RAFAEL - Dezembro 2017


RAFAEL - 10 de Dezembro de 2017
Mensagem de 10 de dezembro de 2017 (publicada em 14 de dezembro)
Origem francesa – recebida do site Les Transformations


Áudio da Leitura da Mensagem em Português - por Noemia
Clique aqui para fazer o download do áudio




Eu sou o Arcanjo Rafael, Arcanjo chamado « da Cura ».

Bem amadas Estrelas de Amor, vamos conceder-nos um instante e um tempo, de Silêncio, de Alegria e de Endofania.

… Silêncio…

Nestes tempos de liberação da Terra, venho até vocês e em vocês a fim de vos trazer o Sopro da minha Presença e da minha Radiação, aquela que cura, aquela que apazigua. Hoje, nestes tempos, venho dizer e anunciar que a única cura possível é aquela que é adquirida através da Alegria. Em qualquer tristeza, em qualquer resistência, ou em qualquer relutância, em que se situem neste momento, convido a que me chamem e a que me encontrem no vosso Coração, para que o bálsamo da Alegria possa vir pôr um fim a todo o sofrimento, assim como a todo o sentimento de dor pelo luto ou pela perda de tudo o que apenas é passageiro, pois, nesses dias, apenas a Alegria permite curar qualquer anomalia que seja na vossa pessoa, nos seus hábitos, nas suas relutâncias ou nos seus posicionamentos. Apenas a Alegria, doravante, poderá ser capaz de afastar o que se afasta de forma natural e por vezes com alguma relutância, com alguma resistência.

Em cada parcela do vosso corpo, como em cada parcela da vossa vida efémera, o bálsamo da Alegria está acessível, dando a viver e a experimentar em vocês e por vocês a virtude ativa e resolutiva da Alegria, em qualquer situação, seja qual for o estado em que se encontrem hoje. Apelar à minha Radiação e à minha Presença a partir do vosso Coração, irá levar, não somente a sentir a Alegria, mas acima de tudo a ver a sua ação e o seu movimento sobre qualquer sofrimento que permaneça em vosso corpo, na vossa carne assim como na vossa consciência.

A Alegria torna-se, nestes dias, o único agente de cura da ilusão e das suas últimas resistências. Apenas é preciso ver e constatar a ação desta Alegria sobre o vosso corpo como sobre a vossa vida, levando a descobrir a Alegria incondicionada.

A potência do vosso Coração de Eternidade, está agora presente por toda a parte. Mesmo se não o conseguem ver, mesmo se não o conseguem sentir, muitos entre vocês, no entanto, já o vivem. Não são precisas pressões, nem é preciso que formulem desejos mas simplesmente apelem à minha Presença em vosso Coração. Então virei assistir-vos na liberação das contingências da matéria, qualquer que seja essa matéria no seio deste mundo, vindo permitir ao Fogo Ígneo, pelo combustível da Alegria, consumir, com evidência, aquilo que desaparece, a fim de deixar aparecer a totalidade da vossa Eternidade, no momento em que Maria vos chamar, e para muitos isso já acontece, pois a Alegria permite ver e perceber o vosso corpo de Eternidade, nos seus movimentos e na sua Presença, na sua manifestação no seio mesmo do vosso efémero, na vossa carne, na vossa consciência.

Para que a Luz e a Verdade não fiquem presentes apenas em vocês mas provem ser a única possibilidade e a única evidência.

Onde houver sofrimento deixem a Alegria apaziguar esse sofrimento. Onde houver resistência, deixem a Alegria vir suavizar essa resistência. Onde houver dúvidas deixem que a Alegria as consuma nesse contentamento. Onde houver sofrimento no corpo deixem a Alegria do vosso coração agir por si mesma e dele mesmo brotar a Alegria ligada à cura, à minha Presença e à minha Radiação, que nada mais é que aquela do vosso Coração reencontrando a sua completude e a sua plenitude.

A Alegria não é apenas a consequência da vossa Eternidade reencontrada, mas a Alegria é também o agente que atua, mesmo no seio do vosso efémero, em qualquer aspecto que seja, vindo ajudar à consumação pelo Fogo Ígneo, tornando-o mais intenso e portanto mais doce a fim de que cada olhar posto sobre este mundo, em qualquer circunstância que seja, em qualquer situação que seja, vos dê a ver e a provar a real ação transcendente desta Alegria incondicionada. Não é preciso dirigir nada, nem mesmo pedir, a este nível. Deixem apenas, em qualquer circunstância, emergir a Alegria do vosso coração.

Chamando-me, fazendo ressoar o meu nome, a minha Radiação se fará sentir. Não é preciso pedir nada, nem ter nenhuma ação em especial, apenas ver essa Alegria, no momento, em ação, independentemente de qualquer desejo, de qualquer condição.

Qualquer que seja o sofrimento, do vosso corpo ou da vossa vida, deixem que a Alegria vos liberte agindo a par com o Fogo Ígneo, juntando a leveza à consumação pelo Fogo do Amor. Assim, é dado a constatar em vocês mesmos a ação de resolução da Alegria sobre qualquer elemento presente e perturbador, quer seja na vossa vida quer seja na Vida.

A Alegria que evocamos e manifestamos não é apenas um sentimento ou uma satisfação do que quer que seja mas é bem mais a Graça do Amor em ação vindo realizar a alquimia final das últimas ilusões, dos últimos apegos, dos últimos hábitos, e dos últimos condicionamentos ligados à vossa forma e ao seu funcionamento nesse mundo efémero.

A Alegria do vosso coração também irradia a Alegria para o interior de cada uma das vossas  células, assim como na vossa cabeça, apaziguando os vossos pensamentos e levando a reflexão a um ponto de não retorno, aí onde apenas está presente a evidência da Vida, aí onde apenas está presente a evidência do Amor, e onde tudo o que está em oposição a esse Amor, é consumido e queimado num Fogo de Alegria que não tem comparação com nada de conhecido. É assim que, para muitos de vocês, se realiza a União Mística final, levando ao desaparecimento total do que é efémero, no vosso veículo de carne e na vossa consciência comum.

A Alegria, testemunho do Amor, conduz o Amor onde ele é necessário. E no momento em que o Amor é encontrado, no íntimo do vosso coração, emerge mesmo no seio deste mundo e essa emergência apenas é pura Alegria, pura felicidade, e pura Beatitude. É assim que se realiza a cura final e definitiva de qualquer ilusão, assim como de qualquer sofrimento, assim como de tudo o que apenas passa no decorrer das vossas vidas, a fim de que nunca mais a dor da perda possa afastar qualquer alegria. Na Alegria, não há qualquer perda. Na Alegria nada passa verdadeiramente pois tudo se passa no instante.

Eu vim chamar-vos para me fazerem ressoar dentro de vocês, a fim de deixar o Amor encontrar o caminho da manifestação desde o vosso interior até à vossa periferia, até ao limite do vosso corpo, assim como da vossa consciência efémera.

Doravante, esta Alegria é superabundante. Quer a vivam ou não, apenas vos compete deixar todo o sofrimento ser transcendido e afastado através da Alegria. E lembrem-se que esta Alegria não pode ser condicionada por qualquer circunstância ou por qualquer condição. Ela é livre, assim como vocês o são.
        
A Alegria é a cura definitiva. A Alegria é o antídoto, neste mundo, não apenas para a tristeza, mas também para qualquer ilusão, fazendo-vos rir de ironia, dos vossos apegos, de vós mesmos, e rir do que vos tem seduzido e prendido na ilusão da carência, na ilusão de um qualquer fim, de vida, de relacionamento, de trabalho ou de qualquer outra coisa.

Eu sou o Arcanjo Rafael, aquele que porta a Alegria através do seu Sopro, e a leva até ao vosso Coração e à vossa compreensão.

A Luz e a Verdade são, doravante, a vossa manifestação prioritária, neste tempo da Terra, que termina. Lembrem-se que a Alegria que emana espontaneamente de vocês, não precisa de palavras nem de discurso, pois esta Alegria age em vocês, tal como um bálsamo, mas também ao vosso redor, em todas as circunstâncias nas quais não podem lutar e que no entanto parecem impedir ou limitar a manifestação da Verdade. 

Não é bem assim, pois a Alegria está aí. E mesmo na tristeza mais profunda, ou no mais profundo luto, ou na mais profunda dor, deixem a Alegria aparecer, pois a Alegria acompanha a Luz e o Coração na sua emergência dentro da Ilusão.

A Alegria da qual estamos a falar, a Alegria que vivenciamos, não pode ser condicionada por qualquer resultado, por qualquer recompensa, mas simplesmente pode ser representada pela evidência do Amor em ação, incondicionado, mesmo dentro da Ilusão condicionada.

A Paz que antecede a Alegria, pode hoje ser encontrada de forma bem evidente, quer seja durante o sono, quer seja durante os breves momentos em que vocês decidem sentar-se um pouco e fazer ressoar o apelo do meu Sopro. Então, em vocês estarei, agindo em abertura, de modo natural. Sem palavras e nem tendo necessidade de palavras. Não tendo nem precisando de pedidos ou de explicações, mas apenas deixando que esse bálsamo actue, sempre, pela mesma postura de acolhimento incondicional da Luz e da Verdade, de acolhimento sem restrições do que talvez possa ainda ser totalmente desconhecido para alguns de vocês, e que a partir do instante em que se revelar, vos aparecerá como sendo realmente o único conhecimento verdadeiro, fazendo parte do que são e que sempre esteve aí, mesmo que tenha sido ignorado, mesmo se vos pareça não ter sido ainda encontrado.

Instalem-se na Paz sempre que surgir uma ocasião. Instalem-se aí, não peçam nada. Deixem apenas a Paz se instalar, e a Alegria virá, imediatamente a seguir, ser esse bálsamo que age e que cura, sobre o vosso corpo, assim como sobre a vossa consciência efémera, não para resolver algo, ou para ficar melhor dentro desse mundo, mas bem mais para dissolver definitivamente os restos da ilusão, permitindo que se instalem na Alegria e no Amor, ambos incondicionados, sem depender de nenhuma circunstância da vossa vida, da vossa pessoa, do vosso corpo ou de um evento, qualquer que ele seja.

Então a Alegria aparecerá em vocês se isso ainda não ocorreu. Uma Alegria que não precisa de suporte, que não precisa de motivo, que não precisa de nenhum objetivo, nem sequer definição. A melhor prova disso acontecerá em vocês mesmos, mesmo que não percebam nada ao nível vibral, ou ao nível da energia, ou ao nível de qualquer visão, ela irá fazer-vos constatar o alívio e a cura de todo o luto, de toda a perda, de toda a resistência, assim como de qualquer hábito. Lembrem-se, não há nenhuma técnica particular, simplesmente permanecer alguns instantes em Paz, qualquer que seja a dor, e nesse momento fazer ressoar o meu Sopro, a Alegria.

Do mesmo modo que a Luz, através das Partículas Adamantinas, a Alegria virá soprar um novo Sopro que colocará um ponto final no que termina do sofrimento desse corpo, na sua carne assim como nos vossos pensamentos, em tudo o que diz respeito à vossa pessoa. Aí está a Graça dos últimos tempos, levando-vos simplesmente, a ficar cada dia mais preparados, a ficar cada dia mais próximo dessa evidência do Amor.

… Silêncio…

Em cada um de vocês, a minha Radiação e a minha Presença vem expandir-se a partir do íntimo do vosso Coração e a partir do Centro da vossa cabeça. Nesse instante, em que estão Presentes, a Alegria torna-se, também ela, Evidência. Não se esqueçam de que essa Alegria, para além de ser incondicionada - não dependente de nenhum critério desse mundo - é, antes de mais, um bálsamo calmante, que põe fim às últimas resistências, aos últimos medos, e aos últimos apegos.

Agora, não são precisas palavras, nem é preciso dar detalhes, mas simplesmente, aí também, é preciso que vivam isso, sem nada pedir, apenas é preciso que se coloquem na Paz do instante, qualquer que seja o sofrimento ou o medo, e, através do meu nome, fazem ressoar a minha Radiação no vosso Coração e na vossa cabeça, e deixam então esse bálsamo da Alegria actuar, qualquer que seja a sua duração, qualquer que seja a sua intensidade. Será possível então que constatem, geralmente de forma miraculosa, e sempre de forma rápida, a ação de resolução dessa Alegria, que é verdadeiramente esse bálsamo em ação, no seio desse efémero, vindo da vossa Eternidade e fazendo parar os motores de todo o sofrimento, fazendo com que fiquem firmes nessa Alegria, porque aí essa cura será total, permitindo a cura de toda a atração à matéria confinada, libertando de todo o sonho, de todas as projeções no seio desse mundo, dando a ver as ilusões dos últimos medos, que se traduzem pelo apego ao que quer que seja ou a quem quer que seja, e vos restaurando na Liberdade, na sua redescoberta e na sua aplicação mesmo nos últimos tempos desse mundo.

 … Silêncio…

No espaço da Alegria, toda a explicação se torna supérflua, e cessa toda a justificação. Nenhum sofrimento pode aí permanecer, e isso se tornará cada vez mais convincente e evidente, se ainda tiverem esse tempo, a cada dia que flui.

Assim, no Fogo Ígneo que vos consome, a Alegria o acompanha, essa Alegria que vos enche de certeza e de evidência, e que vos torna leves.

Lembrem-se, não há nenhum discurso necessário, e nem nenhuma explicação a pedir, mas simplesmente façam ressoar o Sopro da minha Presença na vossa Presença.

Também nos momentos de dificuldade por causa das circunstâncias ambientais, ou da vida em sociedade, ao vosso redor, compete-vos, aí também, nesses momentos, aplicar o bálsamo da Alegria, a fim de permanecerem na Paz, qualquer que seja a confusão do mundo, dando a verificar que quanto mais essa confusão se intensifica, mais vocês estão na Alegria, e não na aflição - pois apenas o ego aí vê aflição -  mas pela Liberação que está em andamento, levando a que se reposicionem, ai também, no Coração do Coração.

Mas não se esqueçam de que não se trata aqui de pedir uma cura desse corpo, mas sim de deixar a Alegria curar por ela mesma qualquer sofrimento. Não é preciso pedir nada, pois a Alegria que acompanha o Amor incondicionado e o Fogo Ígneo não precisa dos vossos pedidos, pois essa Alegria sabe onde se dirigir, na vossa carne como no vosso Espírito, a fim de se expandir e amenizar o que parece ser necessário sê-lo, o que precisa de ser apaziguado, o que precisa de ser transcendido. Em qualquer dor por luto ou pela perda ao nível da pessoa, eu represento hoje, em cada um de vocês, a cura final, aquela que não permitirá mais o menor desequilíbrio, ou o menor retrocesso.

Então, neste instante em que estão Presentes, escutando ou lendo, permitam-me iniciar a minha Radiação Cardíaca, para cada um de vocês. Não há qualquer limite de número ou de intensidade, pois nós somos Um, em verdade e em totalidade, doravante. Então, eu vos digo que a Paz, a Alegria e o Amor sejam a vossa única Verdade, em cada aspecto da vida, a cada minuto da vossa vida.

… Silêncio…

Então, irão também descobrir que essa Alegria elimina e erradica as últimas flutuações do vosso coração, do vosso humor, da vossa vida, instalando então a permanência e o equilíbrio perfeito da vossa manifestação, qualquer que seja o estado da vossa vida, o estado do vosso corpo, vindo então magnificar e sublimar tudo o que poderá ainda restar de denso, de pesado, de sofrimento. Então, vim para vos convidar, a partir de hoje, a verificar isso em vocês e por vocês mesmos.

Então, estão também convidados, a partir do momento em que a Paz e a Alegria aparecerem, mesmo se não ficar em permanência num primeiro tempo, a verificar o efeito dessa Alegria também ao vosso redor. Isso não precisa de palavras, isso não precisa de explicações, isso não precisa de nenhuma justificação. Na Alegria, não há sequer nenhuma violação da liberdade de cada um, não há nenhuma alteração que possa ser feita.

Então, de novo, no silêncio das minhas palavras, dizendo desde já “até sempre na Eternidade”, permitam-me fazer ressoar em vocês a minha Presença e aí despertar a minha Radiação.

… Silêncio…

Eu Sou o Arcanjo Rafael. A partir do instante em que me escutarem, ou a partir do instante em que me lerem, peço-lhes simplesmente para ficarem um pouco na Paz, alguns minutos, sentados ou deitados, nada pedindo, mas simplesmente deixando Ser a Alegria, o bálsamo perfeito da cura do efémero, quer dizer, o seu desaparecimento.

… Silêncio…

Eu sou o Arcanjo Rafael. Saúdo cada um de vocês na Paz, na Alegria e no Amor.

… Silêncio…

Até sempre, em cada Um, na Eternidade.

… Silêncio…


***


Tradução do Francês: Maria Beatriz Pires


PDF (Link para download) : RAFAEL - DEZEMBRO 2017


6 comentários:

  1. Tive que fazer uma viagem meio que repentina, de dois dias, e em função disso é que esta postagem foi postada com razoável atraso, para a qual também precisei fazer alguns improvisos. Bem, enquanto a tradutora foi pródiga em rapidez, a publicação não pode andar no mesmo ritmo (rs)... Contudo, eis-me de novo no meu posto, de volta ao lar, pois tal viagem terminou, e felizmente um pouco antes do previsto.

    ResponderExcluir
  2. ANÓNIMO:
    15 de Dezembro de 2017 - 4:30
    Magnifica mensagem de Rafael; Magnifica tradução de Maria Teresa. Bem haja e... haja ALEGRIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Anônimo, adorei sei comentário, até pelo horário da madrugada (diferente). Trocaria apenas o nome da tradutora para Maria Beatriz (rs).

      Excluir
  3. Em cada um de vocês, a minha Radiação e a minha Presença vem expandir-se a partir do íntimo do vosso Coração e a partir do Centro da vossa cabeça. Nesse instante, em que estão Presentes, a Alegria torna-se, também ela, Evidência. Não se esqueçam de que essa Alegria, para além de ser incondicionada - não dependente de nenhum critério desse mundo - é, antes de mais, um bálsamo calmante, que põe fim às últimas resistências, aos últimos medos, e aos últimos apegos.

    ***

    Gratissima Biatriz, por esse Amor derramado em nós. Tu é essa equipe (cabe aqui todos os amorosos Intervinientes) linda de Graça fazem de nossos últimos instante momentos de pura Alegria. Eu os Amo e os Honro. Encerro com a mais linda Expressão de Alegria.
    OHGLORIA, OHGLORIA, OHGLORIA!!
    Sara em Alegria.

    ResponderExcluir
  4. Mas que 'Ponto Ígneo', que chegamos... Estar diante desta 'Beleza Radiante', fica impossível, não silenciarmos e apenas dizer: 'contamine-me, contamine-me,....

    "A Alegria é a cura definitiva."

    "A Luz e a Verdade são, doravante, a vossa manifestação prioritária, neste tempo da Terra, que termina."

    "E mesmo na tristeza mais profunda, ou no mais profundo luto, ou na mais profunda dor, deixem a Alegria aparecer, pois a Alegria acompanha a Luz e o Coração na sua emergência dentro da Ilusão."

    "Instalem-se na Paz sempre que surgir uma ocasião."

    Que o nosso ''Silêncio", manifeste-se, então...


    Maria Beatriz, receba por nossa Gratidão, "Sopros do Arcanjo Rafael."
    Amém!!!!

    ResponderExcluir
  5. A Alegria da qual estamos a falar, a Alegria que vivenciamos, não pode ser condicionada por qualquer resultado, por qualquer recompensa, mas simplesmente pode ser representada pela evidência do Amor em ação, incondicionado, mesmo dentro da Ilusão condicionada.
    Grato Maria Beatriz
    de coração a coração
    Em cada um de vocês, a minha Radiação e a minha Presença vem expandir-se a partir do íntimo do vosso Coração e a partir do Centro da vossa cabeça. Nesse instante, em que estão Presentes, a Alegria torna-se, também ela, Evidência. Não se esqueçam de que essa Alegria, para além de ser incondicionada - não dependente de nenhum critério desse mundo - é, antes de mais, um bálsamo calmante, que põe fim às últimas resistências, aos últimos medos, e aos últimos apegos.

    ResponderExcluir