações sobre uma nova Terra, uma nova era, à cidade do futuro de Sri Aurobindo, todas essas besteiras, se vocês querem, às quais nós aderimos durante nossa época, porque não tínhamos a possibilidade de vermos além da Luz, e sobretudo o histórico deste mundo.

Os testemunhos como este, vocês vão ouvi-los cada vez mais.  E depois do outro lado, vocês terão os irmãos e as irmãs cada vez mais frustrados porque eles escutam isto, eles ouvem isto, eles leem, e depois eles não vivem nada. Eles não vivem a Alegria. Por que ? Porque eles têm os hábitos. Eles estão apegados, realmente, além de qualquer karma, hein, e além de qualquer retribuição, não sei de que, há na consciência um mecanismo que impede, e vocês o sabem, no nível da alma, que está atraída para a matéria.  E quando houve ou encarnações muito fortes, ou encarnações repetitivas e permanentes, mesmo se vocês têm o Espírito que existe, vocês não podem vivê-lo, porque vocês ainda estão nos hábitos.  Eu não falo dos hábitos deste mundo, mas dos hábitos da matéria.  E o hábito da matéria impede literalmente a transubstanciação da matéria. E creio que Bidi vos explicou de todas as maneiras, que todo o problema vem da identificação ao corpo. É a única verdade que vocês devem guardar na cabeça.

Mas atenção para não entrarem na negação desse corpo, hein. Saber que vocês não são esse corpo não deve fazê-los rejeitar o veículo. Quando vocês  tomam o vosso veículo, é o vosso veículo. Mas imaginem que se queira ir de um ponto A um ponto B e vocês dizem: não quero tomar o veículo, quando vocês vão deslocar-se: não. Para o vosso corpo, saber que vocês não são o corpo não deve afastá-los de cuidar desse corpo. É o posicionamento da consciência. Então todos os que têm muito cuidado, à sua aparência, à máscara que levam quando vão dirigir-se aos irmãos e às irmãs, digo-vos: parem o vosso cinema. Parem de se contar histórias. Sejam verdadeiros, humildes e simples. Não há necessidade de nada mais. Nem de yoga, nem  de cristais, nem de nada. Para serem vocês mesmos, não há necessidade de nada. Enquanto vos parece depender de algo a adquirir, a explicar, a compreender, vocês não podem ser vocês mesmos, sobretudo nesta última fase.

Portanto eu vos digo : a Alegria ou a não Alegria.  E isso não sofre nenhuma exceção, que seja uma doença no corpo, que seja um sofrimento, que seja uma relação familiar, afetiva ou outra.  Se vocês estão dependentes disso e isso basta para vos fazer mudar, isso quer dizer que vocês não encontraram a Alegria, vocês vivenciaram as experiências da Alegria. É claro, vocês estão seguros de estarem livres, nós vos repetimos a cada vez. Mas no instante presente, isso não basta. Assim sendo, o hábito da matéria e o hábito, simplesmente, de manifestação

Vocês veem, o nível de fantasia de Osho, por exemplo, se explica perfeitamente.  Porque quando vocês chegam em um nível da Verdade, é claro, vocês nunca fazem o mal.  Isso nem sequer vos chegaria ao Espírito. Mas vocês são um pouco extravagantes ou fantasiosos, porque nada vos afeta, vocês não têm mais necessidade de portar uma máscara, ou uma vestimenta de tal cor, ou de terem meias emparelhadas, ou de terem uma perfeição de apresentação, porque vocês não estão mais em representação.  Vosso coração está nu.  E nesse coração nu, do que vocês têm necessidade ?  E se vocês têm necessidades, é que vosso coração não está nu. Não está inteiramente desvelado. E só depende de vocês capitularem, de aceitarem o sacrifício.  Mais do que nunca, não há esforço a fazer. Isso pode ser instantâneo. Na condição de que vosso sacrifício, vossa rendição, seja total. Nesse momento, a alma volta-se de um golpe, e entra em consumação, deixando trabalhar o Fogo Ígneo.  É isso que as irmãs Estrelas chamam, chamamos, esta consumação de Amor. E quando vocês  se consomem de Amor, do que mais vocês têm necessidade ? De nada mais.

Ora vocês são chamados, já desde um pouco mais de um mês, e sobretudo desde Miguel, e desde 8 de dezembro, vocês são chamados a isso.  Mas vossa resposta é totalmente livre.  Mas isso não pode ser um e o outro. É preciso tirar isso da cabeça. O efêmero e a Eternidade estão sobrepostos, estão alquimizados, mas vocês não podem mais manter o efêmero. Se ele se mantém e vocês decidem...é vocês lamentam de não viverem a Eternidade ou a Alegria, é que vocês estão inscritos em vossa realidade efêmera.  Não há escrúpulos nem julgamento, ou má posição, são as escolhas de vossa alma.  E ninguém, nem Maria, nem o Cristo, nem a Fonte, nem o Fogo Ígneo, nem o planeta-grelha podem interferir com vossa liberdade de escolha.  Mas, vossa liberdade de escolha não é ser livre. É necessário não confundir. E nós falamos longamente sobre isso, o livre-arbítrio, que depende da dualidade e do sentimento de ter a escolha ou de escolher a Liberdade que não é uma escolha, que é uma evidência.  Enquanto vocês acreditam que vocês podem escolher, vocês não estão livres.  Viver a ação da Graça não pode de nenhuma maneira hoje, acompanhar-se da ação-reação. E isso vai se tornar a cada hora, a cada dia cada vez mais evidente, quer vocês queiram ou não.

Nós vos dissemos nos últimos encontros, que o processo, que nós chamamos a estase, não é nada mais do que vossa morte e vossa Ressurreição.  Então vocês sabem, está declarado, por exemplo, nas escrituras, nos evangelhos e em particular no Apocalipse de São João as duas testemunhas, que morrerão e ressuscitarão no 3º dia.  E todos vocês são as testemunhas do Cristo. Há aqueles que ainda buscam esses personagens. É claro, há personagens que carregaram esse papel e o carregarão até o fim.  Mas portar um papel não quer dizer ser ele. Imaginem que por exemplo, a Estrela Profundeza hoje, quando ela era Teresa. Isso basta. Não há necessidade de histórias, de cenários, de ver Maria ou o Cristo. Hein, vocês viram, vocês têm as irmãs Estrelas que falavam com o Cristo todos os dias, Irmã Yvonne-Amada, por exemplo, Hildegarde. E vocês têm as irmãs que nem mesmo o viram.  Teresa, ela viu uma vez Maria e é tudo. Mas ela tem uma alma de uma profundeza inimaginável. E era normal que ela se ocupasse da Estrela Profundeza, porque é o mecanismo normal de Teresa. Gemma é outra coisa : a capacidade de se comunicar com os outros mundos, para ser enlevada em estase, que Teresa viveu apenas uma vez.

Então hoje, é claro, que vocês têm as vibrações, e em particular as vibrações de vossas 12 Estrelas, que vos colocam um pouco na pele de tal funcionamento de Estrela. Mas é depois que vocês tornam-se Estrelas. Nós nunca vos dissemos, e era semelhante para aqueles que estavam na inflação do Si, que nós recrutamos os próximos Melchisedeques.  Mas isso, isso estava claro já desde muitos anos. Vocês também sabem que há três Estrelas encarnadas, eu falei na última vez, para vos dar algumas indicações. Mas em última instância hoje, do que é que isso vos serve ? Vocês portam as mesmas Estrelas, vocês têm as 12. Por que limitar-se a uma Estrela ?  Vocês são as 12 Estrelas, todos, sem exceção. Da mesma maneira que vocês todos são o Cristo, a partir do instante em que vocês estão em Alegria. Não há nenhuma restrição nesse nível uma vez que a Luz agora, está onipresente. Por que a consciência ordinária, como de hábito, vai querer a todo preço vos fazer dizer : eu sou isto, eu sou aquilo ?  Não, vocês são isto, aquilo e todo o resto. Por que vocês vão se limitar assim ? E quanto mais vocês limitam, mais vocês se restringem, enquanto que a Alegria não pode restringir-se.

Então, continuamos.


Questão : é o testemunho de um irmão: bom-dia OMA, recentemente a minha pessoa foi muito solicitada. Com efeito, medos e raivas presos na recusa revelam-se. Observo a minha pessoa que está em pânico, e que quer tomar todo o lugar para voltar nos velhos esquemas de vontade e bem de acordo com os hábitos familiares. É doloroso ver quão pouco ocupei-me da minha criança interior ao submetê-la aos esquemas familiares. Queria tudo fazer para não ferir a criança exterior. Vejo bem que é necessário abandonar tudo e entregar-me totalmente à Luz. Eu não media até que ponto uma parte de mim se  recusava ter a total na Luz.

Aí está, através desse testemunho vocês têm exatamente, dito de maneira simples, tudo o que eu vos disse desde o início deste encontro.  Mas isso vai tornar-se evidente e para cada um.  Não haverá nenhuma exceção.  Então vão ao confessionário rápido, mas não o do padre. Confessem para vosso coração sobre o que vocês veem agora, como esse irmão que o vê.  Vocês veem, é o exemplo de um irmão que viveu experiências, que vivenciou um estado real e que hoje, talvez anos depois, percebe que ele ainda tinha feridas, que não tinham sido vistas. E o que explica que para uma parte entre vocês, vocês talvez têm a impressão de que o personagem, faz das suas . Sim, isso não foi visto. Esse testemunho é muito esclarecedor.

… Isso não terminou…

Então, continuamos.


É através de uma comunhão com Hercólubus, que o Amor da sua Presença reconectou-me à criança interior. Senti que ele convidava-me a reconhecer o Amor e a Presença que eu sou de toda Eternidade. Desde então, sinto-me leve e em Paz. O mental não está mais na dianteira da cena. Rendo graças a Hercólubus. Vocês podem trazer-me o vosso ponto de vista sobre o que foi vivenciado. Obrigado de todo coração. Eu o abraço.

O que é vivenciado é exatamente o que, quando eu te interrompi, o que eu disse.  Agora que seja Maria, Miguel que vos pede para comungarem, as Teofanias com Hercóbulus, não é por acaso.  Porque aí, Hercóbulus, é o gêmeo, o duplo do Sol, vocês o sabem, é a Liberdade.  E vocês estão além de uma forma habitual antropomorfizada.  Vocês estão em uma esfera.  E realizar a Teofania com Hercóbulus, e vocês podem realizar em Endofania com vocês mesmos. Vocês podem realizá-la com não importa qual Estrela. Instantaneamente. E aliás, os testemunhos, as visões, os sonhos que nós temos, vão todos no mesmo sentido. Vocês o veem através da pantera, a águia, o delfim, a visão precedente, e neste caso aqui.

O verdadeiro sacrifício, não é somente o desaparecimento. O verdadeiro sacrifício é também o retorno em Eternidade, aqui mesmo, antes do Apelo de Maria.  Porque é um verdadeiro Sacrifício.  Quando vocês constatam como o disse este irmão ou esta irmã, que vocês vivenciaram um estado de união mística com a Luz, com Hercólubus, com uma Teofania, com vosso irmão ou vossa irmã ou vossa família, pouco importa, com não importa quem, aí vocês reencontram a criança interior e a Liberdade. E as feridas, os condicionamentos que não eram vistos, vocês não têm de buscá-los.  É vossa Luz que os ilumina.  E aí não há necessidade de compreensão ou de explicação. É imediato, pela potência da tela branca ou da tela negra.  E ainda isso, é uma representação.  Mas o aspecto direto da consciência é muito mais importante. Quando vocês estão na máscara, no personagem, o mental está aí, vocês são pesados, vocês pesam.  Quando vocês estão na Alegria, o mental não vos serve mais e ele não pode mais servir-se de vocês.  A leveza está onipresente.  Vossa tez é fresca.  E vocês estão na evidência da Alegria, o que quer que chegue ao vosso corpo ou à vossa vida, porque vocês não estão mais, e isso é muito recente, hein, vocês não estão mais submetidos pelas obrigações quaisquer que elas sejam.  E não sou eu que vos digo, que vai vos provar, é a própria ação da Luz. Não façam o que eu digo se vocês não o vivem. Pelo contrário, mantenham vossa vida na simplicidade e na humildade a mais evidente. Mas se vocês vivem essas experiências, e todas essas vibrações, e todos esses estados, então sim.

Quando a Luz vos quer completamente, vocês vão dizer-lhe : desculpe-me, é preciso que eu dê um banho em meu filho, é necessário que eu vá trabalhar amanhã.  Vocês pensam que as irmãs Estrelas tiveram este raciocínio ? E observem que são as irmãs Estrelas que testemunharam e não os Anciãos, ou muito poucos, por uma razão muito simples, é que a criança interior só depende  da co-criação consciente e da emergência do Feminino sagrado.

Por onde quer que eu o tome, pela explicação das energias, pela explicação das Portas e das Estrelas ou da vibração, quer seja pelos posicionamentos de vossa consciência, é sempre a mesma coisa. Felizes os simples de espírito porque o Reino dos Céus lhes pertence.

E os hábitos da encarnação são válidos para vocês, individualmente.  Eu falo mesmo dos hábitos coletivos que vocês chamariam : a moral, o decoro,  o bem pensar. Todas essas coisas, às quais vocês se submetem, e que hoje limitam vossa Liberdade. Vocês pensam que uma Gemma Galgani que se consumiu de Amor, ou uma Irmã Yvonne - Amada que se consumiu de Amor, vai pensar em ir comprar um vestido, ou falar dos últimos mexericos e dos últimos papos ? Não. Hoje, vocês todos têm a possibilidade de fazer a diferença entre as experiências que vocês conduzem, que foram muito enriquecedoras, e a permanência desse estado de alegria.  E se vocês estão nesse estado de Alegria, não há mais lugar para o julgamento, não há mais lugar para os falatórios, não há mais lugar para as histórias.  Há lugar apenas para a Luz e para nada mais. E o que você diz aí, não é uma utopia, não é algo que vai se construir durante anos.  É algo que está aí imediatamente.

E ainda uma vez, para aqueles que não vivem nada, sobretudo não se culpem. Porque se vocês se culpam, vocês colocam ainda mais distância.  Se vocês se interrogam, vocês se distanciam ainda mais da Alegria. Se vocês buscam compreender, vocês se distanciam ainda mais da Alegria.  Como para o Amor ou o medo, mas aí de maneira muito mais brutal no nível de vossa emanação em meio a este mundo, emanação de vosso efêmero, submissão à pessoa ou emanação de vosso corpo de Eternidade, que é apenas pura alegria.  Não há mais meia medida, mesmo nesse nível.  E há apenas vocês que podem vivê-lo, portanto não creiam no que eu vos digo.  E é por isso que eu vos dou os dois posicionamentos, e o que convém fazer em um caso ou no outro, que não são sobreponíveis.  Sem isso, o Cristo jamais diria : « os primeiros serão os últimos, os últimos serão os primeiros ».  Ele simplesmente teria dito : « o primeiro e o último são os mesmos ».  Então, havia essa latência no processo da revelação das Núpcias Celestes, da efusão do Espírito Santo, desde 1984, que devia chegar até o final.

E agora para aqueles que amam as cifras e os números : primeira efusão do Espírito Santo em agosto de 1984.  Vocês estão muito exatamente 33 anos e alguns meses depois, a idade do Cristo.  Vejam em qual idade o Cristo foi crucificado. Vejam também o que Maria disse no mês de março em relação à Ascensão da Terra, e a gestação de 9 meses, como para o humano.

Tudo vai se iluminar, mas não porque vocês refletiram, não porque vocês compreenderam, mas porque vocês o veem no cenário do mundo, e em vocês, e de maneira cada vez mais patente.

Vamos, continuamos.


Questão : então um último sonho antes da pausa, se você quer. Então é o sonho de uma irmã. Entregam-me meu novo cartão vital...

É o que isso ?


… O cartão vital é o cartão de segurança social francesa.

Isso quer dizer ?


… Cartão de segurança social francesa.

Ah perdão. Como cartões de crédito ?


… O cartão vital, é para receber um cuidado. É um seguro doença

Ah de acordo.


Então, entregam-me o meu novo cartão vital. É diferente daquele de antes. Quando o tenho nas mãos, constato que o meu ano de nascimento mudou. Está notificado que nasci em 2014 em vez de 1965. Sou surpreendida. Fim do sonho. Se um esclarecimento a trazer, agradeço, bem-amado, e eu o abraço com todo meu coração.

O esclarecimento não tem necessidade nem de equivalências, nem de simbolismo. Vocês o veem bem. Enviam-te um cartão que se chama vital. Então neste mundo, se diz que é da segurança social, é isso ?

… É isso.

Mas ele se chama cartão vital.  Esse cartão vital, te dá uma data de nascimento que é de 3 anos.  Isso quer dizer que você começou teu processo de Ressurreição em 2014.  Vosso cérebro sempre vai encontrar as correspondências com o mundo efêmero.  O cérebro raramente pode vos dar informações sobre os mundos da Eternidade, porque ele ainda não está totalmente configurado para isso.  É por isso que em todos os sonhos, mesmo ligados à iluminação ou ao desdobramento de vossas linhagens, como os sonhos que tivemos no início deste encontro, quando vocês dizem minha casa, vocês estão em vossa casa, na sala, quando vocês estão em vosso templo ; como o veículo é também vosso veículo, nos sonhos. Aí, é exatamente a mesma coisa. Enviam-te um novo cartão vital, significando que você renasceu em 2014. Você está renascida, e nesse momento, a gestação está, portanto, terminada para você, e o processo da Liberação trabalha desde aquela época, como trabalha em muitos de vocês desde o aparecimento da Onda da Vida, aliás quer vocês a tenham vivenciado ou não.

Aí está, pois eu acho muito gracioso o nome cartão vital. Mas não há débito, não ? Não é de
dinheiro ?

… Não, não, não, absolutamente não.

De acordo. Mas vocês veem...ele tem uma cor particular ?

… Verde e dourado.

São graciosos esses fantoches, hein, sobretudo na França. Nomear isso um cartão vital. E que tem as informações, é isso ? Da saúde ?

… Sim é isso. E quando se vai à farmácia ou em um médico, apresenta-se esse cartão, que entra em um aparelho para ver se você está bem coberto pela segurança social. É isso.

Ah sim, esse é o mundo binário eletrônico, é o mundo de Ahriman.  Tudo isso é expressão de Ahriman. Vocês são representados por um cartão.  É vosso cartão vital, vosso veículo, vosso cartão azul, vosso cartão isso, vosso cartão... E vocês também têm os cartões, como se chama, de fidelidade.  E vocês têm muitos cartões em vossa carteira, alguns.  Portanto isso prova o nível de dispersão.  Eh sim, o cartão pertence à matriz. A identidade pertence à matriz. Vocês acreditam que quando vocês estão livres, vocês têm cartões com vocês ?  Eh não, vossa presença basta para mostrar quem vocês são.  Ora, aqui vocês portam máscaras, assim vos obrigam a ter os papéis de identidade, mas vocês sabem quem são, não ? é talvez para aquele que não vos conhece pessoalmente, para que ele saiba quem vocês são.  Sim, ele vai saber vos chamar, vos nomear, mas não é por isso que ele vos conhece.  Vocês veem um pouco o travestismo. Há ainda outros cartões que apareceram nestes últimos 30 anos, não ?

…Há a carteira de motorista também. Há outros truques que não são cartões, mas bem...

Ah há os cartões de partidos políticos.  Isso deve existir ?

… Sim, há todos os cartões de fidelidade nas grandes lojas.

Os o quê ?

… Você já os nomeou, os cartões de fidelidade.

Ah sim, sim, é claro. Portanto tudo isso vos dá a impressão, quando vocês estão encartados...não entortados, hein eu disse encartados...quando vocês são encartados, vocês dão vossa adesão a alguma coisa.  É simples assim.  Quando vos chamam por vosso nome e vossa identidade, que tem uma data de nascimento no estado civil, vocês não se pertencem mais.  É simples assim. E vocês acreditam, por exemplo, que os Vegalianos, eles carregam um número de matrícula em sua vestimenta de Luz ?  Não. E mesmo sem falar, vocês sabem quem são.  Observem com as Estrelas quando elas chegam, vocês sabem quem está ali. Vocês não têm necessidade de que elas vos digam « eu me chamo isto », que elas vos estendam um papel de identidade, não ? Vocês veem um pouco o grau de materialidade e de densidade ? E vos apresentam isso, é claro, estou certo, para a segurança.


… Absolutamente.

E aí está. É como os Arcontes queriam um mundo seguro e confinado.  Portanto enquanto vocês buscam essa segurança, mesmo nos gestos inofensivos de vossa vida, como vocês querem ser livres ?

E todas as circunstâncias de vossas vidas, quer vocês vivam as vibrações ou quer não percebam nada absolutamente, vão vir vos desentocar, porque a majestade da Luz, o trabalho dos 4 Cavaleiros do Apocalipse, está largamente iniciado.  Antes mesmo, como dizia João, haverá uma noite um grande tremor de terra e não haverá mais luz : os famosos 3 dias de trevas. Antes disso, já. Já está presente.

Então, creio que você me falou de fazer uma pausa.

… É isso.

Então vamos pausar. E vos desejo uma boa pausa e vos digo até logo para a sequência. Até logo.



***


Tradução do Francês: Ligia Borges



PDF (Link para download) : OMA - QR - Parte 1B - Dezembro 2017


3 comentários:

  1. Todos esses jogos de papéis, de funções, de explicações, que tem vos ajudado até hoje, eu o repito, muito rapidamente vão representar obstáculos à Verdade.
    .........
    Ver não quer dizer compreender. Ver não quer dizer explicar, sobretudo quando eu falo da consciência que vê.
    .........
    Tudo é Um. Nada é dois, à parte a ilusão. Eu falo na consciência, hein, porque vocês estão bem conscientes de que quando se diz « Tudo é Um », vocês não podem aplicar de maneira geral a este mundo, hein.
    .........
    E agora para aqueles que amam as cifras e os números : primeira efusão do Espírito Santo em agosto de 1984. Vocês estão muito exatamente 33 anos e alguns meses depois, a idade do Cristo. Vejam em qual idade o Cristo foi crucificado. Vejam também o que Maria disse no mês de março em relação à Ascensão da Terra, e a gestação de 9 meses, como para o humano.

    ResponderExcluir
  2. Vocês são as 12 Estrelas, todos, sem exceção. Da mesma maneira que vocês todos são o Cristo, a partir do instante em que vocês estão em Alegria. Não há nenhuma restrição nesse nível uma vez que a Luz agora, está onipresente. Por que a consciência ordinária, como de hábito, vai querer a todo preço vos fazer dizer : eu sou isto, eu sou aquilo ? Não, vocês são isto, aquilo e todo o resto. Por que vocês vão se limitar assim ? E quanto mais vocês limitam, mais vocês se restringem, enquanto que a Alegria não pode restringir-se.
    Grato Ligia
    Rendo graças

    ResponderExcluir
  3. "E eu repito : aqueles entre vocês que não vivem nada, vivam vossa vida e centrem-se no instante presente, Aqui e Agora."

    "Então para aquele que está na Alegria incondicionada, mesmo se há uma raiva, ela apenas passa. Ela não diminui a Luz. Ela não diminui a radiação. E ela não altera vosso ponto de vista."

    "A Luz é uma rendição e não uma oposição, ao que quer que seja em meio ao efêmero que vos molesta."

    "E não sou eu que vos digo, que vai vos provar, é a própria ação da Luz."


    'A mente, mente', é um refrão que uso, para não estacionar no mental... Porém a Luz, prossegue... Com ou sem acolhimento...

    Ma- ra- vi- lha!!!!!!!

    ResponderExcluir